História Meu namorado instantâneo - Jikook - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Kookie, Minie
Visualizações 133
Palavras 4.527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amores!!!!
Sim, mais um capítulosinho aqui para vocês!
Sei que sumi, mas é que minha intensão não era atualizar aqui com muita frequência, pois eu nem mesmo fazia ideia de que tantas pessoas gostassem assim dessa história!!
Bom, mas chega de enrolação e vamos para o capítulo!!!
Boa leitura meus amores!!!

*desculpem-me se houver errinhos... Acontece!

Capítulo 3 - Jimin quer carinho...


Fanfic / Fanfiction Meu namorado instantâneo - Jikook - Capítulo 3 - Jimin quer carinho...

Eram quase quatro horas da manhã quando Jungkook acordou ouvindo um choro baixinho, e ao passar sua mão ao lado da cama sentiu que Jimin já não estava mais ali.

- Minie...?

Jimin nada respondeu apenas continuou a chorar.

Jungkook se levantou da cama e fez menção de acender as luzes, mas Jimin tomou coragem de se pronunciar antes que isso acontecesse.

- N-Não Guki... Não acenda as luzes... – diz ele com a voz mansa e bem falha

- Mas Minie, como vou te encontrar nesse escuro? O que está acontecendo? Fala pra mim...

- O-O... O Jimin teve um pesadelo...

- Pesadelo? Fale pra mim como foi pequeno... – diz Jungkook do modo mais cuidadoso possível

Enquanto Jimin balbuciava algumas palavras intercaladas com os soluços, Jungkook apenas se concentrava em encontrar o menor apenas por sua voz.

Jimin estava em um cantinho do quarto abraçado aos seus joelhos e com o rosto molhado pelas lágrimas.

- Não chora Minie... – diz Jungkook assim que o encontrou

Jungkook abraçou levemente o corpinho de Jimin, mas o mesmo logo tratou se grudar em Jungkook. Ele estava apavorado.

- Então quer dizer que eu fui embora no seu sonho e te deixei sozinho? – diz Jungkook acariciando os cabelos macios do menor

- Hurum...

- Você sabe que eu não faria isso com você Minie...

- Ma-Mas...

- Mas nada Minie... Por que não voltamos a dormir?

- Eu não quero Guki... O Jimin tá com medo... – diz Jimin se agarrando mais  a Jungkook

- Ok, então vamos apenas nos deitar... Ok?

Jungkook sabia que logo o sono viria para ambos, então resolveu fazer uma oferta tentadora ao menor para que deitasse consigo e dormisse.

- Olha só Minie... Se você for se deitar comigo na cama, eu posso fazer carinho em você... O que acha? Você aceita...?

- Tá bom Guki... O Jimin vai...

Jungkook pegou o pequeno no colo e o colocou deitado na cama.

- Guki, eu quero carinho...

- Tudo bem Minie... – diz Jungkook com um pequeno sorriso nos lábios

Jungkook começou a mexer nos cabelos de Jimin até que foi interrompido pelas mãozinhas do mesmo.

- O que foi Minie? Não está bom?

- O Jimin quer outro tipo de carinho...

Nesse momento Jungkook engoliu seco.

O que será que ele quis dizer com “outro tipo de carinho”?!

- O Jimin quer o carinho igual quando o Jimin sentou no colo do Guki... Se chama... Be... Bei... BEIJO! – diz ele empolgado por se lembrar da palavra

- É-É Minie... Eu acho que...

Jungkook estava relutante. Ele não queria ensinar coisas “erradas” para Jimin e nem mesmo torná-lo menos inocente ou puro por isso.

- Você não quer Guki?

Era claro que Jungkook queria.

- É-É... Por que quer esse tipo de carinho Minie...?

- Por que é bom... O Jungkook sabe fazer bem...

- Tudo bem, mas esse tipo de carinho você só pede pra mim, ok?! – diz Jungkook preocupado com o que Jimin poderia pedir a outra pessoa

- Tá bom!

Ciúmes? Talvez.

Jungkook queria proteger Jimin de tudo e de todos, mas ele sabia que mais cedo ou mais tarde Jimin teria de descobrir e conhecer as coisas do mundo.

Jimin permanecia deitado na cama enquanto Jungkook ficou por cima do baixinho. O maior foi se aproximando lentamente até que pudesse sentir a respiração quente e os lábios macios do seu pequeno.

