História Meu Meio Irmão - Jeon Jungkook - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Irmão, Jeon Jungkook, Jungkook, Yoonseok
Exibições 234
Palavras 1.226
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiin voltei!!


Desculpem a demora!! Me desculpem se tiver erros, também!


Espero q gostem!! Bjs '3'

Capítulo 5 - Escola de boas maneiras


Estava em meu quarto ouvindo minhas músicas, em meu fone preto, enquanto estava jogada em minha cama, com os olhos fechados.


A minha alma tá armada 

E apontada para a cara 

Do sossego 

Pois paz sem voz, 

Paz sem voz 

 Não é paz é medo 


 Às vezes eu falo com a vida 

Às vezes é ela quem diz 

 Qual a paz que eu não quero 

Conservar Para tentar ser feliz 


Esculto alguem, bater em minha porta, mas apenas ignoro e continuo a ouvir o som que saia de meus fones.


As grades do condomínio 

São para trazer proteção 

Mas também trazem a dúvida 

Se é você que está nessa prisão 


Novamente, batem na porta, mas continuo a ignorar. Me virei de lado e continuei a ouvir minha música.


Me abrace e me dê um beijo 

Faça um filho comigo 

Mas não me deixe sentar na poltrona no dia de domingo,

Domingo 

Procurando novas drogas de aluguel

Nesse vídeo coagido

É pela paz que eu não quero seguir admitindo

É pela paz que eu não quero, seguir

É pela paz que eu não quero, seguir

É pela paz que eu não quero, seguir 

Admitindo


Quando a música acabou, levantei apenas minha cabeça, percebendo que minha mãe, se encontrava ali, olhando para mim, enquanto estava sentada em minha cadeira, que ficava no canto de meu, grande e enjagerado, quarto.


-O que faz aqui? - a perguntei me sentando a cama agora a encarando, esperando uma resposta da mesma.


-Bati em sua porta, mas você não a abriu, então entrei! - ela disse sorrindo, não sei se foi um sorriso sinico ou maldoso.


-Tá, o que quer aqui? - a perguntei arqueando uma sombrancelha. Ela deu uma risada, um tanto forçada. Logo em seguida me olhou.


-Ah, 'filhota, seu comportamento não e adequado para se viver em uma casa de luxo, como essa! - ela diz abrindo um sorriso - por isso, eu e seu pai, descidimos a colocar em uma escola de boas maneiras! - ela fala - você começará, amanha depois de suas aulas!


Eu revirei os olhos e em seguida, encarei a mulher que usava um vestido longo e vermelho.


-Quem foi que disse, que EU quero ir para uma escola de boas maneiras? - eu a perguntei, falando o "eu" mais alto, arrancando uma risada alta e forçada da mesma.


-Você não precisa querer! Você irá ir, e ponto final! - ela fiz me olhando seria, e se levantando - eu só quero o seu bem, querida!


Depois de falar isso, a mesma sai de meu quarto me deixando sozinha. Me joguei na cama olhando para o teto novamente.


-Eu só quero seu bem, querida - imito minha mãe, com uma voz fina e irritante até para mim, mesmo.


Só quer meu bem! Ela nem se quer, perguntou o que eu achava disso tudo! Eu não quero aulas de boas maneiras, eu não queria nem morar nessa casa, gigantesca e luxuosa, com um padrasto, que vive com um sorriso, com certeza falso, em seu rosto e um 'irmão igual a seu pai! 


Olho para o relogio, que me acorda todas as manhãs e que eu sempre xingo de manhã. Era exatamente 14 horas e 45 minutos, me levantei da cama em uma rapides, apenas com um pulo.


Não ficarei pressa nesta casa! Vou sair um pouco, ainda não conheço nada deste lugar, e ninguem mereçe ficar em um castelo o tempo todo!


Me arrumei rapidamente, peguei meus fones, celular, chave e dinheiro, saindo do quarto em seguida.


Desci as escadas e fui a porta, quando iria a abrir para sair por ai e ficar vagando pelas ruas, alguem me para com um braço em meu ombro direito.


-Onde vai? - perguntou a pessoa, que reconheci na hora, era jungkook.


Me virei para o mesmo e dei um passos para trás, pois estavamos muito pertos. Encarei seu rosto, que esperava uma resposta de mim.


