História Meu melhor amigo - 1 temporada - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Candice Accola, Ian Somerhalder, Joseph Morgan, Nikki Reed, Nina Dobrev, Paul Wesley
Tags Nian
Visualizações 72
Palavras 1.623
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Esporte, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo pra vocês , espero que gostem. Bjs 😘 com nutella e boa leitura!

Capítulo 13 - Unsteady


Fanfic / Fanfiction Meu melhor amigo - 1 temporada - Capítulo 13 - Unsteady

“Segure, segure, me agarre

Porque eu sou um pouco instável

Um pouco instável

Segure, segure, me agarre

Porque eu sou um pouco instável

Um pouco instável

Mamãe, venha aqui

Aproxime-se, apareça

Papai, eu estou sozinho

Porque esta casa não me faz se sentir casa

Se você me ama, não deixe ir

Se você me ama, não deixe ir

Segure, segure, me agarre

Porque eu sou um pouco instável

Um pouco instável

Segure, segure, me agarre

Porque eu sou um pouco instável

Um pouco instável

Mãe, eu sei

Que você está cansada de estar sozinha

Pai, eu sei que você está tentando

Lutar quando sente vontade de fugir

Mas se você me ama, não deixe ir

Se você me ama, não deixe ir

Segure, segure, me agarre

Porque eu sou um pouco instável

Um pouco instável

Segure, segure, me agarre

Porque eu sou um pouco instável

Um pouco instável

Segure, segure, me agarre

Porque eu sou um pouco instável

Um pouco instável”

                   -X Ambassodors - Unsteady


                        (Nina POV)

Acordo na manhã seguinte com os malditos raios de sol entrando pelas frestas das janelas , abro os olhos lentamente tentamos me acostumar cima claridade . Abro os olhos finalmente e olho para o meu lado , Ian ainda dormia , seus cabelos ainda mais bagunçados do que o normal , sorrio com isso. Sua respiração é calma , parece que nada de ruim poderia nos acontecer enquanto estivéssemos juntos . O observo dormir não sei por quanto tempo , esse momento é tão bom , não quero nem sair da cama com medo de que isso possa a acabar . Me perco em meus pensamentos , tanto que nem percebo quando foi o momento em que Ian acordou . O mesmo permanecia ao meu lado , mas só que agora suas lindas orbes azuis me observam com um lindo sorriso no rosto , retribuo. Chego mais perto dele e me aconchego em seu corpo , seu calor é tão bom. Ficamos assim por um tempo até que Ian se pronuncia.

- Deveríamos nos levantar , não acha ? - olho para o mesmo e ele sorri.

- Tem certeza? - pergunto manhosa.

- Sim - sorri . Imagina se entram aqui e nos pegam desse jeito .

- Eu tranquei a porta - sorrio irônica.

- Ok senhoria preguiçosa você venceu , pena que não irá provar as belas panquecas que eu faço - diz e eu o olho com os olhos brilhando.

- Acho melhor levantarmos - digo e Ian sorri . Faço o percurso até o banheiro nua e Ian apenas me observa ainda deitado na cama.

- Ué , não é você mesmo que estava falando que deveríamos nos levantar - digo depois de me trocar . Ian se levanta e vem em minha direção completamente nu , olho para baixo e engulo em seco.

- O que houve Neens ? A vista está boa? - pergunta com um sorriso convencido estampado nos lábios, lhe dou um tapa no ombro e ele ri.

- Idiota - reviro os olhos e sorrio.

- Eu sei que me ama Neens - diz depois de ter se trocado.

Descemos as escadas e todo mundo já havia acordado. Candice e Robin estavam preparando o café da manhã enquanto Joseph arrumava as coisas em que havíamos bagunçado na noite anterior. Assim que chegamos no andar de baixo todos nos olham com um olhar malicioso.

- É Candice , parece que a noite dos dois foi boa né ? - diz Robin.

- Também percebi , lá encima tava tão agitado . Pensei até que o Somerhalder tava matando a Neens - diz Candice cúmplice.

- Ele tava matando ela , só que de sexo - diz Joseph do outro lado da casa.

Coro com esses comentários , mas Ian apenas sorri travesso pra mim.

- Ah calem a boca - fico mais envergonhada ainda e todos começam a rir , até mesmo Ian . Desgraçado.

Tomamos café todos , conversamos animadamente sobre a noite anterior . Tudo se passa bem , mas como todos dizem que tudo que é bom dura pouco .

Nikki entra pela porta de casa com a cara amarrada , vem em minha direção e me dá um tapa estalado no rosto e vai em direção de Ian tentando lhe beijar , mas o mesmo descia de seu toque.

- Sua vadia ! - grita - Você roubou meu namorado - vem em minha direção novamente mas Robin a segura e Candice lhe distribuí cinco tapas no rosto.

- Nunca. Mais. Encoste . Um . Dedo. Nela. Está. Me . Ouvindo? - diz pausadamente enquanto puxa seus cabelos.

