História Meu irmão é o famoso G-Dragon! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, Pentagon (PTG)
Personagens D-Lite (Daesung), E'Dawn, G-Dragon, Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Álcool, Escolar, Imagine, Incesto, Romance, Sadomasoquismo, Sexo, Violencia
Visualizações 357
Palavras 3.565
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


NOTA: O cabelo ( a cor) e a roupa mostra como G-Dragon está em uma das cenas! Então leiam com atenção! Eai amores! Tudo bom? A tia ta de volta com um capítulo gigantesco! Espero que gostem! Desejos a todos uma Boa leitura!

Capítulo 3 - Presente, passado e futuro?


Fanfic / Fanfiction Meu irmão é o famoso G-Dragon! - Capítulo 3 - Presente, passado e futuro?

No primeiro momento, S/N não prestava atenção na mulher abraçada com seu irmão, mas sim no E’dawn que estava conversando com uma outra garota, que na opinião dela era muito  atraente.

- Quem é você? – Perguntou CL vendo o rosto novo ao lado de Ji-Yong. Questionado se poderia ser mais um dos seus relacionamentos curtos.

- Ela é minha irmã. – O rapper se intrometia percebendo que CL estava sendo ignorada. Mas não foi de propósito, S/N não conseguia desviar os olhos do grupo Pentagon, especificamente em E’dawn.

- Nossa! Vocês não se parecem em nada! – Afirmou CL observando cada parte do rosto da menina, Nisto a pequena finalmente percebeu que estavam falando com ela.

- Você é a senhora que beijava Ji-Yong na apresentação de ontem, não é? Meu nome é S/N Prazer em conhecê-la. – Disse a menina curvando-se em respeito. No entanto, havia agido arrogantemente o que fez CL ficar sem graça por ser chamada de senhora e Ji-Yong a fita-la com raiva.

- Bom... Aquilo foi apenas encenação..- Respondeu CL ainda envergodoa, logo continuou:

- Você deveria achar mesmo é seu irmão e IU. – CL sorria para G-Dragon fazendo com o rosto do rapaz se tornasse vermelho. Ji-Yong havia tido um caso de dois meses com a cantora, mas não queria contar sobre isso para a irmã. Por algum motivo, não desejava que soubesse sobre seus antigos relacionamentos.

- Você também está aqui pra gravar? Que música vai cantar? - Ji-Yong tentava mudar de assunto enquanto sua irmã olhava fixamente para conversa de E’dawn.

- Porque está mudando de assunto? Ela é sua irmã! Provavelmente a menina vai gostar da IU. – Aproveitando que sua irmã estava distraída, o rapper fez sinal para que CL não tocasse mais no assunto.

- Eu não me importo. – Respondeu a menina ao voltar a presta atenção na conversa, porém, o assunto não duraria muito porque o diretor chamou o rapper para conversa deixando CL sozinha com a garota.

A mulher reparou que a menina estava observando o grupo novo deduzindo então que seria uma fã.

- Por que não vai conversar com eles? Aproveita que seu irmão não está aqui. – Disse a mulher, logo a pequenina concordou caminhando lentamente em direção ao grupo tentando tomar coragem para falar com E’dawn depois de tanto tempo. Na verdade, não sabia o que dizer para ele, não poderia perguntá-lo na frente de todos o porquê ter a deixado ir para casa sozinha e ficar sem fazer contato por tanto tempo. “Porque agiu assim?” Ela questionava em seus pensamentos o que desejava dizer a ele. Haviam muitas perguntas, mas nenhuma delas poderiam ser respondidas agora.

S/N respirou fundo antes de falar com os meninos, pois, não estava ali apenas por E’dawn. Realmente era uma universe que acompanhou os meninos no pré-debut chegando a chora de felicidade quando soube que E’dawn seria um dos membros. Para ela, era junção perfeita: o rapaz que gosta e o grupo que gosta.

