História Meu Guardião - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mu Online
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasia
Visualizações 20
Palavras 1.138
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal, esse capítulo está um pouco diferente, pois eu usei Pv's, ponto de vista dos personagem, ou seja, quem narra é um dos personagens. (N/A: Avah!)
Espero que gostem e desculpe qualquer erro ortográfico. Boa leitura

Capítulo 16 - Declaração


Fanfic / Fanfiction Meu Guardião - Capítulo 16 - Declaração

Capítulo Anterior:~

(ken):-O prazer é todo meu. --beija a mão da garota e sorri.

Agora:~

Shiro:~

Gosto de levantar cedo para andar na floresta ao redor da cidade, mas hoje perdi a hora, acordei e Lin não estava no outro quarto, talvez você não saiba, mas após a reconstrução de Lorencia, compramos uma casa aqui; todos os dias vou a taberna ver se há  alguma missão, que não seja perigosa, não sou idiota ao ponto de coloca-la em perigo, mas ela sempre me surpreende, está mais forte, ágil e nossa conexão está crescendo e se fortificando; eu já tenho a certeza de meus sentimentos, eu a amo, quero aproveitar cada momento com ela, a protegerei com minha vida se necessário, não sei o que ela pensa por isso não digo nada, ou talvez seja egoísmo meu; essa garota me mudou de forma surpreendente, nem eu acredito no que estou dizendo agora, eu?! Falando de amor?! É um acontecimento lendário. Eu vou dizer a ela que eu a amo, mas não sei o momento certo. Bom, mudando de assunto...

Hoje, Lorencia está mais tranqüila, gosto de deitar sobre os telhados das casas, e você já sabe o porque, bem óbvio. Vejam só quem está ali, Lin... *riso nasal*  e kage...*revira os olhos*. Tudo bem, vou manter a calma, para não matar ele muito menos aquele...quem é aquele? Ah não! Não não não! Quem ele pensa que é para toca-la assim? 

"Você está bem?"-Lin

Ouvir essa voz meiga e suave é tranqüilizante.

" UI! Fui descoberto!*riso*"-Shiro

"*Riso*"-Lin

(Lin):-Tenho que ir, com licença...--fala à Ken e Kage.

(Kage):-Aonde vai? --segura o braço da menina.

(Lin):-Shiro e eu pegamos uma nova missão, em Davias, um dia de viagem, em dois dias estaremos de volta. --sorri.

(Kage):-... --solta a garota.

(Ken):-Acho que vou indo também. --se retira.

Não sei porque, mas não gosto daquele homem, sua energia não é de um cavaleiro... Comum.

(Lin):-Vamos?

(Shiro):-...

Nós iniciamos nossa viagem para Davias, uma missão um pouco mais difícil, já que ela vive "enchendo o saco" pedindo uma missão mais difícil.

(Lin):-O que você têm?

(Shiro):-Olho, nariz, boca...

(Lin):-Estou falando sério!

(Shiro):--riso --Por que?

(Lin):-Você têm estado distante ultimamente. 

(Shiro):-Impressão sua.

(Lin):-Você ainda não confia em mim?

Aquela frase perfurou meu peito, dilacerando meu coração, eu não lhe passava confiança? Ela dúvida de mim? Talvez o "vou contar meus sentimentos, mas não sei o momento certo" esteja me afastando dela, por dúvida, por medo de feri-la ou não poder viver com ela e ter uma família, sim, eu penso isso, mas eu não sei se devo me abrir agora, não! Shiro! É isso que está te afastando. 

(Shiro):-Confio! --dou um peteleco na testa dela --Você que se preocupa de mais. --continuo andando -- Tcs!

Lin:~

Eu ouvi perfeitamente aquele "tcs",ele faz isso quando está frustado; foi algo que eu disse? Me dói muito vê-lo assim, eu o amo... não! Espera! Eu disse isso mesmo?! Não! Lin! Ele é seu guardião, você não pode nutrir esse sentimento por ele! Mas meu coração aquece quando o vejo, me sinto protegida quando estou perto dele, percebi esses sentimentos quando ele me abraçou uma vez, me envolveu naqueles fortes braços, um toque e sensação que nunca vou esquecer. Eu nunca terei uma vida tão íntima com ele, deve pensar que sou infantil... Despreocupada, ou coisa semelhante. Talvez hoje seja o dia de dizer como me sinto, mas e se ele me recusar? E se dizer que sou infantil? Que só dou trabalho... Que sou irritante, como agora a pouco, fazendo aquela pegunta, Isso seria humilhante! Seria como transpassar um espada no meu peito, não, acho que a espada doeria menos, pois eu realmente o amo, preciso lutar por isso.