- Tira suas mãos de mim loira de farmácia - diz e desta vez é Robin que lhe dá um tapa na cara. Ian e Joseph não atreveram se meter .

- Nunca mais fale dela sua vadia - grita cuspindo as palavras e a joga no chão com ódio.

- Ian , você vai deixar elas fazerem isso ? Você não me ama mais? - pergunta chorando.

- Não dirija uma palavra sequer a mim - diz enojado.

Nikki sai de casa apressadamente da casa , tão rápido do que quando entrou.

- Amor , você está bem ? - Ian tenta me encostar mas eu recuo de seu toque.

- Não encosta em mim - digo - Só sai daqui , por favor - digo chorando com a mão no local do tapa que ainda ardia.

- Mas ... - tenta protestar mas o corto.

- Por favor - soluço.

- Vem Ian, eu vou com você- diz Robin o puxando para fora da minha casa .

- Fique bem Neens - diz Robin com a cabeça baixa , não respondo.

- Joseph vá com eles - diz Candice - eu fico com ela - Joseph acente e se retira. Candy vem ao meu encontro e me abraça fortemente enquanto afaga meus cabelos.

- Vai ficar tudo bem - diz .

                         (...)

Candice ficou o dia inteiro comigo , não me deixou sozinha em momento algum , tentou me animar de várias formas mas de nada adiantava . Eu não sei por que tratei Ian mal daquele jeito , eu simplesmente estou cansada de brigar . Eu o ignorei simplesmente o dia inteiro​. Todo essa briga me corrói por dentro , eu sofro tanto com isso. Eu estou com Candice na sala vendo um filme qualquer . Mas minha atenção não está na tela da TV e sim na tela do meu celular , já pensei em ligar para Ian diversas vezes , mas não criei coragem para fazê-lo.

- O que você queria? Que ele simoke te ligasse pra vocês e dissesse pra vocês transarem loucamente até o amanhecer? - pergunta Candice como se tivesse lido meus pensamentos .

- Eu sei mas....

- Mas nada garota , liga pra ele - diz Candice. Decido ligar e no quarto toque ele atende .

- Hello - uma voz embolada se orinun do outro lado da linha.

- Ian? Onde você está - pergunto ao ouvir vozes do outro lado da linha .

- Eu não faço a mina ideia , mas a cachaça é boa - ele ri .

- Pergunta qualquer coisa que possa me fazer ter encontrar - falo .

Depois de longos minutos eu consigo um endereço , pego um táxi e vou ao seu encontro. Chegando lá eu o vejo chorando debruçado sobre um balcão , uma loira estava ao seu lado.

- Ian! - chamo sua atenção e o mesmo abre um sorriso amarelo.

- Oi amor , veio para a festa? - ele tá animado .

- Quem é essa querido ? - a loira pergunta e tenta beija-lo . O puxo pelo braço na hora .

- Eu sou a namorada dele - digo sem pensar . A raiva que me consumia era inevitável .

- Namorada? Pensei que um homem desses procurasse por mais - diz . Vadia!

- Olha só , ou você pega essa sua bolsa mais falsa do que nota de um real ou eu vou ter que te mostrar o “mais” bem no meio dessa sua cara. E aí o que você escolhe? - pergunto.

Ela sai e então volto minha atenção para Ian , parece que ele bebeu o bar inteiro , nunca havia o visto nessa situação. Com a ajuda de um funcionário eu levo Ian para o táxi. Vamos até sua casa , ao chegar na mesma percebi que não havia ninguém no local.

- Vamos logo Ian - digo quando o mesmo começa a fazer corpo mole - Eu vou colocar gelo na sua cueca ! - o ameaço já que ele não queria entrar no chuveiro .

- A água tá fria , tenha dó - diz correndo em direção ao quarto e se jogando na cama .

Caminho até sua cama onde o mesmo se comportava como uma criança de quatro anos .

- Neens? Namora comigo? - pergunta me olhando sério. Arregalo os olhos

- Ah tenha dó Ian , você está bêbado - digo olhando para outro canto do quarto , mas ele segura meu queixo me fazendo olhar em seus olhos azuis.

- Não , Neens eu nunca estive tão sóbrio em toda a minha vida - diz .

- Você está falando sério? - pergunto chorando.

- Sim - diz sorrindo - E então , namora comigo? Olha eu sei que não é a melhor maneira de se pedir alguém em namoro , mas....

- Eu aceito - o corto.

- Sério? - pergunta com um sorriso lindo.

- Sim - o beijo apaixonadamente - Mas agora ... - me separo do beijo - vá dormir senão amanhã será pior - digo e o mesmo concorda.

Em questão de segundos ele dorme , não demora muito para que eu adormeça ao seu lado .

Continua??


Notas Finais


Capítulo não revisado então me desculpem qualquer erro ortográfico.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...