História Meu melhor amigo - Min Yoongi - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Amor, Drama, Melhores Amigos, Min Yoongi, Revelaçoes, Romance, Segredos, Sexo
Visualizações 51
Palavras 1.860
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem

Capítulo 4 - Revelado


Fanfic / Fanfiction Meu melhor amigo - Min Yoongi - Capítulo 4 - Revelado

Já estava pronta aguardando o Yoongi em sua casa, ele sempre é o que mais se atrasava, independente do que for. Bufo pela milésima vez e por fim vou até o seu quarto, eu estava cansada de tanto esperar e por isso acabei entrando com tudo em seu quarto vendo-o em seguida de frente ao espelho já todo arrumado; ele se assusta com minha chegada ali mas logo pega sua bolsa e sem falar nada passa por mim, reviro os olhos e o sigo até a saída da sua casa, e ao sair, tento segurar sua mão mas a mesma estava gélida e ele tava mais Branco do que o normal 

 

 -Oppa...você está bem? 

 

O chamava assim poucas vezes, só usava quando estava querendo sua atenção ou quando queria pedir algo mas dessa vez foi instantâneo, saiu por sair e ele quando notou, sorrio de orelha a orelha e olhou pra mim enquanto andávamos 

 

Yoongi: Estou...e você está bem? 

 -Estou é preocupada com você, sua mão está gelada e você tá pálido...mas do que o normal 

Yoongi: É que tive um pesadelo pesado apenas isso....agora vamos andando logo 

 

Ele segura minha mão e juntos começamos a andar depressa e por mais gélida que sua mão ainda estava, eu ignorava, até porque eu adorava segurar sua mão. Demorou mas por fim chegamos e bem na hora porque quando entramos na sala o sinal tocou, sorrimos aliviados e sentados nos nossos devidos lugares de sempre; a aula começou e eu como sempre tentava prestar atenção enquanto Yoongi tentava de várias maneiras chamar minha atenção. As primeiras aulas passaram-se voando e assim que o sinal para o intervalo tocou, eu arrumei minhas coisas e me levantei mas notei que o Yoongi não fez o mesmo 

 

 -Você não vem? 

Yoongi: Quero aproveitar pra dormir um pouco

 -Você não dormiu não foi?

Yoongi: Eu estava pensando...

 -Na garota? Aish tá...fica aí pensando nela porque eu vou comer 

 

Saio de lá frustada, ele primeiro me beija e depois fica pensando em outra, me poupe Min Yoongi...aish. Peço um salgado e quando estava indo me sentar alguém me puxa pra um local um tanto distante de tudo e antes que eu perguntasse o porque a pessoa me beija e eu de primeira, pelo beijo, decifrei quem era, André. Ele pede passagem e eu deixo tornando o beijo ainda melhor mas algo nos chama atenção fazendo a gente cessar o beijo 

 

...: Mas que pouca vergonha 

André: Pouca vergonha é você atrapalhar a gente 

...: Pouca vergonha é ver você puxando ela a força 

 -Yoongi...não estava pensando na sua garota? 

Yoongi: Estava...mas notei que ela está bem ocupada, né? 

André: Sai daqui branquelo, você já perdeu, eu ganhei isso

 -Ganhou o que? 

André: Você, meu amor -tenta me beijar mas eu recuo e vou até o Yoongi mas ele também recua-

Yoongi: Não...se afasta, não acha que já me destruiu demais?

 -Oppa não faça isso comigo...-ele me interrompe-

Yoongi: Espero que seja feliz...eu realmente achei que fosse recíproco quando a gente se beijou ontem 

 -Mas eu gosto de você 

Yoongi: E está beijando outro? Você sabe quantas garotas eu já recusei por você? 