- Hum...

Foi à primeira coisa que Jungkook soltou ao ter o primeiro contato. Fora apenas um leve gemido que demonstrava sua satisfação por estar ali fazendo aquilo. Os lábios de Jimin poderiam ser considerados os melhores que o outro já provara na vida.

Jimin movimentava seus lábios com a maior calma, e a saliva que ali estava presente tornava os lábios de Jungkook mais chamativos a cada movimento. Os estalinhos que eram liberados por conta do atrito deixavam o momento cada vez mais gostoso e Jungkook já não queria mais parar.

O corpo do maior já não lhe respondia corretamente e o mesmo foi se deixando levar cada vez mais. Seu corpo foi se colando cada vez mais ao de Jimin, sua boca sugava os lábios do baixinho com vontade e suas mãos inquietas já se encontravam apertando possessivamente a carne macia da cintura do garoto abaixo de si.

- Guki... O Jimin... O Jimin está ficando quente... – diz Jimin entre os selares afoitos de Jeon

Foi aí que Jungkook gelou. Ele havia passado dos limites.

- É-É... Minie, é melhor nós irmos dormir... – diz Jungkook fazendo menção de sair de cima do menor

- Ah não Guki, estava tão bom... – diz Jimin todo manhoso – E... Eu ainda estou com medo...

- Minie... Eu estou aqui com você... Nada vai lhe acontecer enquanto eu estiver do seu lado... Eu te prometo isso... – diz Jungkook selando sua promessa com um leve beijo na testa de Jimin – Vamos dormir agarradinhos... – diz ele se jogando ao lado de Jimin e o agarrando

- Tudo bem... O Jimin confia no Guki...

Depois deste ocorrido ambos voltaram dormir. É claro que Jungkook demorou um pouco a pegar no sono por conta do que Jimin havia lhe confessado a momentos atrás.

O Jimin está ficando quente...

Essa marcante frase não saía da cabeça de Jungkook.

Aish, ele realmente havia feito Jimin se excitar?

[...]

Jungkook foi o primeiro a despertar. E mal havia acordado e as lembranças frescas em sua memória o remeteram a aquele momento em que aquela frase marcante foi solta.

O Jimin está ficando quente...

Oh céus, como alguém tão puro poderia dizer aquilo de modo tão... Tão pornográfico?

Seus pensamentos inoportunos foram interrompidos assim que um fofo ser se espreguiçou e se remexeu na cama.

- Oh, bom dia Minie... – diz Jungkook sorrindo animado por ser tão sortudo a presenciar aquela cena fofa de Jimin abrindo seus olhinhos

- Bom dia Guki... – diz Jimin retribuindo o sorriso com seu adorável eye smile

- Conseguiu dormir bem...?

- Sim... Afinal você estava comigo Guki...

Jungkook sentiu suas bochechas esquentarem, provavelmente agora vermelhas, então apenas abaixou sua cabeça e se permitiu sorrir diante de tamanha fofura de Jimin.

O celular de Jungkook começou a tocar e institivamente Jimin começou a procurar pelo aparelho que provocava o som.

Simplesmente fofo.

- Alô? – diz Jungkook o atendendo após encontrá-lo

- “Jungkook? Oh, aqui é o Jin...”

- Ah, oi Jin hyung... – diz Jungkook sem graça por nem mesmo ter visto quem era que lhe ligava

- É o Jin hyung? Deixa o Jimin falar com ele Guki?? – diz Jimin todo animado, o que surpreendeu Jungkook

- Jin hyung, Jimin quer falar com você...

-“Passe pra ele querido...”

- Oi Jin hyung... Sim, eu estou bem... Não, o Guki cuidou bem do Jimin... O Jimin teve um pesadelo no meio da noite e o Guki fez carinho pro Jimin se acalmar... Ah, o Jimin ficou quente do nada, mas o Guki parou com o carinho... – diz Jimin fazendo um bico fofo

Jungkook estava aflito e ao mesmo tempo curioso com o que seu hyung acharia a respeito daquele assunto.

-“Jimin, querido você pode passar pro Jungkook? Eu preciso falar com ele...”

- Claro hyung...

- Alô hyung... – diz Jungkook atendendo a ligação um pouco aflito com o que seu hyung teria a dizer para si

- “Jungkook, você poderia vir aqui em casa hoje? Preciso conversar com você...”

