História Meu Nome é Mário Ayala - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Alícia Gusman, Jaime Palillo, Marcelina Guerra, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Rabito
Tags Jaimelina, Jomario, Mariquina, Paulicia
Exibições 38
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Olá Drogas


Fanfic / Fanfiction Meu Nome é Mário Ayala - Capítulo 5 - Olá Drogas

POV's Mário

 Fiquei uns segundos pensando se o colocaria na boca,pois sei que á partir do momento que essa substância entrar nos meus pulmões minha vida vai mudar completamente

Até que tomei minha decisão,e... O Coloquei na minha boca. No primeiro suspiro senti um alívio,como se todo meu peso tivesse ido embora,eu estava completamente relaxado. Finalmente descobri um ''remédio'' que me fizesse uma pessoa relaxada. Sei que isso vai tirar mais tempo da minha vida,mas do que adianta viver muito e não ser feliz?

Bom,o cigarro não vai me fazer feliz,mas vai me fazer mais relaxado,e consequentemente,um maconheiro,drogado,tarado,sínico,mongolóide,imbecil,sem conceito e desprezível. Isso não faz diferença,pois a maioria dessas coisas eu já era faz tempo

E Assim passei o resto da noite... Fumando aquele maço de cigarros até chegar ao meu ápice,e dormir no chão mesmo,com aquela fumaça saindo da minha boca e sentindo meus pulmões apodrecerem aos poucos

POV's Paulo

Acordei ás 5:00 horas da manhã com uma mensagem do Mário
Cachorro
Veste o uniforme e vem aqui pra casa. Antes da escola quero que você experimente uma coisa
Você
E Oque é?
Cachorro
Você vai gostar. Parece um calmante...
Você
Beleza,vou indo.

Tomei banho,vesti meu uniforme...   5:30  pulei na cama da Marcelina
Paulo:Ei Linguiça,eu vou na casa do Mário,quando for a hora da aula passamos aqui
Marcelina:Então quer dizer que o Mário vai passar aqui? - Falou com os olhos brilhando
Paulo:Não,magina,ele vai passar no asilo de idosos... É CLARO QUE ELE PASSA AQUI,SUA BURRA
Marcelina:Ebaa!!

Desci da cama dela e fui para a casa do Mário. Quando entrei no quarto dele,encontrei ele sentado no chão com uma caixa na mão. Ele estava com um sorriso de psicopata e os olhos inchados,com olheiras e vermelhos.
Paulo:Má-Mário...? - Falei assustado
Mário:Oi amigão. - Falou ele com uma risada estranha- Senta aqui - Mandou ele,e me sentei ao seu lado
Paulo:Oque você queria que eu experimentasse?
Mário:Uma coisa muito boa... - Ele tirou um cigarro da caixa e o ascendeu com o isqueiro,depois colocou na boca
Paulo:Você tá... Fumando??
Mário:Não,comendo seu avô...
Paulo:Tá bem sarcástico em... Enfim,você tá louco? Isso pode te matar
Mário:Foda-se... Apenas experimente - Ele abriu a caixa,e dentro tinha cerca de 50 maços de cigarros... Ele estava viciado mesmo! Em seguida ascendeu um cigarro e me deu
Paulo:Mário,pirou? Eu não vou fazer isso. - Falei e joguei o cigarro no chão
Mário:Só um suspiro... Confie em mim. - Ele tirou o cigarro que estava em sua boca e colocou na minha
Paulo:Tem certeza disso...? - Falei sem respirar aquele cigarro
Mário: Confia em mim... Um suspiro,apenas...

Eu fiquei meio indeciso,olhei para ele e ele apenas assentiu com a cabeça.Como ele é meu melhor amigo,confiei nele e experimentei... O Mário estava certo,essa porra é maravilhosa! 
Paulo:Mário,isso... Isso é viciante
Mário:Não me diga... - Ascendeu um cigarro para ele,e começou a fumá-lo.
Paulo:Ah,que paraíso... 

Ficamos ali até dar o horário da escola. Fumamos um maço inteiro,sem piedade. E Ainda colocamos na bolsa dele mais um maço e um isqueiro
Mário:Estou pensando em experimentar outros tipos de drogas...
Paulo:Olha agora percebi que não é tão ruim... Seria até uma boa ideia
Mário:Maconha,ou cocaína ?
Paulo:Porque não os dois?
Mário:Assim que eu gosto...

