História Meu Maravilhoso Vizinho - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Adorooooo, Vkook, Yoonmin
Exibições 69
Palavras 2.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Realmente eu gostaria muito de me desculpar com vocês pelo atraso e pela minha falta de criatividade.. e pelo 'capitulo' passado🙏
Mas eu dei meu melhor e tentei trazer o capítulo pelo qual eu vi que estava na altura de voces😊
Espero que vocês não me abandonem por que hoje em dia eu estou muito cansada de tudo.. tudo mesmo

Aproveitem o cap ❣😍

Capítulo 22 - O aniversário do meu TaeTae part. 2


Fanfic / Fanfiction Meu Maravilhoso Vizinho - Capítulo 22 - O aniversário do meu TaeTae part. 2

Jungkook ON

No caminho pra escola fui refletindo sobre todas os momentos e coisas boas que passei com meu vizinho, vulgo namorado. Definitivamente são memórias que eu jamais irei esquecer, nem que apaguem todo meu conteúdo eu irei lembrar como o sorriso dele é lindo daquele jeito retangular, como seus sedosos cabelos loiros ficam cheirosos de manhã, como seu aroma natural de baunilha fica maravilhoso na primavera.. Sinto que vamos seguir todo esse mal que o mundo tem pra oferecer de mãos dadas e gritando a todos que somos mais do que eles esperavam.

Chegando na escola vejo que ele me espera sentado no banco em frente ao portão, o vento batendo em seus cabelos e o pirulito de morango em sua boca. Me aproximo e sento-me ao seu lado:

-Oi. - Digo envoltando meu braço em seu ombro - Parabéns de novo!

-Obrigado. - Beijo sua bochecha

-Que cara é essa? É seu aniversário cadê o sorriso que eu adoro ver em seu rosto? - O balanço um pouco - Não me deixe sem resposta.

-Não foi nada, é só que quando eu fui sair de casa para vir pra escola percebi que haviam roubado a bicicleta da minha mãe.. e sabe, fiquei meio decepcionado por ela.

-Ah, isso não pode te desanimar nesse dia tão especial! No recreio te darei um presente mais do que maravilhoso. Se prepare. - Lhe dou uma piscadela

-Hm, aí eu já fico até mais feliz. - Nos levantamos e seguimos para sala de aula.

No caminho nos encontramos com Jimin, o qual não percebeu que estava com um cabelo pior que um ninho de aves. Ele passou e nos deu um sorriso travesso como se estivesse aprontando algo e entrou na sala. Entramos logo em seguida e sentamos em nossos devidos lugares. A professora entra e pede para que fizéssemos um trabalho no qual no final ela escolheria alguém para responder no quadro.

Passadas meia hora ela pede para que a gente parasse de fazer que ela iria corrigir:

-Senhor Park Jimin. - Faço um barulho que parece de uma gazela que era pra ser uma risada. - Algum problema, Jeon?

-Jamais. - Continuo rindo na encolha

-Então, Senhor Park Jimin, - a professora prossegue - na questão número um o autor pergunto em qual foco narrativo o texto se apresenta, você poderia responder?

-É.. - Ele se levanta e encara o quadro - 3°?

-Exatamente. - Ela sorri - Agora o senhor poderia me responder o porque desse seu cabelo estar assim? Hoje seu dia está andando bem?

-Sim, senhora. Não se preocupe. - Ele ri sem graça e se ajeita em seu assento, aproveito e o olho mexendo no meu cabelo como ele costuma fazer.

Coloco um bilhete em cima da mesa de Taehyung e ele sorri.

♡♢♡♢

O sinal para o recreio bate e eu sigo a diante sem esperar nenhum de meus amigos. Abro a porta do banheiro e entro na última cabine, que era bem maior por ser de cadeirante.

Não se passaram nem cinco minutos para que Taehyung adentrasse e trancasse a porta:

-Que bilhete foi aquele? "Me encontre no banheiro"? - Ele ri - O que você tem na cabeça Jeon Jungkook?

-Você realmente não tem noção nenhuma do que eu quis dizer? - O puxo pra cima de mim, e ele fica com uma perna de cada lado da minha cintura e o prenso contra meu membro e ele coloca suas mãos em meus ombros e me encara com aqueles olhinhos

-Agora eu tenho.

Ele me beija, aquele ósculo do qual eu sentia cada vez mais vontade e que eu não conseguia me conter de amor. O carinho que ele transmite deixa meu coração aquecido; transbordando.