- Mas e o Minie...?

- “Traga-o com você... Namjoon está aqui, ele pode distrair o Jimin enquanto conversamos...”

- Ok hyung... A que horas você quer que nós cheguemos aí?

- “Vocês têm onde almoçar...?”

- Almoçar...?

- “Sim Jungkook, Já são uma e meia da tarde... Não me diga que acordaram agora...”

- Bom... – Jungkook tenta começar a se explicar

- “O que ficaram fazendo a noite toda...? Começo a desconfiar que não seja só carinho como o Jimin disse...”

- Aish hyung, esqueça esse assunto...

- “Vocês vêm para o almoço, sim ou não?”

- Vamos, em vinte minutos estamos aí...

- “Ok Kook...”

Assim que Jungkook desligou a ligação, Jimin não se conteve e começou a fazer perguntas de modo afobado.

- Guki, nós vamos pra casa do Jin hyung...?

- Vamos Minie... Que tal vestir suas roupas para irmos até lá? – diz Jungkook se levantando da cama e indo até seu armário

- Ah Guki, o Jimin não pode ir de pijama? – diz Jimin fazendo manha

- Ah não Minie... Você não quer ficar bonito pra ver o Jin hyung e o Namjoon hyung?

- O Jimin não é bonito de pijama? – diz Jimin fazendo carinha de choro ameaçando a despejar suas lágrimas

- Não foi isso que eu quis dizer Minie... – diz Jungkook se desesperando em não fazê-lo chorar – É que roupas para dormir foram feitas para a hora de dormir e agora nós não vamos dormir...

- Ah sim...

- Então vamos escolher sua roupa?

- O Jimin pode usar as blusas do Junggukie?

- Claro que pode, e também vou colocar uma touca em você... Lá fora está muito frio... – diz Jeon sorrindo para o pequeno sentado em sua cama

Então lá foram ambos se arrumarem e fazerem suas higienes matinais.

[...]

O caminho até a casa de Jin foi repleto de sorrisinhos bobos, brincadeirinhas entre eles e até mesmo abraços.

Jimin levou um susto quando uma moça que levava seu cãozinho para passear passou pela calçada e o animalzinho ameaçou morde-lo, o que fez com que se agarrasse em Jungkook.

Quando finalmente chegaram à casa do mais velho, o mesmo não demorou a atender a porta.

- Entrem, está congelante ai fora...

Jimin abraçou apertado Jin antes mesmo de passar pela porta e quando viu Namjoon no sofá da sala ficou um pouco surpreso e confuso.

O que aquele hyung fazia na casa do Jin hyung?

- Olá Jimin... – diz Namjoon já de pé passando pelo baixinho com um sorriso no rosto – Que bom que chegaram, estou morrendo de fome e o Jin não me deixou nem mesmo dar uma provadinha na comida...

- Aish, você é muito guloso Nam... – Jin olhando para seu inquieto dongsaeng

- Hyung, o que o Namjoon hyung faz aqui na sua casa...? – diz Jimin não conseguindo conter sua curiosidade

- A-Ah... Bom, ChimChim, o Namjoon é meu... – diz Jin com uma de suas mãos a massagear sua nuca

Afinal, Jimin havia o deixando desconcertado e envergonhado com tal pergunta.

- Ele é seu namorado hyung...? – diz Jimin o interrompendo

- Jimin! – diz Jungkook tentando não tornar tudo aquilo mais embaraçoso

- Tudo bem Kook... E sim ChimChim, o Namjoon é meu namorado...

Jin tinha a ternura nos lábios e Namjoon um belo sorriso estampado.

- Oh! Isso é muito legal!... – diz Jimin batendo palminhas - O que vocês fazem Jin hyung...? O Junggukie ia me explicar o que é ser namorado, mas ele não conseguiu...

- Bom, vamos almoçar primeiro e depois conversamos sobre isso, ok pequeno...? – diz Jin tentando ser o mais paciente possível com aquela criaturinha tão fofa a sua frente

- Tá bom... Guki, o Jimin tá com fome... O Guki ajuda o Jimin a comer?

- Claro Minie, vamos nos sentar ok? – diz Jungkook sorrindo para o menor

Jungkook teve de colocar a comida de Jimin no prato e o ajudar com o guardanapo para limpar sua boca. Jin e Namjoon observavam tudo calados, porém maravilhados de como seu dongsaeng se tornou uma pessoa mais atenta e arriscavam a dizer que até mais sorridente após a vinda de Jimin.