 -Yoongi eu não...-ele me interrompe novamente-

Yoongi: Não...não precisa se explicar....também não precisa falar comigo, por favor 

 

Ele sai e em seguida sinto meu mundo desabar, a garota quem ele gostava esse tempo todo era eu e eu não sabia!. Eu estava acabada, eu me sentia sozinha, me sentia tão inútil por não ter percebido antes, por causa do beijo que nem sequer dormir essa noite, e agora, vou e beijo outro alguém? Que saco. O sinal toca e eu olho pra trás e começo a encarar o André que me olhava e sorria vitorioso, então era isso que ele queria? Separar eu do Yoongi? Ótimo, conseguiu direitinho. Vou para a sala e me sento em meu lugar mas noto que onde o Yoongi sentava, mais específico ao meu lado, estava vazio mas depois de olhar ao redor da sala umas duas vezes, logo o noto no fundão da sala, sozinho, de cabeça baixa; pensei em ir até ele mas do jeito que ele é com certeza me faria passar mico pois ele com certeza iria gritar e isso não seria legal, então apenas deito minha cabeça também, e escondida e silenciosa, deixo escorrer algumas lágrimas enquanto não parava de pensar na burrice que havia feito.

 

Yoongi On

 

Estava deitado quando sinto meu celular vibrar, pego-o e logo vejo uma mensagem de alguém desconhecido

 

?: Gosta tanto dela mas ela agora tá beijando o André perto do bebedouro afastados de todos 

 

Ri daquela mensagem e logo desliguei me celular mas isso começou a martelar em minha cabeça e por curiosidade levanto e vou até o pátio, começo a andar a procura dela mas ela não estava lá e então por impulso fui até o bebedouro que era um pouco afastado de tudo, que também sempre ficava quase vazio e realmente muitas pessoas aproveitavam pra ficar com outras lá porque as câmeras não pegavam naquela parte. E ao chegar me dei conta que a mensagem estava certa, vê-la beijando ele me destruiu por inteiro, era como se pra ela o beijo da gente não valesse nada pois ela sempre no final ia e ficava com ele, eu estava acabado e com certeza um tiro doeria bem menos

 

(...)

 

Vou pra sala e rapidamente pego minha bolsa e vou pro fundão, eu não aguentaria ficar ao lado dela, ela foi falsa comigo, ela me iludiu com o beijo, se ela não quisesse ela recusaria...eu entenderia completamente mas porque não recusou? Me iludir certamente deve ser muito bom.

Baixo minha cabeça e ali mesmo fico repensando no nosso beijo e depois o beijo dela e André, aquilo bem poderia ser uma brincadeira de mal gosto dos amigos dele mas se queriam me detonar, conseguiram direitinho.

Após um tempo, levanto minha cabeça e noto que ela já estava ali porém estava de cabeça baixa e pelo que eu notei estava chorando pois as vezes ela soluçava e suas costas se moviam rápido por causa disso; eu estava nervoso e queria falar com ela mas o orgulho gritava em meu peito e eu não podia fazer isso, não hoje.

O sinal toca para ir e rapidamente vejo todos saírem deixando ela e eu sozinhos naquela sala grande e agora silenciosa; ela sequer se movia e eu ja estava soando frio, eu precisava ir falar com ela e quando levanto e pego minha bolsa, ela também faz, mas assim que percebe que eu havia feito um barulho, olha pra trás; seu rosto estava vermelho e seus olhos inchados, eu me sentia destruído, eu me sentia abalado mas o orgulho não deixava eu ir falar com ela.

Assim que ela sai eu saio em seguida e como seguimos o mesmo caminho ela foi na frente e eu logo atrás, o tempo estava frio e eu apenas a observava abraçar seus braços com força, de longe eu conseguia ouvir seu choro mas eu sequer corria atrás dela, éramos tão amigos mas tudo foi pro ralo quando aquilo aconteceu, quando eu vi aquilo.

