História Meu improvável herói - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Iris, Kentin, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Priya, Violette
Tags Amor Doce, Drama, Romance
Visualizações 82
Palavras 1.393
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa noite! Estou aqui com mais um capítulo para vocês.
Por que estou acordada até essa hora sendo que preciso acordar daqui 3h para ir a faculdade? Bom... Eu tive que aproveitar meu momento de inspiração, se não este cap demoraria uma semana, ou um mês para ser postado.
Boa leitura! :)

Capítulo 17 - Capítulo 17


Ao entramos no Blue Note vejo Lys conversando com seu irmão. Ele olha em nossa direção e sorri para mim.

- Oi Alice. Como você está? – Pergunta ao nos aproximarmos.

- Não muito bem... Depois te conto melhor. – Respondo com sinceridade.

- Olá querida! Estou feliz que tenha vindo mais cedo. Os rapazes estão te esperando nos bastidores. – Diz Leigh ao me cumprimentar. Despeço-me de todos e vou conversar com a banda. Mostro para eles as músicas que gostaria de tocar naquela noite e pergunto quais são suas opiniões sobre o repertório. Assim que entramos em um acordo, seguimos com o ensaio. Enquanto estou cantando, esqueço totalmente todos os meus problemas e me sinto mais leve.

 Depois de uma hora, damos uma pausa e eu sigo para o camarim. Lysandre já estava a minha espera.

- Uau... Pelas músicas, percebo que algo muito grave ocorreu. Quer conversar sobre? – Eu não tenho muita certeza se devo me abrir com ele... Por mais que demonstre se importar comigo, não consigo me sentir a vontade para falar de meus problemas como fiz com Castiel. Por isso, decido resumir:

- Bem... Você sabe que andam tendo alguns conflitos lá em casa... Um deles é sobre eu cantar aqui. Minha mãe não gostou muito da ideia, então me expulsou.

- Isso é muito grave, Alice..! E você tem onde ficar? Se quiser, eu te ajudo, em qualquer coisa que precisar. – Sua reação é tão desesperada que começo a rir. – Por que está rindo?

- Eu não sei... Talvez porque quem deveria estar enlouquecendo com a situação seja eu? Obrigada por se preocupar comigo, mas eu vou dar um jeito. – Tento demonstrar confiança, e pelo visto funciona, pois ele aparenta estar mais aliviado.

- Acredito em você! – Seu sorriso é contagiante... Mal consigo perceber quando o acompanho no gesto.

- Eu preciso voltar para o palco...

- Acho que você já se esforçou o bastante por hoje. Descanse um pouco até a hora da apresentação. – Decido seguir seu conselho.

- Rapazes, muito obrigada pelo ensaio, vocês são incríveis! Mas está na hora de descansarmos para mais tarde. – Digo ao me aproximar do pessoal.

- Tem razão, Alice. Vamos pra casa galera. – Diz Parker, o baterista. Ele e os outros recolhem suas coisas, despedem-se de mim e vão embora. Ao chegar perto de meus amigos, sinto falta da presença da Rosa e do meu chefe.

- Onde estão esses dois? – Pergunto.

- Ah, o Leigh convidou a albina para comer algo. – Responde Lila. – É... Parece que vou ser a única solteira nesse grupo. Até o Alexy está namorando.

- Não diga: “até o Alexy” como se eu fosse nada! – O azulado fica indignado.

- Está mesmo? Parabéns! Quando posso conhecê-lo? – Estou curiosa para saber quem é o sortudo.

- O nome dele é Kentin. Estava pensando em chamá-lo para vir hoje a noite.

- Ele pode vir, com certeza! Hum... Pelo jeito hoje apenas você vai me arrumar, não é?

- Fique tranquila, eu dou conta! – Pisca para mim.

- Então vamos logo com isso, já é tarde! – Comenta Lila ao olhar seu relógio de pulso.

- Você irá me ver hoje à noite? – Pergunto para Lysandre. Ele pega em minha mão e deposita um beijo carinhoso na mesma:

- Com toda certeza. – Fico vermelha na hora e sou arrastada por minha amiga até o camarim, sem ao menos conseguir me despedir.

- Caramba... Até eu fiquei com calor depois dessa. – Diz Alexy ao entrarmos no cômodo.

- Poxa Li, você nem me deixou dar “tchau” direito!

- Ah, relaxa. Vocês irão se ver depois mesmo. Agora devemos nos concentrar em você!

Desta vez eu quis estar o mais simples possível. Meus cabelos estavam soltos e ondulados nas pontas, a maquiagem leve. Escolhi um vestido xadrez vermelho, com mangas até os cotovelos e laço na cintura. Coloquei meus queridos coturnos marrons e me senti mais do que preparada para o show.

