História Meu nome é Sakura. - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~myoca-chan

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Maito Gai, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju, Zetsu
Tags Família, Naruhina, Naruto, Nejiten, Saino, Sasusaku, Shikatema
Exibições 218
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola tudo bem com vc??
Essa fanfic é da minha irmã é como ela não terminou ela me deu pra eu termina.
BOA LEITURA!!!!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Meu nome é Sakura. - Capítulo 1 - Prólogo

Uma pessoa encapuzada com pequena cesta no braços está a caminhando por uma densa floresta. É noite e somente o luar ilumina o lugar. De repente, ela se abaixou e pega o embrulho. É um bebê. Com carinho, a pessoa nina a criança.

-Minha pequena..- diz uma voz feminina. - ... promete se comporta quando chegamos ?

A criança mexe um pouco com as mãos. A pessoa segura com firmeza o bebê no seu colo.

-Já estamos quase lá...  - diz com voz trêmula. -por favor não faz nenhum barulho - suave.

O  bebê se aconchega no colo da pessoa e fica quieta.

-Dormi foi uma boa escolha. -Diz rindo. Logo depois, planta um carinhoso beijo na testa do bebe. - ...Eu e seu pai vamos senti sua falta. Mas, para onde vamos você não pode... -pausa. - ... Não queremos a nossa vida para você...

Um som de galho se quebrado ecoa por ali. A pessoa com a criança fica assustada e começa a corre pela mata. Ela olha pra trás e vê dois AMBU seguindo-a.

´Droga...´, pensa antes de muda de direção.

-Identifique- se o intruso. - grita o ANBU com mascara de gato.

-Sou só uma viajante.

-Que enama Chakra?- pausa. - Tente outra desculpa.

-Se não para, temos que mata-la.- Diz o outro ANBU.

A pessoa olha para o bebê nos seus braços.

´não posso quer eles te machuquem... minha pequena flor´

-Fim da linha - Pausa

A pessoa olha para outra direção. Este é bloqueado pelo ANBU com mascara de gato

-Não podemos deixa você avance sem se identifica. - Diz o outro ANBU.

-Não vou dizer meu nome. - Segura mas firmemente o bebê em seu corpo.

-Você esta segurando um pacote suspeito. - Diz o ANBU com mascara de gato ao ficar em posição de ataque.

A pessoa olha protetoramente para o embrulho

´oque eu faço?...´

Ela olha para os ANBU.

´... não posso deixa quer eles te machuquem...´

-Eu só uma viajante.

-E oque faz aqui? - pausa. -Sozinha e no meio de uma floresta à noite.

´Droga... se eu estivesse sozinha... mas com você aqui eu não posso me dar o luxo de luta com esses dois... Bem que ele me avisou...´

-Por favor não nos ataquem. -pausa. - Eu já disse sou só uma vigiante.

-Oque faz aqui?. -pergunta o ANBU com mascara de gato. - oque é esse barulho?

A pessoa fica calada.

-Se não fala, vamos confiscá-lo.

A pessoa segura ainda com mais firmeza o embrulho contra o colo. Nesse momento mais dois ANBU apareceram na clareira.

-Recebi o chamado de que uma mulher suspeita estava andando pelas redondezas. - diz o ANBU com mascara de pássaro.

-Ela se recusa a cooperar.

´Droga... o que eu faço?´ E olha para o bebê. ´Minha criança... eu vou ter que...´

Nisso ela suspira.

-Não precisamos a chega tanto. -pausa.- Sou só uma viajante e preciso chegar na cidade mais próxima.

-oque você carrega nesse embrulho, mulher? - pergunta outro ANBU.

A mulher olha para os lados e vê que todos os caminhos estão bloqueados. Ela então abaixa os braços horizontalmente.

-preciso chega até a próxima cidade porque vou deixa-la no orfanato. não posso cuida dela.

Os AMBU olham para o pequeno embrulho adormecido sub mantas.

-Não podemos deixar que você na próxima cidade. -diz o AMBU com mascara de gato. - Mas o bebê pode.

-Vamos levar seu filho até o orfanato da próxima cidade. -diz o outro.

A pessoa olha para o ANBU.

'Não a outra opção... lutar com eles tendo ela nos meus braços não é uma boa opção... mas...´

-Por favor não a machuquem. - diz antes de entrega o bebê para o AMBU com mascara de gato- Ela já tem um ano e seis meses. Seu aniversario é dia 28 de Março.

O ANBU segura a criança nos braços antes de desaparece da clareira. Os outros a escoltam para longe da floresta.

Na direção oposta, o ANBU de mascara de gato esta pulando de galho em galho com o bebê no colo. Quando este passa por uma clareira, seu cabelo é iluminado, revelando a sua tonalidade: cinza.


Notas Finais


Bom foi isso espero que tenha gostado
comente, favorite isso me deixa muito feliz
BJS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...