Após o almoço, Jin prometeu um doce a Jimin com a condição de que ele ficasse sentadinho no sofá ao lado de Namjoon a assistir algum desenho. Jimin que não é bobo, adorou a ideia e prontamente agarrou das mãos de Jin o pirulito sabor morando e foi se sentar na sala enquanto o mais velho conversaria com Jungkook.

- Vamos até meu quarto... – diz Jin num tom sério, o que fez o mais novo se arrepiar de medo

Jungkook seguiu seu hyung sem dizer nada já temendo pelo o que viera.

Ambos se sentaram na beira da cama, um de frente para o outro, e começaram a conversar.

- Jungkook, o que eu queria conversar com você é sobre como Jimin apareceu... Quer dizer, Namjoon me contou uma história maluca de namorado instantâneo, mas isso parece loucura...

Para Jin era difícil duvidar das palavras de seu namorado, e tão pouco as de seu dongsaeng. Aquela história toda lhe parecia ser maluquice, e até mesmo se perguntara se Namjoon havia bebido antes de lhe contar tudo aquilo.

- Mas é verdade Jin hyung... Olha só, eu estava entediado em casa e sem nada comestível para o jantar, então resolvi ir ao mercado. Eu sabia que estava tarde, mas eu estava com fome e não pude ignorar quando vi uma embalagem solitária na prateleira do supermercado. Ela era toda coloridinha e vinha com o nome “Park Jimin” bem grande nela acompanhado de algo como “Em poucos minutos adquira seu perfeito namorado”, e eu que me encontrava sozinho e também sem nada pra fazer, resolvi testar o tal negócio. Acontece que eu não imaginei que funcionaria e quando acordei no meio da madrugada por um barulho vindo da minha cozinha encontrei Jimin nu e machucado... Hyung... – diz Jungkook respirando e liberando o ar de seus pulmões de modo pesado – Eu sei que pareço estar louco, e confesso que no dia seguinte quando acordei e não vi o Jimin deitado na minha cama achei que tudo não havia passado de um sonho, mas eu ainda trajava as roupas da noite passada, as mesma que vesti depois de encontrar Jimin, então fui à procura da embalagem do tal produto e não a encontrei em lugar algum, procurei até mesmo na notinha do supermercado, mas não estava lá...

Depois de Jungkook tentar se explicar, um silêncio desconfortável se instalou no quarto e só era possível ouvir a respiração de ambos ali e o barulho da televisão da sala.

- Hyung... – Jungkook parecia estar começando a desistir do mais velho lhe compreender

A verdade era Jungkook estava frustrado por não conseguir respostas concretas de como Jimin surgiu e tudo o que ele conseguia fazer agora era sussurrar suas palavras inseguras para Seokjin.

- Confie em mim hyung...

Jin por outro lado pode ver a tristeza palpável nos olhos de Jungkook juntamente de algumas lágrimas que lhe fugiam.

- O que mais me preocupa é quando eu voltar a trabalhar... Eu já estou afastado há um mês e quando eu voltar o Jimin vai ficar sozinho em casa hyung...

Seu maknae era persistente, apesar de estar bem ali,  em lágrimas e com a voz tremula, Jin se sentia orgulhoso por Jeon ter realmente se dedicado a cuidar de Jimin.

- Acredito em você Jungkook, e bom... Eu posso oferecer minha ajuda para cuidar dele... Mas você não precisa voltar a trabalhar agora...

- Mas também não posso ficar fugindo do meu pai hyung... Se eu não voltar, ele pode acabar tirando a casa de mim e pode até mesmo querer se livrar do Jimin... Você sabe como as coisas são hyung... Meu pai nunca se sentiu orgulhoso por ter um filho gay e foi por esse mesmo motivo que ele não me pôs a frente dos negócios... A única exigência dele era que eu ‘trabalhasse’ pra ele mesmo que fosse só pra ir à empresa, assinar alguns papeis e ir embora... O foco dele não sou eu, mas 'me manter na linha’, como ele mesmo diz...

- Te ajudarei a cuidar dele Jungkook... – diz Jin afagando as costas do mais novo – E acho que o melhor a se fazer agora é levar o Jimin ao médico... Sei que a ideia parece meio incomoda tanto pra você como será pra ele, mas não sabemos se ele tem algum problema de saúde ou...

