História Meu Mundo Imaginário e... Você??? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 2
Palavras 587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Não há música ;-;
Agradeço a você que esta lendo!
Ass: IBM Miguel.

Capítulo 18 - A mesma coisa!


 Acordei gritando novamente. O mesmo sonho de sempre. Eu havia me afogado e sucumbido ao abismo.

  -Irian? Tudo bem???? -Meu pai veio ao ouvir meus gritos. 

  Estava preocupado, ja faz semanas que isso anda acontecendo.

  -Aquele... Aquele sonho de novo. -Eu pertava meu pescoço.

  -Já chega! Vamos descobrir o que é o significado desse sonho!

  Meu pai ligou o computador na madrugada e digitou "morrer afogado" . Diversos significados apareceram. Meu pai abriu um site e vimos o que era:

  Significa renascimento. Quebre esses dias iguais e tente logo algo original.

  "Puxa... Não ajudou em nada!" 

  Outra coisa me chamou atenção, antes eu salvei Jade, e vi no site " sonhar que salvou alguém de afogamento" .

  Cliquei na hora e dizia que eu vou ser ajudado em um momento extremamente difícil. 

  Do nada me lembrei do que eu sentia, eu sentia que estava sendo enforcado. Coloquei isso no computador e não encontrei nada ate que meu pai achou uma resposta no Yahoo:

Significa se sentir impotente, angustiado, sem poder pedir ajuda ou gritar por socorro. 

  Me assustei. Não tinha nada com nada. Nenhum quebra-cabeça sendo resolvido.

  Olhei para meu pai triste e ele tirou-me do computador e me pós pra dormir.

  -Isso não é nada OK? É só um sonho, não é porque significa isso que realmente pode ser. Não se preocupe filho. -Ele beijou minha testa e me deixou no quarto.

  Igor apareceu na minha porta preocupado, segurava algo, eu não podia ver. Foi então que ele me deu e deduzi que era chocolate. Era o branco. O abri e comi.

  Dormi bem melhor depois.

  

  Logo logo vamos estar de férias! E amanhã eu vou sair com Jade. Me arrumei e fui para a escola.

  Ao chegar lá vi um amontoado de gente. Será que colocaram outro aviso no portão?  Cheguei mais perto e vi o corpo de Leandro esquartejado no chão. Sei que nenhum jovem merece ver isso. Seus órgãos estavam espalhados pelo chão e você sentia um cheiro horrível. Da volta de de vomitar.


  Entrei em meu mundo, dessa vez eu encontrei uma música nova então eu podia imaginar uma coisa completamente diferente. 

  Dessa vez eu era eu mesmo. Estava caminhando pela escola juntando todos os quebra cabeças. Fiz diversos depoimentos e ótimas descobertas, só faltava o assassino. Todos olhavam boquiabertos para mim na escola, então saquei quem poderia ser, preciso de um sorriso falso para isso.

  Corri para a sala e peguei uma câmera, tirei a foto de todos. Então depois de um dia, outro assassinato. Tirei a foto de todos novamente. Não da ninguém, todos iguais. Foi então que me liguei. Não é um estudante nem professor, não é direto nem espetor, não é o carinha da risotolandia nem as tias da limpeza... De quem eu não prestei atenção?

  Aí que saquei! Desde que um grarda chegou a escola começou os crimes. Era ele. No final era realmente ele! 

  Saí do meu mundo feliz com o resultado, as triste por não ser a realidade. 

  Ouvi alguem bater a porta então abri r vi Franciely. Ela não sai mais daqui também. 

  Mais tarde saímos e ficamos jogando três cortes com Alexy. Depois subimos em diversas árvores. Começou a vir mais gente. Brincamos de esconde-esconde, Polícia Ladrão, rei estátua e entre outras coisas. 

  Mas no final deu o mesmo sonho. 

  Quero que isso pare! É tortura sentir a mesma coisa, sentir que alguem te enforca, mas não tem ninguém e você vai morrendo afogado enquanto cai para o fundo do mar. Isso é horrível!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...