História ...meu goudinho... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Tags Jeanyuri, Victuuri
Visualizações 232
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Opaaa, olá novamente.
Pois é...o que dizer? Faz mó tempo que eu queria fazer uma fic Victuuri, mas só agora eu achei imagens inspiradoras*esfrega as mãos uma na outra*.
Bem esta aí...

Capítulo 1 - Foi real?


Fanfic / Fanfiction ...meu goudinho... - Capítulo 1 - Foi real?

Eu não me lembro claramente do rosto daquela pessoa. A pessoa no qual eu acabei por entrar no quarto dela. O que consigo lembrar é que essa pessoa é um homem. Não sei nem amenos o nome dele. Em uma noite onde eu passei por beber até a madrugada com meus amigos eu acabei por ficar muito hiper mega bêbado. E nesse bar onde fomos beber também disponibiliza quartos e um dos meus amigos me guiou até um onde eu acabei por deitar na cama, o meu amigo foi embora me deixando sozinho. E me deu uma sede, acabei indo pegar um copo d’agua. Quando voltei pude ver uma pessoa que surgiu do nada onde a pouco eu estava deitado. Um jovem muito belo, gordinho, coxas grossas. Cocei minha nuca e engoli em seco ao olhar de novo pro belo par de pernas dele. Que eu to pensando? E mais importante onde eu vou dormir se ele bodou aqui? Olhei ao redor e tem somente uma poltrona. Nem ferrando que vou dormir de mal jeito. Eu bebi a agua e pus o copo sobre o criado mudo. Eu deitei na cama de costas pra ele. Quando eu estava a ponto, sabe aquele pontinho de dormir. Ele me envolveu em um abraço e de inicio eu tentei tirar os braços dele de cima de mim, mas acabei cedendo. Pow o cara esta mó bêbado assim como eu então vou deixar passar e vou dormir. Fechei meus olhos novamente. Ele não parou de se mexer e eu abri meus olhos novamente.

-Owwwn moço, eu quero dormir. Da pra ficar quieto até eu dormir. Quando eu dormir voce pode se mexer, cair da cama, fazer o que quiser.

 

DO NADA ele abriu os olhos assustado e se afastou. Coçou os olhos.–Onde estou...?

 

-Em um quarto de bar, dormindo com outro cara na mesma cama. E não, não rolou nadinha de nada, voce apenas me abraçou. Agora posso dormir?

 

Ele deitou novamente pois ele avia sentado. Eu me posicionei de costas novamente. Esperei alguns segundos pra ter certeza de que ele não vai me encher de novo. Fechei meus olhos o mais lento possível e ele me abraçou novamente. Qual é? Eu me posicionei ficando por cima dele.

 

-Esta brincando comigo?

 

Ele me olhou mais de perto e ficou vermelho virando o rosto. –Não pode...ser. pode?

 

-Han?

 

-Seu cabelo é prateado ou é porque estou sem óculos que eu estou o vendo assim?

 

-Meu cabelo é natural. Se é isso que quer saber.

 

Ele me puxou pela minha gravata e ficamos cara a cara. Ele ficou mais vermelho e quando eu fui questionar ele selou nossos lábios. De inicio ele comandou o beijo, mas eu logico não deixei mais do que isso e meti minha língua. Agarrei o cabelo dele e o mesmo gemeu entre meus lábios. Isso me deu uma sensação boa. Desci minhas mãos do cabelo pra nunca e logo em seguida pro pescoço dele. Percebi somente agora que ele é muito fofinho.

 

Falei com uma voz rouca no ouvido dele. –Você tem certeza disso?

 

-Nunca tive tanta certeza na minha vida.

 

Embrulhei-nos com o cobertor e comecei a passar minha mão sobre a cintura dele. Ele é cheinho. Fofo, fofo, fofo, FOFO! Apertei o local e ele soltou um sorriso.

 

-Se voce não quiser fazer comigo porque sou gordinho, tudo bem.

 

-NÃO! Eu quero. Eu quero voce...meu goudinho...

 

Ele envolveu os braços no meu pescoço logo em seguida enterrou o rosto ao lado do braço. Eu entendi isso como um consentimento e pus minha mão por dentro da cueca azul dele. Apertei a bunda dele. E que bunda! Passei meus dedos sobre a entrada dele e o mesmo gemeu. Ele nunca nem deve ter inserido um dedo nele. Pronunciei-me.

 

-Peço desculpas antecipadamente...

 

Quando ele ia perguntar o porque eu enfiei meus dedos na boca dele e o mesmo chupou. Após ele chupar eu direcionei meus dedos de volta a entrada dele e inseri o primeiro dedo. Ele soltou um gemido abafado pois ele mordeu o meu ombro pra abafar o mesmo. Eu senti dor mas nem liguei. Ao ver que ele se acostumou com o primeiro dedo eu fui logo enfiando o outro. No terceiro dedo eu beijei ele pois meu ombro já não aguentava mais os dentes dele enfiado kkkk. Quando ele percebi que ele já esta preparado. Pedi pra ele sentar de costas em cima de mim. Virei o rosto dele pra darmos um beijo e aproveitei a oportunidade pra enfiar de uma vez todo dentro dele. Ele gritou e acabou mordendo meu lábio inferior. Ficamos um tempo parados, ele respirou fundo e mexeu a fofura da cintura dele. Eu comecei a me movimentar enquanto masturbo ele. O fofo foi mais rápido e gozou antes de mim. Depois de muitas estocadas eu gozei dentro dele. Caímos exaustos na cama. Dessa vez ele ficou bem quietinho na cama. Eu fiquei observando ele dormindo e acabei por dormir também.

 

Autora-on

 

...

 

Yuuri abriu os olhos lentamente e olhou ao redor. Ele esta no quarto dele. E o que foi aquilo? Um sonho? Mas...foi tão real.

 

O outro Yuri que é chamado de Yurio apareceu no quarto o olhando com os olhos semicerrados. –Foi muito real. Eu fui te buscar e acabei te vendo com outro cara. Eu te trouxe e deixei o outro cara lá. Não me culpe por ter sido violado pois foi voce quem sumiu do nada ontem.

 

-QUEEEEEEEEEEEE?

 

...

 

-Jean? O que estou fazendo aqui no chão do seu carro?

 

-Eu fiquei com pena de voce e voltei pra te buscar. Voce passou o resto da madru com um garoto!

 

Então aquilo foi real? Eu..ai! toquei meu ombro e a marca da mordida ainda esta aqui. Queeeeeee? E a coisa fofa cade?

 

-E o menino? Voce o viu? Ele acordou? Vocês conversaram?

 

-Não. Quando eu entrei ele já estava saindo com um loiro.

 

-QUE LOIRO?

 

-E eu vou saber? Se bem que aquele loiro me pareceu familiar...*sussurrou pra si mesmo a ultima parte*


Notas Finais


Espero que tenha gostado...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...