- Oi bolinhos... Podem me dar um autógrafo? Sou uma universe. – E’dawn ficou perplexo ao ver a menina, logo pensou que a mesma veio por ele.

- Como entrou aqui? Este lugar é restrito. – Questionou Hui tristemente. Logo Jinho acrescentou:

- Verdade, poder ser perigoso..- O mais velho pegou o papel e caneta assinando na mesma hora.

- O que faz aqui S/N? – Perguntou E’dawn mesclando preocupação.

- Ji-Yong me pediu ajuda. – Respondeu sentindo que não existia mais intimidade entre ela e o amigo.

- Ah! Então vocês são amigos? Por que não falou sobre isso E’dawn? – Perguntou Yuto. Durante isso a garota percebeu que E’dawn estava apagando sua amizade, pois, não falou sobre a amizade que tiveram com o grupo que ama. S/N lembrava muito bem de ter pedido para ele falar sobre seu amor pelo grupo e lembra mais ainda da resposta dele “eu já falei com eles.” Tudo não passava de uma grande mentira.

- Foi engraçado quando nos chamou de bolinhos..- Disse o sorridente menino Yeo one assinando o papel.

Após a breve reunião com o diretor, Ji-Yong começou a procurar pela sua irmã naquele imenso salão, Perguntando para os ídolos se haviam visto uma garota de vestido florido. Não demorou para o ódio mesclar no seu rosto, afinal, o rapper avistou sua irmã sorrindo ao conversar com o moleque que tanto odiava. Seu maior questionamento era o porquê dela sorrir para ele e quase nunca para seu próprio irmão. Aquele tratamento diferente só poderia ser uma coisa: amor. E o rapper não gostava nada disso.

- Preciso da sua ajuda, S/N. – Sua voz ríspida mostrava o quanto ficou irritado. Agora, os membros do pentagon estavam espantados e felizes ao ver o ídolo deles tão perto. Pensaram que só teriam essa chance quando se tornassem mundialmente famosos.

- Tudo bem. Vamos. – Respondeu a menina chateada com a atitude estranha do irmão, pois, esse tempo todo a deixou segurando um celular, por que precisaria da sua ajuda agora?

Os meninos não sabiam o que dizer para o homem que consideravam ser tão importante para a indústria musical coreana. A única reação que tiveram foi curvarem-se em respeito tendo um pequeno sorriso de retribuição do mais velho. No entanto, para o rapper prodígio seu olhar havia sido diferente, era o total desprezo vindo de Ji-Yong.

Antes que saíssem da pista alguém chamou G-Dragon, sua antiga namorada, A cantora IU.

- Como está? Não o vejo a muito tempo. – Disse Ela desviando seu olhar por alguns instantes para S/N.

O rosto em formato V, nariz pequeno, boca pequena e os cabelos curtos fizeram com que S/N reparasse na beleza da garota, era o padrão que toda menina coreana desejava. Nisto concluiu o porquê de seu irmão escolher namorar com ela tendo a certeza que um dos motivos era a beleza.

- Verdade, como está no trabalho? – Ji-Yong reparou que sua irmã ainda não percebeu que a garota era IU, a namorada que a CL fez questão de comentar. Então decidiu corta o assunto para que não precisar apresentar a cantora.

- Bom, estou muito ocupado agora. Me liga, ok?! – G-Dragon praticamente deixou a jovem cantora falando sozinha, obviamente, a mesma não entendeu a frieza do seu ex-namorado já que sempre a tratou bem.

(...)

Após longas quatro horas, a produção finalmente estava pronta. O programa seria um especial em que os grupos novos deveriam mostrar suas músicas de debut enquanto os mais velhos deveriam apresentar as mais antigas e famosas. A equipe do Bigbang decidiu que eles cantariam Haru Haru uma música muito amada por seus fãs. Seriam um presente para o final de semana, já que o programa seria gravado e passaria no domingo. E assim o fizeram, depois de um grande esforço da equipe do programa ao lado da ajuda dos funcionários das empresas dos grupos. Felizmente fizeram o programa sem nenhum problema.

