História Meu melhor amigo homem - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor De Melhor Amigo, Namoradinho
Visualizações 16
Palavras 1.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente essa fic aconteceu e ainda acontece na vida real uso os nomes verdadeiros dos meus amigos, qualquer dia desses eu coloco uma foto de mim e o João na capa do próximo cap. Bjs e boa leitura

Capítulo 1 - Jogo Da Garafa


Fanfic / Fanfiction Meu melhor amigo homem - Capítulo 1 - Jogo Da Garafa

Pov's Ana

 

Era uma terça feira, eu estava assistindo ou pelo menos tentando assistir, a aula de Geografia, o que pra mim é realmente difícil. Estava entretida com a minha caneta de ficava passando entre a espiral do caderno fazendo aquele barulho irritante. Até que alguém que estava sentado atrás de mim me cotuca.

 

 

 

- Ei...psiu...- alguém fala cochichando perto de mim, quando me viro era um garoto da minha sala. Não costumava conversar com ele mas... Fazer o que ?

 

 

- que?....- falo cochichando 

 

 

- Me empresta a cola....

 

 

 - Pra Que?....

 

 

- me empresta logo....

 

 

- Tá.. Toma - entreguei para ele 

 

 

Depois de uns 15 minutos ele me devolve, e eu pego da sua mão. Advinha....ele tinha colocado cola por todo lado do garafinha, minha mão ficou cheia de cola grudada 

 

 

- Ei! Isso não tem graça!! - ouvi risinhos vindo dele é de alguns colegas dele vindo do fundo da sala 

 

 

- Posso saber o que está acontecendo?! - O professor pegunta um pouco irritado de tanto chamar a atenção dele 

 

 

- Foi O João Vitor !!! - Falo apontando pera o mesmo 

 

 

- Já Chega!! Joao Vitor já a terceira vez que chamo sua atenção, vao  para a diretoria agora!! - Gritou o Professor

 

 

- Mas ele que começou! - Disse 

 

 

- mesmo assim, também estava conversando muito - Admito que isso era verdade  

 

 

Eu e o Idiota!! Do João Vitor, fomos para dirotoria. Eu estava andando na frente com MUITA! Raiva mesmo dele. Até que escuto alguém correndo para me alcançar.

 

 

 

- ei...desculpa foi só uma brincadeira...- não falei nada, meio que dando um gelo nele - responde...me desculpa?

 

 

- Não...

 

 

- Qual é - ele fala se posicionando na minha frente - me perdoa...por favor!

 

 

- Ta....

 

 

- Tá O que ? Quero ouvir da sua boca 

 

 

- Sim Eu te desculpe agora sai da minha frente...- ele me deu passagem para mim sair 

 

 

Chegamos na sala da diretora, ele bateu na porta, ouvimos um "entra!" e assim fizemos

 

 

- Licença... - Disse

 

 

- Ora...João Vitor De novo...o que o  mocinho Fez ?

 

 

- Na verdade...- o telefone da sala da Diretora começou a tocar 

 

 

- Só um pouco Crianças...podem sentar e eu já volto...- ela atendeu o telefone é saiu da sala deixando nós dois sozinhos, eu e ele nos sentamos em umas cadeiras que tinham na sala dela. Ficamos uns 5 minutos a esperando e até agora ela não aparecia.

 

 

- ela tá demorando ne?...- ele disse 

 

 

- e mesmo.....

 

 

- olha...eu não vo mentir...eu fiz aquilo por que os meus amigos me desafiaram, e se eu não fizesse eles iriam me fazer come comida do chão...não foi culpa minha 

 

 

- ei...eu acredito em você...mas eu também fazia isso - dei uma risada sem graça por que eu estava com vergonha

 

 

- Então.... 

 

 

- Bom Crianças, já voltei desculpa pelo atraso - odiava que me chamassem de criança, eu já tinha 12 anos, qual é? - Agora me contem o que aconteceu ? Qual dos dois Aprontaram dessa vez? 

 

 

- Foi ele - apontei para o J.V ( apelido fofo que até hoje chamo ele assim ), Ele me Olhou com um olhar tipo " tá bom então né? "

 

 

- E o que ele fez ? Sem mentiras... - Tive que contar tudo, mas algo me dizia que eu estava pisando feio na bola, quando terminei de falar olhei para o J.V e ele tava meio desapontado imaginando a surra que iria levar de sua mãe ( pq a mãe dele trabalhava na escola ou seja, se ele fizesse alguma coisa a mãe dele instantâneamente iria ficar sabendo ) 

 

 

- Ok...Conversa Demais.... Não completa as atividades...arruma confusão ...vou mandar somente um bilhete para sua mãe ok??