Fomos para a escola meio tontos devido ao efeito do cigarro,mas chegamos lá seguros. A Aula já tinha começado,entramos na sala e sentamos no lugar de sempre

Nem prestamos atenção na aula. Para falar a verdade,dormimos a aula toda e acordamos com o sinal do recreio.ele pegou o maço e saímos da sala

POV's Alicia

Eu estava o recreio todo prestando atenção no Paulo e no Mário. Eles nem vinheram falar comigo... E aí fiquei com receio do que eles poderiam estar tramando.

----------------------------QUEBRA DE TEMPO----------------------------

Duas horas da tarde,e eu estava deitada na minha cama... Estava realmente preocupada com o Mário,será que houve mais algum problema na ''família'' dele? Até que pro meu alívio recebo uma mensagem dele
Cachorro <3
Alicia,vem ak em casa...
Você
Pra quê?
Cachorro <3
Preciso te falar uma coisa... E Sim,tem que ser pessoalmente
Você
Beleza,to indo...

Pensei que isso fosse me aliviar,mas só fez eu me preocupar mais ainda. Fui correndo até a casa dele. E Quando entrei no quarto dele,e me deparo com ele e o Paulo fumando,usando cocaína,maconha,e diversos tipos de drogas
Alicia:QUE PORRA É ESSA AQUI?
Mário:Vem se juntar á nós nesse cabaré das drogas!
Alicia:Vocês... Vocês estão de brincadeira?
Paulo:Claro que não. Estamos no paraíso. Vem relaxar com a gente!
Alicia:Eu nunca vou fazer isso! Soltem isso AGORA!
Mário:Tá doida,Ally? Isso foi a única coisa que me trouxe paz nesses últimos 11 anos,e você acha que eu vou largar fácil assim?
Alicia:Mário,olha no que... Olha no que você se tornou! Que decepção... Mas eu não vou deixar isso acontecer... 

Sai do quarto dele e bati a porta. Fui correndo até a casa da MJ,Sei que eu e ela juntas não perdemos nenhuma discurção.
Alicia:Maria Joaquina,Maria Joaquina,Maria Joaquina!!! - Falei respirando muito rápido devido ao cansaço e batendo na porta dela várias vezes seguidas sem parar
Maria Joaquina:Ai calma! Oque foi garota? 
Alicia:O Mário... O Paulo... Ajuda... Cigarro... Maconha... Drogas... - Falei respirando nessas pausa
Maria Joaquina:Quê? Como assim? Eles viraram traficantes?
Alicia:Vem logo!! - Puxei ela e fomos correndo,mesmo sem ela entender nada

Entrei novamente no quarto do Mário,mas desta vez com a Maria.
Mário:Que bom,trouxe mais gente para juntar a nós
Maria Joaquina:Meu Pai do céu... - Falou assustada ao se deparar com a situação dos meninos
Alicia:Olha aqui,vocês vão parar com essa babaquice AGORA! - Falei varrendo as drogas
Paulo:Agora que começamos não tem como parar. Venham conosco,vocês irão gostar,eu prometo!
Maria Joaquina:Credo! Eu nunca vou me rebaixar a esse nível totalmente inferior!
Alicia:Paulo,deixa de ser retardado! Vai fazer algo de futuro ao invés de ficar se drogando,cresce menino! - Falei dando um tapa no rosto dele.

A Maria Joaquina e o Mário ficaram se olhando de boca aberta,assustados com a minha ação. E Para abrir mais a boca deles,e também a minha,uma coisa inesperada aconteceu... 
Paulo:Ah,Gusman... É Como diz a música: ''Entre tapas e beijos'' Pode admitir que você sempre teve uma imensa vontade de passar uma noite comigo com direito a qualquer coisa

Ele disse e eu fiquei com uma cara de ''WTF''. Ele não estava errado nem certo,digamos meio a meio. O Paulo enlouqueceu e me empurrou contra a parede,assim roubando de mim um beijo forçado.


Notas Finais


Opaaa... Foi isso mesmo,produção?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...