G-Dragon estava trocando suas roupas no camarim com o restante dos membros. Então a mais nova decidiu procurar o banheiro já que ficou o tempo todo seguindo seu irmão sem fazer absolutamente nada.

O salão era imenso, perto das paredes do lugar a menina se sentia como uma formiga de tão alta que eram as paredes cinzas, então por medo de entrar num local proibido decidiu perguntar a um dos funcionários. Sua razão para ir ao banheiro era tontura que sentiu mais cedo causado pela falta de comida, queria ter um lugar tranquilo para poder voltar seus sentidos normais. Enquanto isso, Ji-Yong terminava de ser arrumar no camarim em frente ao espelho.

- Aonde esta sua irmã? – Perguntou Choi. Nisto Ji-Yong olhou para todos os lugares do grande camarim e respondeu:

- Ela estava aqui agora. Daqui a pouco ela volta, avisei que não era pra sair de perto. Eu ainda tenho uma entrevista na agenda. – Sua obsessão por moda fazia-o ficar minutos no espelho, desta vez é apenas a gravata que o atrapalha, mas mesmo assim é um desafio decidir qual irá usar.

- Hyung, ela não conhece o lugar direito pode se perder, esquece essa gravata e vai procurar por sua irmã. – Avisou Seungri indeciso em escolher qual jaqueta usaria.

- Hã? Você também está ai morrendo por causa de uma jaqueta. Mas está certo, a menina deve estar com fome. Olha o tempo que passou fazendo os caprichos do irmão e não é acostumada como a gente, a ficar sem comer por horas. – Taeyang se intrometia fazendo com que G-Dragon percebesse a realidade, a menina poderia estar passando mal em algum lugar e se fosse isso o mesmo não se perdoaria por não cuidar direito da mais nova já que prometeu aos pais que faria.

- Vou procurar ela agora! – Disse ele saindo do camarim.

(...)

Com as mãos sobre a barriga, S/N. caminhava pelo corredor segurando na parede porque sua dor impedia que andasse direito. Logo percebeu que talvez o caminho dito pelo funcionário era incorreto ou estava perdida.

Em sua frente, havia dois locais: um com cortinas e ao lado uma sala. Então ela decidiu entrar no quarto querendo um lugar para descansar, no entanto, S/N acabou avistando um casal, porém, a dor estava se tornando insuportável a única escolher que tinha era pedir ajuda a eles.

A porta foi aberta lentamente para não assustar o casal, no entanto quando viu quem era decidiu voltar no mesmo instante porque encontrou E’dawn abraçado com a menina de antes, a garota conhecida por seu irmão, a chamada IU.

A cena se mantinha nítida em seus pensamentos enquanto corria pelo corredor em lágrimas, as dores de antes não se comparava com que sentia em seu peito. Seu amor não correspondido durou tantos anos. S/N acreditava nas palavras do E’dawn quando afirmava não ter tempo para relacionamentos.

Ji-Yong finalmente encontrou sua irmã, mas a pequenina passou correndo por ele mesmo que tivesse a chamado. Então se perguntando sobre o que poderia ter acontecido, percorreu o caminho que a menina tivera feito antes, logo encontrou o quarto e presenciou o ato cafajeste percebendo então o porquê da correria da irmã adiante decidiu ir confortar sua pequenina sem acreditar no que acabou de presenciar.

- Por que está agindo assim por um idiota? – Dizia G-Dragon ao ver sua irmã entrar na parte exclusiva do camarim. S/N Não o respondeu estava muito abalada tentando esconder as lágrimas para discutir no momento.

- Estou falando com você! Por que está chorando? – Ji-Yong nunca havia sentindo tanta raiva. Como aquele moleque poderia fazer a garota que ele tanto deseja chorar? E que talvez nunca teria na sua vida.