Tae-ah puxa com força meus cabelos da nuca e eu desco minhas mãos para sua bunda cravando minhas digitais nela. Ele começa a dar leves gemidos, nada que pudesse ter um teor sexual mas sim uma forma de demonstrar o amor que estava sentindo.

Desatei o nó de sua gravata que fazia parte do nosso uniforme e a retirei vendando seus olhos:

-Aprecie um pouco das sensações que eu vou te dar.

O levanto e o empurro no granito frio da parede do banheiro, subo sua camisa e a jogo num canto. Minha língua fazia um caminho prazeroso pelo seu corpo, rodeava seus mamilos e chupava seu pescoço, de jeito nenhum eu poderia perder essa mania de deixá-lo marcado com minha tão gostosa ousadia.

-Vamos para a parte 2. - Sussurro em seu ouvido.

Sua calça foi a peça que eu mais gostei de remover, pois quando eu o fiz vi a ereção que havia em sua cueca azul marinho. Apertei-a e levei minha mão ao seu membro começando a masturbação. Novamente seus gemidos vieram e eu senti que eles não iriam ceder tão cedo. Minha ereção já estava incomoda mas ela eu resolvo depois, o foco aqui é esse ser humano que é um pecado em pessoa.

A masturbação quase não estava mais fazendo efeito, decidi surpreendê-lo e o coloquei inteiro na boca.

Os movimentos eram rápidos e precisos, definitivamente o melhor boquete que paguei para ele nesse tempo todo. Levei meu dedo á sua entrada mas ele hesitou:

-Algo errado, Tae-ah? - Tiro a venda improvisada

-Acho melhor guardamos esta parte para quando tivermos sozinhos. E ela se tornará a parte 3! - Ele sorri e eu o acompanho

-Ok, então vista-se e iremos encontrar os meninos, ainda não zoei o Jimin com aquele cabelo.

-Eu também não!! - Ele pega suas roupas rápido e saímos do banheiro.

♡♢♡♢

Jimin e Hoseok se encontravam sentados na cantina, nós nos juntamos a eles e eu fiz o favor de derrubar o suco do Jiminie:

-Oxi! - Ele grita na cantina - Camisinha que você chupou era de ice?

-Oxi! - O imito - Era de morango! - Ele ri e eu também

-Galeris, vamos pra sala, meio que o sinal acabou de bater mas com essa voz de hiena do Jimin ninguém escutou. - Todos na mesa riram

♢♡♢♡

Em direção pra o shopping - O presente do Jimin, e o lugar onde Hobi iria comprar o presente.. - eu e Tae fomos de mãos dadas por todo o caminho, enquanto víamos Hoseok tentar explicar pra Jimin que Yoongi não tinha ido a uma festa de um tal 'rival do amor' do Jimin. Essa discussão durou em torno de meia hora, tempo suficiente para que chegássemos ao shopping:

-Então Tae, o que você vai querer nesse mundo de oportunidades? - Jimin pergunta abrindo os braços em direção ao shopping

-Vejamos... - Ele pousa seus dedos sobre o queixo - Comida!

-Mas nós mal chegamos. - Ele diz estressado

-Não banca o fitness não porque eu sei que tu também tá querendo comer. - Tae diz e o puxa em direção a praça de alimentação e o faz sentar em uma mesa - Eu deixo você escolher o que vamos comer.

-Já que insiste.. - Jimin diz controverso - Eu vou querer uma coisa boa.. Carne!

-Eu topo! - Ele diz colocando a mão no centro da mesa - Quem mais?

-Eu também! - Digo pondo minha mão á cima da do Tae

-Mas é claro! - Hoseok faz o mesmo

-Só avisando aos navegantes que eu só vou pagar pro Tae, sou banco não. - Empurro seu ombro e solto uma risada

-Disso eu já sabia.

A carne havia acabado de chegar fervendo de tão quente que estava. Ela tinha uma cara suculenta e estava repleta de molho.. Minha tentação!

Deixo Taehyung se servir primeiro e não dou nem tempo para que outros coloquem a mão naquela suculenta carne. Ataco como um animal faminto - o que não deixa de ser verdade - e pego o maior pedaço de carne:

-Porra, Jungkook!! - Jiminie grita sem paciência

-O que? Você queria esse pedaço de carne? Sinto lhe informar que o maior pedaço vai pros maiores. - Hobi pega a carne do meu prato

-Então me dê. - Eles se divertem vendo minha desgraça e eu cruzo os braços

♧♤♡♤♧

Fui para casa de Taehyung que me convidou para dormir lá hoje, falei com meus pais e como a mãe do Tae adora que a gente.. você sabe.. eu não ousei recusar o convite.