 

 

- tudo bem...- ele disse aliviado

 

 

Saimos Da Sala da diretora, e no caminho o J.V decidiu conversa comigo 

 

 

- Aquela diretora usa silicone....- ri que nem uma doida com a observação de João Vitor 

 

 

- Vc é doido.... - falei amenizando a risada que insistia em sair, enquanto ele sorria vendo eu quase infartando. Estavamos Descendo as escadas do patio que dava em frente as portas das salas, ate que eu falei :

 

 

 

- Vou Beber agua..- disse pois tinha um bebedor quase do lado da escada

 

 

- eu tambem - ele veio atras de mim

 

 

eu estava bebendo agua enquanto o J.V me esperava e  do nada o ele fala :

 

 

- eu quase me caguei nas calças  achando que ia   levar uma advertencia...- só precisava daquilo para mim virar um chafaris e cospir toda a agua que estava na minha boca fora. o João me olhou assustado mas logo começou a rir junto .

 

 

 

- ai...e-eu.. to mor-rendo...- disse morrendo de rir... literalmente. Ate que finalmente fomos para a sala. Chegando lá cada um de nós fomos sentar em nossas carteiras e logo depois de uns  5 minutos tocou o sinal para trocar de professor, a ultima aula era de ciências e a professora avia FALTADO. Ficamos com aula vaga   ate alguns colegas sugeriram brincar de jogo da garrafa 

 

 

 

- GENTEE - meu amigo Thiago gritou 

 

 

- PORRA! -o J.V falou - NAO GRITA! A DIRETORA VAI VIR AQUI CHAMAR A NOSSA ATENÇÃO!

 

 

- desculpa... vamo brinca do jogo da garrafa? 

 

 

- Bora - disseram todos juntos. Sentamos em uma roda e o Thiago Rodou a Garrafinha d'agua e advinha... Parou na Julia e um Menino que se chama João Gabriel. Julia era uma quase amiga nem tanto mas ela era bem simpatica.

 

 

 

- Vai Julia... VAI LOGO!!

 

 

 

- Falar é facil... - ela disse meio timida 

 

 

 

- vai antes que passa alguem...- Disse uma garota que se acha da nossa sala a Gabiela, teve alguns anos do ensino fundamental que fingia ser amiga ela mas.. me arrependi, eu achava coisa de filme esse negocio de aluna "patricinha" mas pelo que eu vejo...  existi sim

 

 

 

- tabom...- o João Gabriel ( sim, existi dois joão na minha sala ) se enclinou para a frente ate chegar perto da boca da Julia e... eles deram um selinho DEMORADO!!! Eu sempre soube que a ju gostava dele e ele gostava dela. esse beijo durou uns 10 segundos, todo mundo da sala gritou um 'Huuuuuu'   

 

 

 

 - ai sim em...- Disse o João Vittor, olhei pra ele e ele devolveu o olhar, sorri e ele fez o mesmo.

 

 

 

- gente...vcs sentiram ? - perguntou uma gorota que se chama Priih ( Priscila )

 

 

 

- senti... senti ate na alma - respondeu Anne a amiguinha da Priscila  

 

 

 

- o que?...- perguntei, eu realmente não tinha entendido

 

 

 

- a quimica...- a gabriela sabia como ferrar com a minha vida. Fui obrigada a mostar o dedo do meio. Ela realmente pensou que podia rolar alguma coisa ente eu e o João Vittor ??? não é que poderia...é que é meio estranho...

 

 

 

- tá vai logo - disse Julia e assim O Thiago fez... e parou em mim e o João Vittor

 

 

 

- Nossa é coisa do destino...- disse gabriela 

 

 

 

- CALA BOCA PIRANHA!!! - me exaltei um pouco no ton da minha voz

 

 

 

- Calma gente....eu sei que eu sou lindo, não precisa briguar. tenho um pouco pra cada - o João Vittor disse, ele tem um don de me tirar do transe e me levar a Zueira 

 

 

 

- Oque estao esperando? vcs vão se beijar ne? - Disse a Priih 

 

 

 

- por mim tudo bem... - disse 

 

 

 

- eu tb...

 

 

 

- vai logo entao! - disse  Thiago 

.

.

.

.

.


Notas Finais


Então Espero que tenham gostado favoritem e deixem seus comentários a respeito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...