- Ok! Vou mostrar para aquele desgraçado o que acontece quando brinca com um membro da família Kwon! – Dizia Ji-Yong ao caminhar para saída, porém, S/N o interveio:

- Não faça isso! Você não tem nada a ver com isso! – Logo o mais velho respondeu:

- Não interessa se eu tenho a ver ou não! Sou seu irmão mais velho e vou matar esse desgraçado, mas antes...vou tirar meu paletó pra não sujar de sangue...custou muito caro. – Assim que o rapper tirou seu amado paletó voltou a caminhar para saída. No entanto, S/N o abraçou dizendo:

- Não faça isso...era apenas amor platônico. – Ji-Yong sabia que a menina estava mentindo, porém, era o primeiro contato que tinha com ela depois de tanto tempo. O egoísmo também falava mais alto dizendo que deveria fazer com que sua irmã esquecesse E’dawn para torná-la somente dele. Seu lábios queriam prova-lá por inteiro, mas a consciência de Ji-Yong dizia o qual perigoso seria suas atitudes, então friamente  disse:

- Me solte. – Em lágrimas, a menina obedeceu percebendo que a muito tempo perdeu a amizade que tinha com o irmão. Por ser muito jovem na época não se lembrava direito, mas sabia que para seu irmão havia sido algo marcante.

(...)

Há três anos atrás.

Residência da Família Kwon.

Ji-Yong estava exausto, havia terminado suas promoções do recente comeback e começaria trabalhar para outro daqui a há dois diante disso sua equipe preparou uma folga de apenas um dia! sabendo que passou tanto tempo longe da família o rapper decidiu passar a folga com eles, porém, não saiu como o planejado. Seu pai estava tendo problemas financeiros por isso teve que fazer horas extras, Ji-Yong chegou a dizer que ajudaria o pai com os problemas, mas ele recusou porque não aprovava a carreira do rapaz. Do outro lado, sua mãe também estava trabalhando para ajudar a sustentar a família, então Ji-Yong não poderia ficar com sua família, exceto S/N que estaria em casa.

- Nossa! Apareceu depois de meses! O que é desse cabelo laranja maninho? – Perguntou a menina sentada no sofá. O sorriso do mais velho era evidente ao ver sua irmãzinha assistindo TV.

- Faz parte do conceito para o próximo comeback. – Respondeu sorridente com o corpo quase todo inclinado ao apoiador do sofá.

- Seu cabelo sempre estar com uma cor diferente. – Dizia a menina distraída com a TV. Logo Ji-Yong levantou as sacolas dizendo:

- Olha o tanto de Soju que comprei! -

- Primeiro o cigarro elétrico agora Soju, mamãe vai te matar se descobrir isso. Ah ! Eai que trouxe Soju? Só tenho quinze anos! – Afirmou a menina injuriada ao abrir as sacolas, pois, não havia nada que pudesse beber.

Ji-Yong fez suas higienes voltando para a sala vestindo seu pijama, não vendo a hora de poder beber e perturbar sua amada irmã mais nova. Não demorou muito porque assim que sentou no sofá, pôs as pernas sobre a mesa de Centro e pegou suas bebidas a situação já estava pronta. O rapper bebeu toda as garrafas que comprou, era mais ou menos vinte e seis garrafas de Soju! Quando percebeu que não aguentaria mais pediu sua irmã para que o ajudasse a ir para o quarto e assim ela fez.

S/N Foi uma menina criada trancada em casa, não teve muitas amizades na infância porque não curtia muito sair. Na infância foi intitulada por ser 'a senhora curiosidade” porque procurava fazer loucuras para satisfazer sua curiosidade excessiva sobre as coisas, uma vez até fez com que sua prima comesse terra apenas para ver o que aconteceria com ela depois, obviamente não terminou bem. Desta vez Faria algo do tipo, mas algo muito pior, que era considerado proibido. A puberdade estava no auge da garota, por não ter conhecimentos sobre a vida adulta a menina achou incrível quando encontrou canais de sexo na TV, na verdade, não fazia ideia do que seria aquilo. Achou curioso a reação das pessoas ao serem tocadas por isso decidiu que presenciaria isso frente a frente.

