História Meu híbrido《●○》YoonSeok - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Boyxboy, Hoseok, Kookpuro, Ommajin, Taehyung, Yoongi, Yoonseok
Exibições 118
Palavras 902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Científica, Lemon, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente a fic está sendo postada no watpaad também lá ela está mais avançada, essa é a minha primeira fic então se algo estiver com problemas de coerência por favor me fale! Críticas são bem vindas.
Boa leitura

Capítulo 1 - (●-○)


Povs hoseok

Estava em casa jogado no sofá assistindo TV sem interesse nenhum, havia acabado de chegar da academia de dança,estava acabado, passava algum tipo de reportagem sobre um híbrido fugitivo na televisão a qual não dei a mínima atenção, resultado tédio extremo! Fazia muito tempo que não sentia tanto tédio, estava acostumado com a minha vontade de sair pulando como uma gazela ambulante,mas fazer o que? As vezes acontece.

Depois de mais alguns minutos não aguentava mais ficar desse jeito era muito ... parado. Então decidi dar uma volta no Park perto de minha casa, peguei meu casaco e sai de casa.

Passando por alguns quarteirões cheguei ao local e me sentei me no Banco ao lado do briquedo que eu carinhosamente apelidei de casinha, eu me escondia lá quando as outras crianças eram más comigo, então eu ia para a casinha e chorava, eu me escondia ali porque eu não queria que eles me vissem chorando.

Minhas memórias não muito boas daquele brinquedo foram interrompidas por um soluço vindo do mesmo, pensei em ignorar, mas se fosse uma criança nessa hora da noite perdida,nunca iria me perdoar,minha consciência pesaria pelo resto da minha vida.

Me levantei do banco que estava sentado e me abaixei para entrar no briquedo vendo uma figura pequena encolida enquanto abraçava seus joelhos chorando de costas para mim, me aproximei da figura com orelhas de gato? E toquei seu ombro dando o sorriso mais simpático que conseguia.

- Hey, venha vamos para a casa. - disse calmo ainda sorrindo.

Ela se virou de frente limpando os olhos rapidamente, e então bateu em minha mão e me empurou ele me olhava de uma forma tão fria que queria me encolher de medo,mas ele precisava de ajuda! Então tentei tocar nele de novo,mas...

- toque em mim de novo que eu arranco seu seu pinto com uma colher. - ele falou se afastando de meu toque.

- calma eu só quero ajudar, venha comigo - disse oferecendo minha mão.- você não parece ter para aonde ir... Eu só quero ajudar.

-ajudar é  o meu cú! Em pleno século XXI ninguém ajuda estranhos sem motivo!- ele disse desconfiado.

Abri e fechei minha boca várias vezes para contestar o que o garoto disse, mas ele tinha razão as pessoas não ajudam umas às outras sem um motivo oculto, no meu caso era o peso na consciência, mas ao invés de deixa-lo sozinho eu simplesmente disse em voz baixa.

- mas você estava chorando.

Ela ficou em silêncio por algum tempo, mas logo depois me puxou para sentar ao seu lado no brinquedo.

- só cala a boca e fica ai não quero ficar sozinho.

Meus olhos já estavam se acostumando com a escuridão, pude ver suas bochechas inflando enquanto ele olhava para o outro lado, provavelmente emburrado. Eatavamos naquele silêncio gostoso e eu estava quase dormindo tive um dia cheio.

- Min Yoongi -ele disse cortando o silêncio.

Eu pisquei confuso por alguns segundos ainda com sono. Ela suspirou impaciente.

- é o meu nome sua anta acéfala. - falou se virando para mim.

Nesse momento eu vi um Deus, ou alguma outra criatura divina porque pura que pariu! Nunca vi algo mais bonito na minha vida, poderia até falar fofo contanto que ele mantivesse a boca fechada. Ele me encarava como se eaperasse algo, ah claro! Ele acabou de se apresentar.

- Jung Hoseok, prazer. - falei.

Ela acentiu com a cabeça e voltou a olhar para o outro lado, então eu decidi olhar as horas no celular.

- PUTA QUE PARIU! - gritei fazendo menor se assustar- desculpe, é  que amanhã eu preciso a acordar cedo e já são 1:49 da manhã.

-ah... - foi a empolgante resposta dele.

Me levantei saindo da casinha esperando pelo garoto, mas ele nao se mexeu.

- Yoongi? - ele olhou pra mim abraçando as pernas, eu quase morri de diabetes- você não vem? Não pode ficar aí para sempre.

Ele claramente inseguro sobre a   situação saiu de dentro do brinquedo, exibindo as orelhas de gato e uma cauda, ele estava vestido com uma roupa Branca um pouco suja e rasgada, parecida com camisolas de hospitais, só que rasgadas, decidi não comentar sobre.

- se você tentar algo comigo - ele olhou sério para mim- vai acordar com seu órgão genitario em uma frigideira.

Eu engoli em seco, era impressionante como alguém com aparência tão adorável e estatura tão pequena conseguia me dar mais medo que alguns valentões.

- prometo! - disse levantando a mão em um ato infantil.

Ele sorriu levemente com isso, e meu Deus! que sorriso, multiplica senhor. Ele estava tremendo de frio, também com uma roupa dessas qualquer um fica com frio.

- pega- eu estendi meu casaco para ele.

Ele pegou e a vestiu mais rápido que o the flash, o casaco já ficava grande em mim, agora em yoongi ficava adoravelmente grande indo um pouco mais a baixo que o joelho.

- agora vamo logo- ele falou nervoso- sabe eu fuji... a polícia está atrás de mim...

- O QUE VOCÊ FEZ!?- eu me assustei, meu Deus polícia.

- sabe tenho certeza que já devem ter avisado de um híbrido fugitivo em algum lugar- ele falou incrédulo - como alguém pode ser lerdo o suficiente para não somar 2 2!?

Eu fiz um biquinho magoado, e fomos andando rapidamente para casa sem a polícia nos ver



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...