- Está linda amiga. Obrigada pela ajuda Lexy.

- É o mínimo que posso fazer. Boa sorte Alice! Vou ver se encontro o Kentin lá na entrada. – Quando fico sozinha com Lila, ela olha para mim, muito séria:

- Alice sei que está passando por muita coisa, mas eu quero que me prometa sempre pensar várias vezes antes de decidir algo importante. Estarei ao seu lado para o que for preciso.

- Tudo bem... Eu prometo. Obrigada por ser essa amiga tão especial. Eu não sei o que seria de mim sem você... – Não suporto mais e a abraço bem forte.

- Pode contar comigo... Agora vai lá e mostre para todos o seu talento! – Me esforço ao máximo para não deixar as lágrimas escaparem e vou até o palco. Cumprimento cada um dos meus companheiros e juntos aguardamos a abertura das cortinas. Quando finalmente estamos de cara com o público respiro fundo e pego o microfone:

- Boa noite pessoal! Muito obrigada pela presença de cada um de vocês. Agora vamos iniciar a noite com uma música que irá lhes mostrar a importância de seguir nossos sonhos, de sermos quem somos sem medo! – Recebo com imenso prazer os aplausos da plateia. Olho para os meninos e fazemos a contagem silenciosa. No três, dão início aos primeiros acordes:

- I stare at my reflection in the mirror

Why am I doing this to myself

Losing my mind on a tiny error

I nearly left the real me on the shelf

No, no, no, no – Começo cantando suavemente, aumentando o tom aos poucos.

- Don't lose who you are, in the blur of the stars

Seeing is deceiving, dreaming is believing

It's okay not to be okay

Sometimes it's hard

To follow your heart

But tears don't mean you're losing

Everybody's bruising

Just be true to who you are – Mesmo sofrendo neste momento com a negação de minha mãe, sei que não devo desistir de seguir meus objetivos. Eles fazem de mim quem sou de verdade.

- Who you are, who you are, who you are

Who you are, who you are, who you are

No no no no no no no

Who you are, who you are, who you are

Who you are, who you are, who you are – Cada voz que se junta a minha é uma força a mais...

- Brushing my hair, do I look perfect?

I forgot what to do to fit the mold

The more I try, the less it's working

Cause everything inside me screams

No, no, no, no, no, no, no – Sempre fiz de tudo para cumprir com os desejos de Katherine, me deixando cada vez mais de lado... Mas eu cansei de tudo isso. Chega! O refrão vem com força total, fazendo-me pensar que finalmente estou livre para voar e seguir meu próprio caminho.

- Yes, nos, egos

Fake shows like woo

Just go, and leave me alone

Real talk, real life, good luck, good night

With a smile

That's my home, yeah

That's my home

No – Não preciso temer. Tenho pessoas maravilhosas ao meu lado... Não estou sozinha.

- No, no, no, no, no

Don't lose who you are, in the blur of the stars

Seeing is deceiving, dreaming is believing

It's okay not to be okay

Sometimes it's hard

To follow your heart

But tears don't mean you're losing

Everybody's bruising

Just be true to who you are

Yeah, yeah – Ao finalizar a canção, estou tremendo da cabeça aos pés. As pessoas estão aplaudindo totalmente maravilhadas com a apresentação! Não aguento e caio de joelhos, sentindo meu rosto molhado. Estou tão emocionada que mal consigo me mexer. As cortinas se fecham e sinto alguém me pegar no colo com extremo cuidado, levando-me para trás do palco. Olho para cima e vejo Lysandre. Ele senta em uma cadeira, comigo ainda em seus braços e começa a limpar as lágrimas de meu rosto.

- Você estava incrível... Senti a emoção da música em cada nota! – Seu rosto é um misto de preocupação e orgulho.

- Eu preciso voltar pra lá...

- Nada disso. Tem que dar uma pausa... Tentar se recompor.

- Lys, muito obrigada por estar aqui hoje. – Ele tem sido um ótimo amigo, mesmo nos conhecendo há tão pouco tempo.

- Eu não deixaria de te ver por nada... – Seus olhos me hipnotizam, dando uma sensação de paz e calmaria. No instante seguinte, seus lábios estão colados aos meus.


Notas Finais


Beijos e até a próxima!! hahaha
Link do vestido da Alice: http://www.stonerockstore.com/pd-1BA71E.html
Link da música: https://www.vagalume.com.br/jessie-j/who-you-are-traducao.html


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...