(Lin):-S-shiro.

(Shiro):-Hm?

(Lin):-Você já pensou em ter uma família?

(Shiro):-... --para de andar

UI! Ele parou, acho que falei o que não devia.

(Shiro):-Já. --continua andando

(Lin):--suspira aliviada.

(Shiro):-Por que?

(Lin):-Se você tivesse um filho, que nome daria à ele?

Shiro:~

De alguma maneira esse assunto fez eu sentir a temperatura do meu corpo subir, sera que eu estava vermelho? É um pouco constrangedor falar sobre isso, justamente com ela. Ok Shiro, aja naturalmente.

(Shiro):-Eu deixaria essa escolha para minha esposa. Mas isso não importa, por que sou um guardião, nunca teria uma família.

Acho que isso foi natural de mais, chegou ao ponto de ser considerado ignorância.

(Lin):-Por que pensa isso?

(Shiro):-Porque é a verdade.

Não Shiro! Você está sendo mais ignorante ainda. Não! Espera! Por que ela está me fazendo essa pergunta?

(Shiro):-Por que está perguntado isso tão repentinamente? 

(Lin):-...nada...

(Shiro):-Sou um gato, odeio "nadar" --riso

(Lin):-Desde quando faz piada? --arqueia a sombrancelha.

"Desde que você entrou na minha vida", era o que queria responder; e sem pensar, foi exatamente o que disse.

(Shiro):-Desde que você entrou na minha vida.

Ela olhou para mim de uma maneira que não sei dizer o que ela pensava, e saber o que ela pensa é o meu hobby; quando a olhei pude ver seu rosto violentamente corado, e eu gostei disso.

(Shiro):-Que foi? --arqueio a sombrancelha e tento manter a formalidade de sempre, mas por dentro estava em chamas.

(Lin):-N-nada...--desvia o olhar --Eu só queria puxar assunto...

Nunca a vi corada, realmente ela fica bela de qualquer maneira. Deveria ter sido mais gentil.

(Shiro):-Perdão, não fui muito gentil. --paro a caminhada e a olho nos olhos --Bom, e você, " já pensou em ter uma família?" --continuo a trilhar o caminho.

(Lin):-Já... bem... Não exatamente, acho que não estou preparada para esse assunto.

(Shiro):-... Por que?

(Lin):-Não sei... Me acho infantil, descuidada...

(Shiro):-Você não é infantil...

(Lin):-Sou sim...

(Shiro):-Não é não...

(Lin):-Eu acho que sou...

Por kami, que teimosa, e isso é tão... Tão... Tão... Irresistível. Eu instintivamente a trouxe para mais perto de mim e a beijei com ternura, quando dei conta do que fiz, já explorava cada canto de sua boca, pensei que ela fosse resistir, mas ela correspondeu; pude sentir suas mãos na minha nuca puxando levemente meus cabelos, ela realmente me enlouquecia, eu a aproximei ainda mais de mim, colando nossos corpos, pude sentir o calor dela e aprofundar ainda mais aquele beijo, até nós o interromper para recuperar o fôlego. Pousei minha testa sobre a dela e fitei aqueles olhos cor caramelo, únicos, tudo nela me agradava. 

(Lin):-S-shiro... --cora

(Shiro):-Pare de colocar defeito em si, pois são esse pontos que aprecio em você, se você for descuidada, eu cuidarei de você, se você é infantil, saiba que é o que mais amo em você é sua inocência, se você não se sente preparada, saiba que estarei aqui, lhe esperando o tempo que for necessário até que se sinta segura de si, pois nunca houve e nunca haverá outra semelhante à você, de que tal modo me agrade e me desperte o desejo que viver ao lado.

 


Notas Finais


Pensei que escrever a história no Pv's seria melhor, eu gostei.
E você? O que achou?
Eu escrevo somente Pv's, narração mesmo ou meio termo?. Dê sua opinião!
Obrigada a você que acompanham a fic e as outras também.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...