Hist√≥ria Meu mundo com ele ūüĎę - Cap√≠tulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Death Note
Visualiza√ß√Ķes 22
Palavras 879
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
G√™neros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


(Parte 20)

Capítulo 20 - Em questão de segundos...


Fanfic / Fanfiction Meu mundo com ele 👫 - Cap√≠tulo 20 - Em questão de segundos...

(🚹)

    - Tudo foi tão rápido, ela estava bem em um segundo e no outro estava morta. 

- me conte tudo oque aconteceu. 

💭 Eu estava conversando com a minha amiga Sakura, ela me apresentou sua amiga chamada Akemi, Akemi Sato...

- Oque estavam conversando ? 

- Eu fui até Sakura para pegar um caderno, então começamos a conversar sobre outros assuntos aleatórios.

- me conte sobre essas conversas aleatórias. 

💭 Nada demais, só estávamos falando sobre o nome de Akemi, de como eu tenho uma memória fraca para lembrar de nomes. Akemi me falou que se eu anotasse algo que quisesse lembrar, eu não esqueceria mais. Peguei o caderno e escrevi o nome dela, em questão de segundos ela desmaiou e começou a convulcionar...

- então não conhecia Akemi ? 

- não, só a Sakura. 

- Notou algo de diferente em Akemi, algo estranho ? 

- Ela parecia estar triste, parecia não estar dormindo muito bem. Sakura me disse que ela estava assim porque tinha perdido um grande amigo. 

- Conhecia esse tal amigo ? 

- Porque tantas perguntas ? Ela morreu de causas naturais não é ? - pergunto angustiado. 

- É muito estranho uma garota de 17 anos com uma saúde perfeita morrer do nada. 

- também acho isso más, me interrogar não vai adiantar de nada não acha ? 

- tem razão. Esta liberado, obrigado por colaborar Ryuzaki. 

Saio em silêncio da sala. Ainda não da pra acreditar no que aconteceu na escola. Pareceu aqueles filmes de terror em que você está na escola conversando e do nada, aparece um doente mental e mata justamente a sua amiga. Esquece oque eu falei, não se parece nada com isso. 

(🚺)

    - Você saio pouco depois que Akemi teve o tal "ataque" e morreu, oque tem a dizer sobre isso ? 

- Tive sorte. - falo olhando para os lados. 

- sorte ? 

- Sim, não ia querer ver Akemi morrendo na minha frente. 

- conhecia ela ? 

- Não. - falo olhando para o homem que está me interrogando. 

- Conhece a Sakura ? 

- conheço. Eramos alguma coisa quando crianças. 

- Alguma coisa ? 

- Não sou amiga, não sou colega, não sou inimiga, então... Alguma coisa tenho que ser. 

- Haha, mas não são amigas hoje ? 

- somos alguma coisa. 

- sobre oque estavam conversando antes de você sair ? 

- sobre como ser interrogada e chato. - falo já chateada. 

- não posso fazer nada, esse é o meu trabalho. 

- trabalho chato eim. - falo olhando para a foto em cima da mesa do homem. 

- Sério, sobre oque estavam conversando ? 

- Eu precisava pegar um esmalte que tinha emprestado para a Sakura e ai ela me apresentou sua amiga já falecida, que Deus a tenha. - falo sem nenhuma expressão facial. 

- como estava Akemi ? 

- parecia estar triste, infeliz, arrasada. Sakura disse que ela tinha perdido um amigo. Só entre nós, eu acho que ela tomava ante-depressivo.

- Deduziu tudo isso só de olhar para ela ? 

- Sou bem observadora.

- Bom. Esse caso é bem estranho não acha ? - pergunta o homem me olhando fixamente. 

- Todos nós vamos morrer um dia então, tudo isso é normal pra mim. - falo olhando fixamente para o homem. 

- Não sente nada por Akemi, pela morte dela ?

- sentir oque ? Eu nem a conhecia, não vou chorar por alguém que até 1 hora atrás nem sabia que existia. Bom é isso ? Pois quero ir embora. 

- Acho que é só. Esta liberada Hanna, obrigado por colaborar. 

- Adeus. - falo saindo dá sala.

Que velho chato ! Não tem porque envestigar esse caso, ela morreu de causas naturais, só isso, ponto. Haha, pra quem estou querendo mentir, não são causas naturais mas, ninguém vai suspeitar de um caderno. 

(🚹)

    Droga, não vou aguentar ver a Sakura, não nesse estado, mas também não posso deixar ela passar por isso sozinha. 

- Ryuzaki. - fala uma voz vindo de uma sala. 

Caminho até a sala e dou de cara com o meu pai. Ele esta sentado em sua mesa com as mão na cabeça. 

- Pai ? - pergunto o olhando. 

- você está bem ? 

- Acho que estou. Tenho que ir logo pois vou buscar Tomiko na escola.

- Pode ir então, más, porque você ? Porque não a sua mãe ? 

- Porque vocês vão sair hoje a noite, ela quer ficar bem bonita então ...

- Sei sei, mulheres demoram mesmo para se arrumar. - fala ele me interrompendo. - Vá antes que Tomiko volte sozinha. 

- Até mais. - falo saindo.

(🚺)

    Droga ! Esqueci totalmente das meninas. Minha mãe vai para um evento com o meu pai e eu fiquei de buscar as meninas na escola. Tenho que ir correndo pra lá. 

- Que demora Hanna. - fala Ryuma chateada. 

- Onde esta Ryumi ? - pergunto olhando para os lados. 

- está conversando com uma amiga. - fala Ryuma apontando o dedo para onde elas estão. 

Caminho até Ryumi ...

- Ryumi ! Venha. - falo olhando para sua amiga. 

- Não posso deixar minha amiga sozinha. - fala Ryumi triste. 

- qual é seu nome mocinha ? - pergunto agachando até a menina. 

- Sou Tomiko, Tomiko Yamamoto. 




Notas Finais


Galera, se estão gostando não esqueçam de apertar no "‚ô•" pra ajudar, e se puderem, divulguem a história, falem dela para alguem que curte esse tipo de história ;)
‚ÄĘ
Bjs dá Loh ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...