 

-18:12-

 

Estava deitado em minha cama escutando a música do Ed Sheeran - Friends no meu celular que estava ao meu lado no último volume, aquela música me abalava de uma forma impressionante, ela praticamente falava sobre nós dois, eu estava magoado e quase chorando só de lembrar do nosso beijo 

 

"Não somos, nós não somos amigos, e nunca fomos

Nós só tentamos manter esse segredo em uma mentira"

 

Eu me sentia triste e só ela poderia me ajudar, eu não parava de pensar nisso até a porta do meu quarto ser aberta...por ela que estava com seus olhos inchados e rosto vermelho, ainda pior do que mais cedo

 

"E se você me conhece, como eu te conheço

Você deveria me amar, deveria saber"

 

Elen: Precisamos conversar

 -Eu não quero conversar -me levanto da cama mas a música ainda rolava em meu celular que estava no travesseiro-

Elen: Yoongi...ele quem me puxou

 -Você o beijou...se não quisesse teria saído dali 

 

"Amigos dormem em camas separadas

E amigos não me tratam como você me trata"

 

Elen: Yoongi eu te amo desde o ano passado mas eu não podia demonstrar 

 -Por que não?

Elen: Minha melhor amiga gosta de você e eu não queria fazer isso com ela 

 

"Bem, eu sei que há um limite para tudo

Mas meus amigos não me amam como você"

 

 -Eu te amo, você quem é a garota que eu tanto amo há anos, você faz meu coração acelerar, você faz meu corpo estremecer de uma forma inexplicável 

Elen: Eu também sinto isso quando estou com você, Yoongi, estar com você me conforta 

 

"Não somos amigos, nós poderíamos ser qualquer coisa

Se tentássemos manter esses segredos a salvo"

 

 -Você não sabe o quão ruim foi ver você ficando com ele, o quão foi ruim saber que a mensagem que foi enviada pra mim estava certa

Elen: Yoongi ficar longe de você essa tarde foi difícil pra mim 

 -Mas você tinha o André pra ajudá-la 

Elen: Ele não consegue me ajudar porque só você pode, você por quem eu chorei a tarde toda, você quem eu decidi amar escondido, escondido da minha melhor amiga, eu estou a traindo de forma cruel me declarando para o menino que ela gosta...você não acha que eu também não me sinto ruim?

 -Eu te amo tanto e te ver com ele foi a pior coisa da minha vida 

Elen: Ele me puxou, você mesmo disse que viu, ele nem sequer me deixou falar nada, por favor Yoongi acredite em mim 

 

"E é por isso que amigos devem dormir em camas separadas

E amigos não deveriam me beijar como você me beija

E eu sei que há um limite para tudo

Mas meus amigos não me amam como você"

 

Elen: Oppa...por favor...não me abandone, não destrua a nossa amizade por um garoto que você mesmo diz que nem vale a pena, por favor oppa -ela se aproxima de mim e limpa meus rostos que havia várias lágrimas derramadas- acredite em mim...eu te amo tanto que não sou capaz de explicar 

 

Eu não conseguia falar mais nada, tanto eu quanto ela estávamos aos prantos e ambos choravam bastante; sinto seu toque em minha nuca me trazendo arrepios e com isso sorrio ladino e ela rapidamente me beija, um selinho calmo e doce, que rapidamente vira um beijo após eu pedir passagem com minha língua e ela ceder. Após um tempo, cesso o beijo e apenas a abraço forte, eu me sentia reconstruído, ela havia me curado tão fácil e rápido, ela era minha cura

 

 -Eu te amo desde sempre Elen, eu sempre...-ela me interrompe-

Elen: Eu também te amo Oppa...me perdoa por hoje de manhã eu não queria fazer aquilo, ele quem me beijou, por favor, diga-me que vai tentar esquecer isso

 -E-eu não sei se consigo....aquilo me partiu o coração 

Elen: Então deixe-me lhe ajudar, deixe-me concertar o que eu mesma infelizmente quebrei 

 

"Não, meus amigos não me amam como você me ama

Oh, meus amigos nunca me amarão como você" 

—Friends, Ed Sheeran.


Notas Finais


Comentem se gostaram, desculpem pelos erros❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...