-Ah, jungkookie, irei sair um pouco! Não demorarei! - falo dando um sorriso, que pela primeira vez não fora forçado!


Assim me virei para a porta novamente e a abri, saindo em seguida.


Sai andando por ai, sem rumo, apenas apreciando a vista e minha música que tocava. O lugar era bonito.


Quando percebo, tinha virado a esquina e não estava mais no lugar onde só tinha casas e mais casas, todas gigantescas.


Vi um tipo de caféteria, ela esta aberta e me deu uma vontade de entrar lá. Então foi o que eu fiz! Atravessei a rua e entrei na tal caféteria.


Entrando avisto uma mesa vazia e vou ate ela, ao lado dela, estava a parede com uma grande janela.


Pedi apenas um café puro e fiquei olhando a vista pela janela, me sentia bem aqui.


-Com licença, poderia me sentar com você? - perguntou uma voz mais grossa, quando olho vejo que era apenas Lucas.


-Oh, lucas, claro que pode - o dou um sorriso, e o mesmo sentou, me senti timida quando percebi que o mesmo me encarava - m-mora aqui perto? - eu o pergunto dando uma gaguejada.


-Sim! - ele diz - e você? - ele me pergunta sorrindo.


-Si.. - fui interrompida pela garçonete, que trouxe meu café - obrigada - digo a moça que vai embora em seguida - ah, te respondendo, sim! - eu digo, e depois tomo um gole de meu cafe.


Quando o coloco na mesa, lucas o pega bebendo tambem, como ele se atreve? 


-Ei! Esse e meu café! - falo finjindo estar brava, ele da uma risadinha e sorri de um geito fofo para mim, me deixando corada.


Passamos umas horinhas ali, conversando e tomando café, foi bom passar um tempo com lucas. Consegui o conhecer mais, e ele mostrou ser um cara, legal.


Quando vejo a hora, eram 19 horas, passei muito tempo aqui, e jungkook minha mãe e meu padrasto vão me comer viva, se eu não ir embora logo.


Me despedi de lucas, pagando pelo meu café e em seguida saindo do estabelecimento, fui a casa, andando em passos rapidos.


Chegando lá, vejo que não tinha ninguem na entrada, corri para a cozinha, chegando na porta vejo todos jantando.


Vamos lá, você consegue! Oh, me desculpem, cheguei atrasada! Sera que esta bom? 


-Oh, me desculpem, cheguei atrasada - digo, chamando atençao de todos, dou um sorriso e vou ate eles.


-Tudo bem, querida! - diz meu padrasto - sente-se e pode se servir! - ele diz sorrindo, como sempre.


Me sentei a cadeira de frente com jungkook, e começei a me servir, não estava com tanta fome, então peguei pouco.


Depois de ter terminado de comer, eu me levantei e sai da cozinha, fui ao meu quarto no segundo andar e andei ate a porta, onde ficava o banheiro.


Entrei no banheiro e me despi, assim entrando no box e tomando meu banho. Quando terminei, eu coloquei meu pijama e me deitei. 


Mas alguem, bate em minha porta,  bufei e me levantei indo a porta. Abrindo a mesma vejo meu 'irmão, ele estava com uma calça de moletom, o que me permitia ver seus musculos e seu 'tanquinho. 


-Você esqueceu seu celular na cozinha - ele me diz, entregando meu celular, o olhei pegando o mesmo e logo encarei jungkook, ele estava corado.


Como pude ser tão tola? Eu estou com meu pijama, ele e curto!


-O-obrigada! - após dizer isso eu fechei a porta, em sua cara. Indo até minha cama.


Me deitei, colocando o meu celular na mesinha ao lado de minha cama e me ajeitei na cama.


Fechei meus olhos, e por algum motivo, que adoraria saber, estavá pensando em Lucas. Por que?


Notas Finais


Eai? Gostaram amoras? Ficou bom? Ficou pequeno de novo ksks?


Bom, me desculpem os erros e se não ficou bom!


Por que será que kyuna, estavá a pensar em Lucas? Me digam nos comentarios, mas deve estar bem na cara ksks


Bjs da tia e ate algum dia, que prometo não demorar! '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...