- Obrigado Jin...

Jungkook nem mesmo esperou que Seokjin terminasse seu discurso e prontamente o abraçou. O medo e a insegurança se apossavam de Jungkook até ouvir um barulhinho na porta do quarto sinalizando que alguém a abriu cautelosamente com a intenção de não ser notado ali.

- Guki...

Era Jimin. O mesmo ressoou baixinho o nome de Jungkook, enquanto tinha somente seu rosto para dentro do cômodo por ter medo de receber uma bronca por não estar assistindo o filme com Namjoon na sala.

- O Namjoon hyung acabou dormindo e o desenho acabou... Guki você tá chorando...?

Jungkook, que ainda se encontrava abraçado e com seu rosto enterrado na curvatura do pescoço de Seokjin, se desfez do aperto e olhou para Jimin. O mesmo fez uma expressão de surpresa e assustado por ver Jungkook com seus olhos vermelhos e face molhada, então prontamente o abraçou.

- Me desculpa Guki...

O menor não entendia porque Jungkook chorava, mas queria fazer com que ele parasse e ficasse feliz consigo. Como era antes.

- Desculpa o Jimin por desobedecer... O Jimin sabia que deveria ficar sentadinho no sofá, mas o Namjoon hyung faz um barulho estranho quando dorme...

Jungkook se permitiu sorrir perante tamanha doçura.

E o abraço de Jimin era quente, o corpinho pequeno de Jimin era quente e de alguma forma aquecia o coração do maior. O que ele não sabia era que Jimin também sentia seu coração aquecido ao estar em seus braços.

- Não estou chorando por sua culpa pequeno, e também eu e o Jin hyung já acabamos de conversar... – diz Jungkook após se desfazer do abraço

- Então não chora Guki...

O que Jimin fez surpreendeu ambos ali. Com suas mãozinhas pequenas e fofas, Jimin enxugou as lágrimas de Jungkook e fez um leve carinho nas bochechas do mesmo.

- Obrigado por estar comigo... – diz Jungkook sussurrando para Jimin

Jin acompanhava toda a cena quieto e extasiado. Era perceptível a sinceridade no olhar de ambos.

- Bom, se me derem licença vou ver meu namorado falecido no sofá... – diz Jin se levantando da cama – Ah, tem iogurte na geladeira, antes de irem embora dê ao Jimin um ok Kook?

- E eu hyung? – diz Jungkook fingindo estar magoado

- Pegue um pra você também bebezão...

Ambos deram risada e logo Jimin e Jungkook ficaram sozinhos sentados na cama. Jungkook tomou coragem e começou a conversa com um assunto um tanto quanto complicado.

- Minie... Daqui a um tempo... Você terá que passar suas tardes aqui na casa do Jin hyung...

- Por que Guki? Você não quer mais o Jimin por perto? Ou... Ou você não gosta mais do Jimin e quer se livrar dele?

O menor o fitava com os olhos arregalados e com o desespero evidente. Talvez o maior medo de Jimin fosse ser separado de Jungkook. E talvez o de Jungkook fosse o mesmo.

- Claro que não Minie, olhe pra mim...  – diz Jungkook segurando sutilmente o rosto de Jimin – Eu sempre lhe trarei aqui, mas sempre virei te buscar... Eu preciso voltar a trabalhar e não posso te levar comigo... Você entende, não entende...?

Jimin assentiu vagarosamente e logo voltou a ficar cabisbaixo.

- Ei pequeno, não fique assim... Isso só vai acontecer daqui a alguns dias e o Jin hyung sabe cozinhar melhor do que eu... Você vai se divertir muito aqui com ele...

- O Jimin prefere ficar com o Jungkook, prefere à casa do Jungkook, o sofá do Jungkook e a cama também...

Jimin parecia realmente estar relutante sobre o assunto e isso partia o coração de Jungkook.

Mas esta pequena separação era necessária, certo? Pela segurança de ambos e principalmente a de Jimin...

- Mas o Jimin aceita ficar com o Jin hyung... O Jin hyung é bem legal e cozinha melhor que o Guki mesmo...

