História Meu guarda costas - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 16
Palavras 1.129
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


De voltaaaaaaaaaa, então gente só queria dizer que estou quase morta depois dos tiros de hoje, mas enfim espero que gostem de mais um capítulo e boa leitura.

Música tema que me deu inspiração: River Flows In You - Yiruma

Capítulo 10 - Aliados


Fanfic / Fanfiction Meu guarda costas - Capítulo 10 - Aliados

“Uma das maiores felicidades de viver é poder continuar a fazer novas amizades pela a vida a fora”

(Desconhecido)

POV Jimin

Assim que mostrei para Luna o casal na foto e comparei com as gravações das câmeras ela olhou pra mim tão surpresa quanto eu

- Se eles são mesmos do FBI, porque raios eles invadiriam minha casa? Não seria mais fácil me contatar? – Ela pergunta e em seguida suspirando diz: – Já não estou entendendo mais nada

- É melhor fazermos o que seu pai pediu afinal se ele mandou ligar para eles então é porque eles são confiáveis, ele não falaria isso se tivesse algum perigo – Digo pegando o telefone e discando o número e depois da terceira chamada um homem atendeu mal humorado

- Alô, é o agente Suga falando?

- Depende, quem tá falando? – Ele diz em um tom muito mal educado me tirando a paciência que restava, cara mais sem educação ninguém merece

- É ou não é? – Digo irritado e ouço a pessoa do outro lado bufando, mas de repente uma voz feminina se faz presente no telefone

- Oi, desculpa meu colega ele é assim mesmo, mas sim ele é o agente Suga e eu a agente B em que posso ajudar?

- É que me deram instruções para ligar para vocês, mais especificamente Kim Kang-Dae – Eu respondi sob o olhar atento da Luna, depois de alguns segundos em silêncio a moça responde

- Ela está com você? Quero dizer a filha dele Kim Luna, ela está com você?

- Sim

- E ela está segura? – A agente perguntou novamente e eu a respondi dizendo que sim

Depois de respondê-la ela pediu para falar com a Luna e então passei o telefone para ela, alguns minutos depois, Luna desliga o telefone e começa a guardar as coisas dentro da gaveta a trancando de novo, depois vai à janela e olha fechando as cortinas em seguida

- Então, não vai me dizer o que ela disse? – Perguntei encostando-me à parede

- Ela perguntou se meu pai tinha deixado algo para ela e eu disse que sim, depois ela falou para guardar em um local seguro e ter bastante cuidado com isso e por ultimo ela falou que hoje à noite o parceiro dela e ela irão vir aqui para buscar a pasta – Ela respondeu verificando se a gaveta estava realmente trancada, parecia que a qualquer momento ela ia surtar

- Okay eu vou avisar os seguranças para ficarem atentos a qualquer estranho que aparecer enquanto eu faço isso você deveria descansar parece que você a qualquer momento vai surtar e eu não sei lidar com esse tipo de coisa – Eu falei saindo do escritório vendo-a me lançar um olhar mortal e mostrar língua pra mim acabei sorrindo sem querer, mesmo de luto ela ainda tem o dom de agir como uma mimadinha, mas pelo menos não está chorando e isso me deixa aliviado

As horas foram passando e quando vi já estava quase na hora do encontro com os agentes, como tudo estava calmo resolvi andar pelo jardim pra tentar relaxar um pouco e pensar na vida

- O médico que eu mais admirava se foi e me deixou um fardo que talvez eu não consiga carregar

- Sabe que não precisa carregar esse fardo – Diz Luna atrás de mim me tirando dos meus pensamentos

- Eu prometi ao seu pai Luna e vou cumprir, quando toda essa confusão acabar aí sim eu não precisarei mais te proteger então cada um pode seguir sua vida – Eu digo olhando em seus olhos, ela ia dizer alguma coisa quando uns dos seguranças avisam que duas pessoas estavam no portão

- Deve ser eles, podem deixar entrar, mas fale para que entre sem carro – Eu dou a ordem para o segurança e entro acompanhado da Luna

- Luna fica atrás de mim só no caso de acontecer alguma coisa

- Você fala como se fosse um colete a prova de balas, mas você é humano que pode se machucar então não eu não vou ficar atrás de você – Ela diz e cruza os braços, eu suspiro e pego sua mão a colocando atrás de mim

- Quando assinei o contrato de guarda costas eu concordei em protegê-la com a minha vida então deixa de teimosia e fica quieta aí – Assim que terminei de falar os agentes entram

- E então, cadê a pasta? – O Suga diz impaciente

- Eu acho que isso não tem pressa – Digo mostrando minha irritação com sua impaciência vendo ele me lançar um olhar mortal

- Desculpe meu parceiro ele se esqueceu de como usar a gentileza – A agente diz e estendendo a mão diz: - Eu sou a agente B é um prazer conhece-los

- Eu sou Park Jimin e essa é a filha do Kim Kang-Dae – Falei dando um aperto de mão e revelando Luna atrás de mim

- Muito prazer eu sou Kim Luna, por favor, queiram se sentar – Luna diz saindo de trás de mim e guiando o casal de agentes até o sofá

- Sem querer ofender, mas vocês podem mostrar o distintivo pra nós – Eu digo só para ter certeza de quem não corremos perigo

- Claro, Suga mostra o seu – A agente B diz mostrando o dela, vendo que seu parceiro não queria mostrar ela arrancou da mão dele e nos mostrou

- Antes de entregar eu quero saber se nós dois vamos entrar no programa de proteção a testemunha? Afinal eu e ele somos testemunhas do assassinato dos meus pais – Luna fala deixando todos surpreendidos

Por um momento o Suga olha para a parceira dele e depois muda completamente seu comportamento, - Claro, vamos falar com o nosso chefe e depois contatamos vocês, alias quero me desculpar minha grosseria – Ele diz me pegando de surpresa

- Tudo bem agente Suga, eu vou pegar a pasta – Luna diz e em seguida sai da sala voltando logo em seguida com a pasta e entregando a eles

Eles olhavam o conteúdo da pasta atentamente enquanto nós aguardávamos, quando terminaram se levantaram dizendo:

- Bom temos que ir agora, mas amanhã passaremos aqui Luna para falar sobre o programa de proteção a testemunhas – Agente B fala

- Vocês estão em hotel? Se quiserem podem ficar hospedados aqui, e também me sentiria mais segura com mais pessoas protegendo a casa

- Eu também acho uma boa ideia – Digo quando o casal me olhou como se procurasse permissão

- Tudo bem iremos pegar nossas coisas e voltaremos aqui

Quando eles foram embora me sentei no sofá sentindo meu corpo tenso, olhei para a Kim e ela parecia pálida

- Você está bem? Perguntei já preocupado com ela porem não houve resposta, pois a mesma caiu no chão da sala completamente desmaiada.


Notas Finais


E agora? espero que tenham gostado e não deixem de comentar suas opiniões isso é muito importante para o andamento da historia, no proximo capítulo teremos novos personagens então fiquem ligadinhos.

Ps: A Bruna será interpretada nas capas dos capítulos pela Bella Thorne, a Clara pela a atriz Lily Collins e a Rayle pela a minha diva querida e maravilhosa Emma Watson, a Bianca eu ainda estou pesquisando então querida Bia se você estiver lendo e tiver sugestão de atriz para te representar por favor se manisfeste.

Agradeço se você leu até aqui e ate o próximo

Tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...