História Meu pequeno Garoto (romance Gay) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 218
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Beijo


Eu corri até ele e abracei era tão bom estar com ele

- por que você está chorando Leo?- perguntou o matheus passando a mão no meu rosto

- por nada não, como você conseguiu vim a que?- eu perguntei

- eu fugi eu precisava ver você, saber se você estar bem, tem uma família querendo me adotar mais eles ainda estão resolvendo umas coisas deles-

- que bom- eu falei e dei um selinho nele

- estava com saudade de você meu anjinho, muita mesmo te amo, te amo, te amo- ele falou dando vários selinhos no meu rosto mais eu não estava mas com aquela sede de amor que eu sentia pelo matheus antes, eu não sei o que estar acontecendo comigo

- Também te amo matheus- eu falei sem saber se isso era verdade

- olha fica pra você- ele falou retirando um cordão do bolso e me dando- vou ter que ir agora se não vão sentir minha falta- ele falou e me beijou e foi embora

Era bom ver ele, meu amorzinho de infância ele sempre cuidou de mim

FLASHBLACK

Eu tinha  8 anos de idade
Eu estava brincando com meu carrinho que a  diretora do orfanato havia me dado em uma árvore que fica no jardim da escola

- brummm- eu falei fazendo o som do carro

- olha olha se não é o otário- falou o fofão um garoto gordo branco de cabelos ruivos me empurrando

- sai da que- eu falei fazendo biquinho

- cadê seu namoradinho,  aquele viado?- perguntou o fofão sorrindo

- ele não é viado- eu falei me levantando

- é sim, você e ele- ele falou e o matheus apareceu por trás dele e empurrou ele fazendo com que  ele caísse, o matheus pegou na minha mão e me levou pro quarto

- ele te machucou?- ele perguntou me Abraçando

não matheus- eu falei e abracei ele mais forte

- eu vou cuidar de você pra sempre anjinho, você é meu- ele falou e beijou minha bochecha

FIM DO FLASHBLACK

eu fui para o porão e arrumei  pois eu não queria dormir com o Rodrigo ele é mal igual o fofão

Eu arrumei tudo e estava tudo organizado eu fui até o quarto peguei minhas coisas e o Rodrigo ficou só me olhando

Eu botei algumas coisas na caixa e ela estava muito pesada eu olhei pro lado e olhei o Rodrigo sorrindo de mim por que eu estava com dificuldade pra levar a caixa

- não sorri- eu falei fazendo cara de bravo mais eu não estava eu não consigo

- eu te ajudo criança insuportável- ele falou e pegou a caixa com bastante felicidade e foi levando pro porão pós eu havia falado pra ele que Seria meu novo quarto

- Desculpa por ter te batido Leo, me desculpa eu sei que sou um idiota... mas... mas eu vou procurar sempre da meu melhor...- ele falou e eu abraçei ele

-sabia que você não era um menino mal- eu falei e sorri

- então pega pega- ele falou e eu sai correndo pra ele não me pegar

Ele me alcançou e nós acabemos caindo e ele por cima de mim

Ele ficou me olhando e a respiração dele estava bem forte ele parecia estar tenso ele passou a ponta do nariz dele na ponta do meu com os olhos fechados eu segurei o rosto dele e passei meus minúsculos dedos na boca dele

Ele me beijou com intensidade meu coração estava muito acelerado meu corpo percorrendo uma eletricidade boa ele segurou meu rosto e cada vez mais com sua língua explorava minha boca, ele foi parando com selinhos e depois saiu de cima de mim e saiu correndo

Narração de Rodrigo

Eu não tinha acreditado no que eu tinha feito eu sai correndo e foi pra um parque eu me sentei em um banco distante das outras pessoas eu botei a mão na cabeça

- meu Deus o que está acontendo comigo?, porque eu tive que beijar outro garoto?, eu não sou gay, eu não quero ser gay!- eu falei e chorei

Narração de Leo

eu estava no meu quarto sorrindo segurando o travesseiro feito um besta eu beijei meu travesseiro e não sabia de onde vinha essa felicidade, talvez pelo meu beijo com o Rodrigo?

Chegou a  noite e todos já estávamos preocupados pós o Rodrigo ainda não havia chegado e era pra ele me levar pro parque

Eu não aguentei esperar e fui atrás dele sem que ninguém me  olhasse, eu pulei a janela e sai e as ruas estavam muito escuras eu estava com medo

Eu entrei em uma rua e ela era uma rua sem saída quando eu ia voltando eu vejo um homem velho sorrindo me olhando

- tá perdido bebê?- ele falou sorrindo Eu fui correr mas ele pegou no meu braço

- me solta, socorro- eu gritei e ele começou a sorri feito um louco

- ele pediu pra soltar ele- eu ouvi e quando eu olhei eu vi o Rodrigo ele se aproximou e bateu no velho

Eu corri prós braços do Rodrigo chorando e ele me abraçou forte

- calma pequeno- ele falou e beijou o topo da minha cabeça


Notas Finais


Comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...