E lá vinha aquele biquinho de quem estava emburrado. Jimin era realmente adorável, mas seus lábios pareciam mais chamativos do que antes. Uma coloração forte de um avermelhado deixava aqueles lábios fartos reluzentes e extremamente chamativos na visão do maior. Talvez fosse por conta do corante do pirulito que minutos atrás Jimin ganhara de Seokjin.

- Você está tão bonito Jiminie... – diz Jungkook passando seu polegar pelo lábio inferior de Jimin

Bem, não era bem Jungkook dizendo aquelas coisas. Seu subconsciente lhe pregava peças, e uma dessas era estar inebriado com os tão tentadores lábios carnudos de Jimin, que nem mesmo dera conta do que havia dito há segundos atrás.

- O Jungkook também... O Jungkook é bonito toda hora...

Como Jimin conseguia dizer tal coisa de modo tão sério?

Era demais para a sanidade de Jungkook.

Mas foi aí, bem aí, com esta frase proferida por Jimin que Jungkook despertou de seu transe.

- A-Ah, Minie melhor irmos pra casa... – diz Jungkook desviando o olhar e retirando sua mão atrevida do rosto de Jimin

- Ah Guki, o Jimin não quer ir pra casa agora...

- Hum... E que tal irmos ao parque então...?

- Parque?

- Sim, tem um bem perto daqui, vamos? – diz Jungkook se pondo de pé e estendendo sua mão para auxiliar Jimin a se levantar também

Mas parecia automático. Sempre que os dois uniam suas mãos não às soltava mais.

Ambos então apareceram na sala de mãos dadas e se depararam com Jin a olhar apaixonadamente para seu dongsaeng desmaiado em seu sofá. Jin não só o observava, mas também fazia um leve carinho desde os fios de cabelo do rapaz até sua bochecha.

- Jin hyung, nós já vamos... – diz Jungkook em tom bem baixo para não acordar o outro hyung

- Oh, tudo bem, não se esqueçam do iogurte!!!

Ambos que estavam em pé rumaram até a cozinha do mais velho e foi Jungkook quem abriu a geladeira do amigo.

Três sabores. Haviam três sabores diferentes de iogurtes na geladeira.

- Qual você quer Minie... Temos blueberry, laranja e limão...

Quem em sã consciência compraria iogurtes com aqueles sabores? Somente Seokjin mesmo... Ele e seus gostos peculiares...

- Do que é aquele ali...? – diz Jimin apontando para o potinho amarelo

- Limão...

- O Jimin quer esse... – diz ele batendo palminhas

- Tem certeza Minie...?

- Hurum...

- Ok, então ficarei com o de blueberry...

Os dois pegaram seus respectivos iogurtes passaram pela sala e se despediram de seus hyung. Jungkook apenas acenou para Jin e rumou a porta, já Jimin deu um forte abraço em Seokjin e deixou um pequeno afago próximo a têmpora de Namjoon.

Jungkook não poderia dizer que não sentiu uma pontinha de ciúme, mas sabia que Jimin não fazia por querer.

Assim que saíram da casa de Jin, Jungkook abriu seu iogurte e ajudou Jimin a abrir o seu.

Afobado do jeito que era, Jimin logo foi colocando a boca no cantinho do potinho e experimentou do tal iogurte.

Jungkook parecera adivinhar o quão azedo o iogurte seria e ao ver a careta que Jimin fez, caiu na gargalhada.

- Guki, isso tem um gosto ruim... – diz Jimin com um enorme bico nos lábios

- Tudo bem Minie, fique com o meu...

O cheiro e até mesmo o sabor do iogurte de Jungkook era bem mais agradável do que o de limão de Jimin.

Jungkook se divertia em ver Jimin com um bigodinho de iogurte sobre seus lábios a saborear sua bebida láctea.

Já Jimin se divertia em ver as caretas que Jungkook fazia a cada gole da ‘bebida imbebível’ de limão.

- Aish, não ria de mim Jiminie...

- Joga fora isso Guki... O Jimin divide o seu com você... – diz o baixinho com um doce sorriso no rosto

Ao avistar a primeira lata de lixo próxima, Jungkook descartou o potinho com metade daquela bebida terrível.

Jimin não demorou para esticar o potinho que estava em sua mão na direção de Jungkook, e o pensamento do mesmo poderia ser considerado até mesmo bobo como os das garotas do ensino médio.

Colocar seus lábios onde os de Jimin já haviam tocado era como um privilegio para si.

