História Meu melhor amigo - 1 temporada - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Candice Accola, Ian Somerhalder, Joseph Morgan, Nikki Reed, Nina Dobrev, Paul Wesley
Tags Nian
Visualizações 63
Palavras 1.217
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Esporte, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente! Mais um capítulo pra vocês , espero que gostem pois fiz com muito carinho. Vou confessar pra vocês , eu não sou a melhor pessoa em escrever hot mas espero que gostem pois fiz com bastante dedicação. Bjs 😘 com nutella e boa leitura!

*Ps : mais 3 capítulos serão postados até a finalização da fanfic .

Capítulo 12 - She Will be loved


Fanfic / Fanfiction Meu melhor amigo - 1 temporada - Capítulo 12 - She Will be loved

            

“Rainha da beleza de apenas 18 anos

Ela tinha alguns problemas com si mesma

Ele sempre estava lá para ajudá-la

Ela sempre pertenceu a outra pessoa

Eu dirigi por milhas e milhas

E acabei na sua porta

Eu tive você por tantas vezes, mas de algum jeito

Eu quero mais

Eu não me importo de passar todos os dias

Do lado de fora, na sua esquina, na chuva torrencial

Procure a garota com o sorriso partido

Pergunte a ela se ela quer ficar por um tempo

E ela será amada

E ela será amada

Dê um toque na minha janela, bata na minha porta

Eu quero fazer você se sentir bonita

Eu sei que costumo ficar muito inseguro

Isso não importa mais

Nem sempre são arco-íris e borboletas

É o compromisso que nos deixa juntos

Meu coração está cheio e minha porta sempre aberta

Você pode vir qualquer hora que você quiser

Eu não me importo de passar todos os dias

Do lado de fora, na sua esquina, na chuva torrencial

Procure a garota com o sorriso partido

Pergunte a ela se ela quer ficar por um tempo

E ela será amada

E ela será amada” 

                  -Marron 5 - She Will be loved.




           (Nina POV)

- Que os jogos comecem - Essas palavras saídas de sua boca me deixam completamente acesa , meu corpo está em chamas e meu desejo descontrolado.

Vou em sua direção e o beijo de forma completamente apaixonada , dessa vez o beijo não é apenas desejo , por mais que nossos corpos estivessem transbordando isso ,dessa vez o beijo era calmo e cheio de sentimentos , sentimentos que nunca poderiam ser ditos através de palavras . Não seria suficiente, não haveria palavras o suficiente.

                 (Ian POV)

- Nina ... - O som ricocheteou sobre os lábios de Nina e a mesma apenas me mordeu os lábios em resposta . Seus braços envolviam meu pescoço , suas unhas arranhavam o local sensível de forma sensual desta forma deixando todos os pelos do meu corpo eriçados. Pego Nina em meu coloco sem quebrar o beijo , tudo estava ocorrendo de forma lenta , não havia pressa. Cada mínimo detalhe deveria ser gravado em nossas memórias , cada mínimo detalhe deve ser especial. Sentei-me na cama da morena e a mesma no meu colo. Nina me empurrou levemente para trás me fazendo repousar o corpo no lençol macio. Os cabelos soltos de Nina caíram fio à fio entre nossos rosto , afasto os mesmos com delicadeza para que assim pudesse olhar em seus olhos . Nina sorri e eu lhe dou um selinho demorado. Troco nossas posições , desta forma ficando por cima da mesma. Sem apoiar meu corpo sobre o seu obviamente. Beijo sua boca calmamente e Nina responde.

- Você tem certeza disso? - pergunto.

- Sim - ela diz com certeza , mas vi em seus olhos que ela ainda estava apreensiva.

- Eu vou ser cuidados baby , não se preocupe - lhe asseguro.

Começo a tirar suas roupas sem pressa alguma ,a deixo apenas de lingerie preta , me excito ainda mais. Me levanto da cama e tiro minhas roupas ficando apenas de cueca . Os olhos de Nina caíram sobre toda a extensão do meu corpo seu olhar não mostrava pudor algum tanto que Neens sorriu maliciosa pra mim enquanto mordia seu lábio inferior, me surpreendi confesso. Vou em sua direção e subo sobre seu pequeno corpo. Beijo de sua boca até o vão de seus seios , e é quando chego nessa área que Nina solta um gemido ao pé de meu ouvido , fazendo com que a tesão que eu estou sentindo, nesse momento aumentasse. Tiro seu sutiã e vejo Nina ficar vermelha de vergonha.