(...)

Os lençóis estavam desarrumado sobre a cama, seu irmão dormia profundamente enquanto se mexia as vezes sendo isso a causa da cama tão bagunçada. A menina se aproximou vagarosamente na cama, segurando as cordas que viu no filme. Logo amarrou devagar as delicadas mãos do irmão que por conta do álcool não sentiu sua irmã fazer o ato. Para ela, Ji-Yong estava deixando já que não reclamou em momento algum. Após tudo pronto, a menina resolveu desligar a luz porque sentia vergonha no momento. O que para ela, sentir essa sensação na hora era completamente estranho , afinal, era para pregar uma peça no mais velho.

Suas mãos pequenas e delicadas foram parar de baixo do lençol. Como seria a primeira vez que tocava no corpo de alguém aquilo era um tanto...divertido.

Ao lembrar do que havia aprendido, S/N colocou a mão de baixo do moletom do irmão massageando lentamente o abdômen junto de leves toques em seu peito. Após um tempo, começou a perceber que por conta dos toques no abdômen e os mamilos do rapper ficaram duros, isso significava uma mudança no estado corporal o que fazia a curiosidade da menina aumentava ainda mais porque desejava saber qual mudança ocorreria depois. Ji-Yong começou ser mover na cama por  seu corpo está ficando excitado, ele abria os olhos algumas vezes na escuridão do quarto, mas por conta do cansaço dos últimos dias e álcool de agora, seu corpo não obedecia direito sendo que a massagem estava o relaxando, mau sabe ele o que estava acontecendo de verdade.

S/N decidiu ir mais a fundo, pondo os lábios sobre um dos mamilos do rapaz. Nisto Ji-Yong se moveu na cama, começando perceber o que estava acontecendo.

- Ei Mocinha...não faça isso.- Avisou o rapper com a voz um pouco falhada. G-Dragon tinha em mente que era sua irmã, mas também sabia o quanto era inocente e curiosa.

S/N Não respondeu, pois, estava muito entretida brincando o corpo do mais velho. Ji-Yong sentiu a menina levar as mãos para de baixo da calça, então começou a ficar realmente preocupado tentando se soltar das s. No momento, lembrou que sua irmã havia aprendido na aulas de artes Gerais que o próprio a levava, logo se arrependeu de ter ajudado porque agora sua única opção era fazer a menina parar.

- Já disse pra parar...mocinha.- Ji-Yong ainda estava alcoolizado, então não conseguia levantar da cama.

Primeiro foi por cima, depois a mão finalmente foi para dentro da calça e os movimentos e apertos por cima da box Branca estavam tirando a consciência do rapper.

- Me escute..chega de brincadeira. – S/N sabia que ele pedia, porém, acham tudo uma brincadeira com o irmão então ela decidiu ignora-lo.

A box se tornou apertada para o membro que se contraia e pulsava na mão da S/N fazendo com que percebe-se a nova mudança no corpo. Então, pegou algo que havia preparado, uma espécie de creme aproveitando também para ligar a luz do quarto.

Quando ligou, S/N reparou no rosto vermelho do irmão junto da transpiração ofegante.

- Isso deve ser desconfortável...vou aliviar você. – Disse a garota, logo Ji-Yong repudiou:

- Não faz isso! Não sei por quanto tempo vou aguentar. – Ele virava o rosto para os lados constantemente.