Adentro a casa e falo com sua mãe, que me recebe com um abraço e um pedaço de bolo - outra tentação na minha vida - aceito, como e subo para o quarto de Tae:

-Então.. Vamos fazer o que? - Ele pergunta

-Olha, na verdade eu já estava pensando em algo..

-Diga. - Ele senta-se na cama

-Que tal continuarmos aquilo que havíamos começado no banheiro? - Me aproximo mais

-Ás vezes me impressiono com sua sagacidade. - Ele deita as costas na cama e eu subo na cintura dele

Pego seu queixo com a mão e o faço olhar em meus olhos antes que eu o beije. Deslizo minha outra mão por seus fios claros enquanto aumento nosso contato encostando nossos membros de forma tentadora.

Abri os botões de sua blusa e calça e retirei as peças, ainda não me acostumei com a beleza desse corpo.. e também não me acostumei que ele seja meu. Passo minhas mãos por seu peitoral e depois retiro minhas roupas.

Peço para que se vire de costas para mim, e ele o faz. Puxo sua cueca para baixo deixando mordidas em sua coxa, subo passando minhas mãos por todo seu corpo, sem faltar uma parte sequer. Beijo sua nuca e o ajeito na cama, retiro minha última peça de roupa e seguro novamente em sua cintura, penetro-o devagar, para que ele não sinta dor - se bem que eu acho que ele já se acostumou mais do que eu - e passo minha língua por sua orelha sugando seu lóbulo.

Começo as estocadas cheias de amor e bem lentas de forma que pudéssemos sentir cada toque e prazer. Não me aguento e estoco mais forte e seguro sua nuca para que não saíamos daquela posição tão prazerosa. Mordo de leve seu ombro como um carinho e sorrio grande para que ele veja, consigo ver que ele está se segurando nas colchas da cama em tentativa de segurar seus gemidos. Aperto mais minha mão em sua nunca a aumento a velocidade das estocadas, e consegui fazer com que ele se soltasse e começasse a gemer.

Feito isso eu o coloquei de quatro para que ele também possa sentir prazer através de mim, e comecei a masturbação. Com uma mão eu o masturbava e a outra estava em sua boca, sendo deliciosamente chupada.

Como eu um presságio sabia que se acertasse sua próstata mais algumas vezes ele iria se desmanchar rapidamente e foi isso que aconteceu, e eu fui junto.

Levanto da cama e o olho com cara de cachorro abandonado:

-Quero bolo.. - Faço bico

-Com essa cara nem parece que fode do jeito que fode! - Ele ri alto

-Vou levar isso como um elogio.

-Mas é sério! - Ele ri mais alto

-Sabe o que também é bem sério? - Ele faz que não com a cabeça- Minha fome. - Agora ele se levanta e envolta minha cintura com as mãos olhando em meus olhos

-Esse foi um aniversário inesquecível.. faça que nosso amor também seja. Certo? - Ele sela nossos lábios

-Com toda certeza.  

♢♡♡♢

De banho tomado descemos e comemos nosso bolo, alugamos um filme do Homem de Ferro e comemos mais.

Já eram em torno de dez da noite quando eu levantei e pedi para que fôssemos ao parque.

Chegando lá sentamos em baixo de uma árvore  cerejeira e eu vendo seus olhos e puxo a caixinha de meu bolso:

-Seu presente, meu amor. - Estendo-lhe a caixinha vermelha ele a pega e a abre

-São lindas! - Uma lágrima escorre de seu olho - Você realmente me surpreende cada vez mais..Eu te amo! - Ele me beija

-Deixe que eu coloque em você. - Ele me estende seu dedo e eu a coloco dando um beijo na aliança depois eu estendo meu dedo e ele a coloca fazendo o mesmo. - Ninguém vai poder nos separar, nem o preconceito, nem os inimigos, muito menos os 'haters' da nossa escola.. Eu também te amo muito. - O abraço e ficamos sentados em baixo daquela árvore até Tae adormecer em meu colo.

   


Notas Finais


E aí o que acharam? Gostaram? Dei meu melhor? Poderia ser melhor?

Espero que não tenham se arrependido e eu quero que saibam que eu amo vocês! Obrigada por tudo e até a próxima!😍👍❤❣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...