- Eu sou virgem Ian - sorrio em compreensão.

- Então eu irei lhe fazer sentir tudo pela primeira vez , lhe farei sentir tudo de bom . Será especial meu amor , eu lhe prometo - Digo e beijo seu queixo levemente - Não precisa ter vergonha de mim baby , você é perfeita , nunca se esqueça disso - digo e a mesma sorri novamente.

Beijo seus seios , distribuo lambidas e chupões​ em um de cada vez , Nina geme meu nome . Sua pele já avermelhada me deixa feliz, saber que eu fui o causador disso me deixa feliz. Desço minhas mãos pelas laterais de seu corpo apertando o local de leve , desço meus beijos desde os seus seios até sua intimidade , todo o percurso sem pressa . Nina se contorce na cama quando beijo sua intimidade ainda coberta pelo pequeno pano, fico satisfeito em saber que sou o responsável por lhe fazer ter essas sensações pela primeira vez . Tiro sua última peça de roupa , desço meu rosto em direção ao local sensível , beijo sua intimidade , Nina agarra o lençol e fecha os olhos.

- Olha pra mim Neens , eu quero olhar em seus olhos quando você vier pra mim - digo e a mesma o faz .

Minha língua a penetra e a mesma se contorce de prazer , faço movimentos circulares com meu dedo em seu clitóris em um movimento torturamente lento. Quando Nina agarra o lençol com força eu percebo que ela já estava em seu ápice .

- Seu gosto é maravilhoso baby - digo e a beijo a fazendo sentir seu próprio gosto.

A mesma retribui meu beijo .

- Isso é injusto - diz sorrindo.

- O que é injusto baby?

- Você ainda está vestido com essa cueca - sorrio e em seguida tiro o pano que tanto a importava. Me encaixo entre suas pernas E beijo lhe os lábios novamente.

- Pronta ? - pergunto depois de colocar a camisinha. Nina apenas balança com a cabeça em confirmação.

A penetro lentamente . Nina deixa uma lágrima solitária escorrer por sua bochecha , seco a mesma com um beijo. Seguro sua mão lhe passando confiança. Quando estou totalmente dela eu espero que a mesma de acostume para que eu possa continuar. Quando vejo que Nina já confirmou com a cabeça eu começo a me movimentar devagar . Um ritmo torturamente lento para mim , mas preciso , não adianta eu apenas receber prazer , era a primeira vez de Neens e eu a prometi que faria ser especial , e assim será.

- Mais rápido - diz Nina depois de sua dor ser substituída por prazer . Concedo seu pedido e vou mais rápido. A mesma geme em resposta , faço o mesmo , Nina é muito apertada. Nina segura meus cabelos fortemente , esse ato me deixa louco. Mais rápido eu faço , Nina geme e enterra suas unhas em minhas costas.

Uma vez mais.

Outra vez.

Mais forte.

Mais rápido.

Com mais vontade.

Pele contra pele.

Sexo contra sexo.

Suor.

Paixão.

Gemidos.

Palavras ditas com amor.

Palavras ditas sem pudor.

Palavras sujas.

Nina desce suas mãos até o meu quadril , suas unhas me arranhando em todo lugar possível ,era gostoso. Quando Nina aperta sua intimidade em meu membro eu gemo em sua boca.

- Vem pra mim Neens - digo e a mesma grita , um grito agudo e libertador. Todo seu corpo estremece , sinto seu líquido escorrer em meu membro . Em um ato vagaroso beijo seus seios subindo até seu pescoço e finalmente em sua boca olhando-a nos olhos nossas últimas palavras ditas naquela noite .

- Ian.. - diz com a respiração acelerada.

- Neens... - digo nada diferente dela.

Continua?


Notas Finais


Capítulo não revisado então me desculpem qualquer erro ortográfico.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...