Com uma das mãos, segurava o membro o deixando ereto e a outra jogava o creme em cima da glande fazendo Ji-Yong gêmeas alto. Sua voz fina ecoou no quarto enquanto sua irmãzinha sorria de felicidade. O membro se contraia por conta do creme por ser massageado o pelas mãos da jovem e a única reação que o rapper tinha era gemer, gemer, gemer e gemer altamente no quarto. Ele não sabia, mas quanto mais gemia mais sua irmã o castigava, S/N era uma verdadeira sadomasoquista.

- Não me torture...não Estou aguentando. – Continuou Ji-Yong entre os gemidos.

- Não seja bobo, eu sei que você gosta maninho...eu nem comecei ainda. – Disse a menina ao pegar um fino vibrador, que parecia um palito. havia encontrado no quarto da mãe, logo pôs o conhecido preservativo e disse:

- Não se mexa, vou examinar você agora. – E pronto, lentamente e cuidadosamente colocou o fino vibrador dentro do glande de Ji-Yong o movendo vagarosamente para não machuca-lo. A sensação era tão boa que os gemidos dele aumentaram ao ponto de sua voz sair rouca enquanto mexia as pernas constantemente. S/N sentia algo formigar na sua intimidade isso começou após os constantes gemidos do irmão então a menina não parava de mover as pernas incomoda.

Os cabelos molhados de suor que também escorriam sobre o abdômen ao lado dos gemidos roucos que diminuíam a cada instante deixava claro o final da pequena brincadeira. O vibrador saiu lentamente junto da quantidade imensa do líquido branco de G-Dragon.

(...)

Dias Atuais.

Naquele momento a menina teve lembranças das poucos cenas que continuaram em sua memória, sobre o que havia ocorrido com ela há três anos atrás. Lembrou também que esse era um dos motivos que fez seu irmão se afastar dela, pelo menos é isso o que acha. Na verdade, isso não é a metade do que aconteceu no passado, o que faz seu irmão achar sua ação anterior uma vingança do que fez com ela primeiro.

- Vou pedir ao staff que a leve para casa. Não precisa me ajudar mais. Vou fazer uma entrevista agora e depois vou fazer uma sessão para revista e voltarei para casa. – Avisou Ji-Yong saindo rapidamente do camarim. O motivo para trata-la tão friamente era a imensa vontade de beija-la, porém, o passado mostrava ao rapper que a menina nunca o amaria, pois, sabia o que a fez no passado. Sabia que tinha se vingado pelo o que ele fez a muito tempo atrás. Pelo menos é o que achava.

(...)

S/N Foi para casa logo depois tendo como sua primeira ação comer alguma coisa já que passou o dia todo Com fome. No entanto, não era a comida que fazia mau, pois, percebeu ao deitar no sofá que as dores permaneceram, Ela sentia uma forte cólica.

Ji-Yong estava no meio de uma sessão quando recebeu uma chamada que foi entregue por um dos fotógrafos.

- O que é?! Estou trabalhando agora. – Dizia Ji-Yong completamente distraído por estar trocando de roupa para a sessão. Por conta da arrogância do irmão, S/N desligou o celular.

A menina acabou passando a tarde gemendo de dor o que a fez adormecer na sala, ao chegar, Ji-Yong avistou S/N deitada no sofá com um balde ao seu lado e vários lenços de papel.

O rapaz jogou a mochila e as sacolas no chão correndo até sua irmã em prol de ver seu estado. Ela estava febril e em suas mãos segurava o celular, ao pega-lo descobriu que menina havia o ligado várias vezes foi então que lembrou da chamada de antes e o quanto havia sido arrogante nela.


Notas Finais


NOTA: Pra quem entendeu aquela parte do texto: Ji-Yong fez algo contra ela primeiro. Então acha que é vingança. Eai o que acharam? Qual foi a melhor cena? IU ex do G-Dragon? Pegando E'dawn? S/N assediou o irmão? Tudo no próximo capítulo! Sei que esse não teve muitas cenas, mas ficou grande por causa da construção de texto! Obg a todos que leram e comentaram o capítulo! Seria legal vocês dividirem sua opinião nos comentários! Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...