E durante todo o percurso da casa do amigo até o parque, Jungkook notou alguns olhares direcionados a Jimin que andava distraído com o iogurte quase no fim em suas mãos. Talvez nem todos os olhares fossem verdadeiramente direcionados a Jimin, uma vez que Jungkook também era um rapaz muito belo, mas o ciúmes sempre falara mais alto que sua própria alto confiança.

Ao chegarem a seu destino, sentaram-se em um banco de frente para aquele vasto campo verde adornado por belas arvores que balançavam conforme o vento que soprava, e ali ficaram.

- Uau Guki... Aqui é muito grande... – diz Jimin abismado com o tamanho do local

- É mesmo Minie...

Aproveitando que o menor olhava ao seu redor distraído, Jungkook pegou um pouco do resquício de iogurte no pote que Jimin ainda segurava e passou na bochecha do mesmo.

- Guki!

- Desculpe, mas você fica adorável assim... – diz Jungkook rindo da expressão que Jimin fizera

- Então acho que o Guki também ficaria adorável... – diz Jimin labuzando seu dedo no finzinho do iogurte restante

- Tente me pegar... – diz Jungkook se levantando as pressas, logo correndo livre pelo gramado

Jimin jogou fora a embalagem e saiu correndo atrás de Jungkook na intenção de pegá-lo.

- Guki... Você corre muito rápido... – diz Jimin resmungando por não ser veloz o suficiente para alcançar Jungkook

O mesmo parou cansado apoiando suas mãozinhas nos joelhos e logo caiu deitado no gramado exausto.

Jungkook que estava um pouco distante de si, correu preocupado com Jimin e quando aproximou seu rosto do baixinho levou um susto.

- Te peguei!!! Sua vez de correr atrás do Jimin, Guki...

Jimin havia lhe enganado. O baixinho ligeiro levantou do chão num pulo e saiu correndo em disparada.

- Ah! Assim que eu te alcançar, você vai ver só seu Minie fujão... – diz Jungkook rindo saindo em disparada

Jimin ficou correndo em círculos até que Jungkook agarrou sua cintura em sem intenção sussurrou no ouvido do baixinho um “te peguei”.

Caíram eufóricos na grama e ali ficaram a fitar o céu azul com algumas nuvens. Havia ali também uma pipa. Uma grande pipa alaranjada a planar no imenso céu.

Logo Jungkook pode ouvir um bocejo vindo de Jimin e o mesmo instintivamente se deitou no peito do maior.

- Está ficando com sono Jiminie...? – diz Jungkook a fazer um gostoso afago nas costas do menor

- Hurum... O Jimin quer dormir...

- Então Come Back Home Jiminie... 

Jungkook foi o primeiro a se levantar. Bem, o primeiro e único já que Jimin estava cansado.

Com muito custo o pequeno se sentou e esticou seus bracinhos na direção de Jungkook.

- Me carrega Guki...? O Jimin está com muito sono...

- Você está ficando muito mal acostumado hem mocinho...

Jeon não conseguia negar nada ao baixinho, então se agachou e o colocou em suas costas.

- Acha que consegue ficar acordado até chegarmos em casa...?

- Hurum...

Jimin já respondia de modo mole e sonolento, e não demorou para que apoiasse seu rosto no ombro de Jungkook ficando assim com sua respiração quente bem ali batendo no pescoço do maior.

- Aish, você já dormiu...! – diz Jungkook falando mais para si mesmo do que para Jimin que já se encontrava dormindo a ressonar baixinho - Tão fofo...

[...]


Notas Finais


O capítulo foi revisado inúmeras vezes, mas mesmo assim sempre escapa algo. Sorry amores!
****Também devo um GRANDE pedido de desculpas por ainda não ter respondido os comentários no capítulo anterior. Isso sempre acontece porque tenho outras fanfics em ativa e vou infelizmente deixando acumular muito comentário... Desculpe gente!!! Não estou dando conta de tanta história ao mesmo tempo kkkk*****
Foi isso amores!!!
Espero que tenham gostado do capitulo!!
Sejam bem vindos os novos leitores!
Muitos beijinhos e até loguinho anjinhos!!

Aqui está o link do meu canal no youtube - QUE PASSARÁ POR MUDANÇAS MARAVILHOSAS LOGUINHO!!!
https://www.youtube.com/channel/UCzJSA02KsmQZRh4VDg7GlwQ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...