História Best Friend? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sensational Feeling 9 (SF9), TWICE
Personagens Hwiyoung
Tags Hwiyoung, Sf9
Visualizações 85
Palavras 419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drabble, Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - ♡Eleventh♡


Fanfic / Fanfiction Best Friend? - Capítulo 11 - ♡Eleventh♡

Assim que o homem de aparência assustadoramente amedrontadora viu seu filho abraçado com o garoto moreno, beijando o topo da cabeça do mesmo,  foi a gota d'agua para um incontrolavel ataque de raiva


-Kim Youngbin, explique-se agora
-P-Pai, n-não é nada disso que você esta p-pensando

-De todas as doenças nesse mundo, você tinha que ser gay né? Seguir essa tal modinha de homossexualidade. Eu não vou aceitar filho viado na minha casa, já disse isso. Não criei homem pra chupar rola.

O senhor Kim era um homofóbico de primeira, Youngbin sabia que ele nunca aceitaria um filho gay.

O pobre youngbin já chorava assim como Inseong. O pai de youngbin se aproximou e levantou Inseong pela gola da camiseta, tirando o magro garoto do chão 

-Você é a escória da sociedade. Um garoto que enganou outro garoto por hormônios. Você fez meu  virar gay.


O Inseong já chorava desesperadamente, até que o que todos já esperavam, aconteceu


-Senhor Kim, eu gostaria de lembra-lo que estamos em minha residência, e que eu não aceito homofobia embaixo do teto de meus pais,pois nessa casa nós respeitamos a tdoso os humanos como eles merecem; Igualmente


Ela subiu no sofá pra encarar aquele gigante homem, que estava de olhos arregalados

-Eu gostaria de pedir que o senhor não me interrompa  falo, e que retire-se de minha residência assim que ouvir tudo o que tenho que falar, por favor

Sana aproveitou para ligar para as mães dos garotos, que apareceram em questão de segundos, e ficaram na porta juntamente com a mãe de Hwiyoung-Irene-ouvindo a mais nova.

O Sr.Kim avançou na mais nova e depositou um tapa no rosto delicado, que não demonstrou emoção alguma e continuou a falar calmamente

-Eu só vou falar uma vez, então me escute com atenção; Se o senhor tentar algo contra eles ou qualquer um de nós, pode ter certeza que sua empresa entrara em falência. Ambos meus pais são advogados e eu conheço a lei suficientemente bem parar saber que o tapa que o senhor acabou de me dar vai te dar um belo processo de agressão contra a mulher, e temos 15 testemunhas de sua homofobia, o que significa que já temos dois processos abertos contra o senhor, quer que eu continue?

-Sua-

-Terei que pedir para que o senhor saia desta residência, ou terei que retira-lo?

O homem olhou para trás e viu Suho-Pai de Minhee- pronto para retira-lo dali à força, e o homem certamente não desejava lutar com um policial.

-Senhor Kim, retire-se da residência e acompanhe o senhor Min até a  de polícia, Por favor



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...