História Meu nome é Sakura. - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~myoca-chan

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Maito Gai, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju, Zetsu
Tags Família, Naruhina, Naruto, Nejiten, Saino, Sasusaku, Shikatema
Exibições 147
Palavras 1.176
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom dia pra você tudo bem com vc??
Bom boa leitura.

Capítulo 3 - Capitulo 2


É noite. Duas pessoas estão conversando. Somente a parte inferior do corpo pode ser vista através da penumbra que uma minúscula janela proporciona. O restante está escondido no manto negro da escuridão. Uma voz masculina ecoa.

-Conseguiu?

-Sim. - responde uma voz feminina.. - Ela estará segura.

Suspiro. O homem cruza a sala e vai até uma cadeira parcialmente encoberta e se senta. O rosto fica na escuridão. Mas o tronco não. Uma capa preta cobre o mesmo.

-Como foi? - mexendo com os dedos.

-Como planejado. Agora é esquecer.

-Dificil. - pausa. - Mas foi uma sábia decisão. O que pretende agora?

A mulher fica muda. Silêncio.

-Aqueles ANBU eram muito idiotas. Será fácil.

-Hum... - pausa. - Interessante...Quando?

-Assim que ela fica pronta.

-O que quer dizer?

-Vamos ver como o Hokage vai reagir ao ler a carta.

O homem ri.

-Eu tenho certeza que ele vai preferir guardar para si. - completa.

-Ah sim... Mas as pessoas são imprevisíveis. Lembre-se disso.

-Confie em mim. Ele vai fazer isso.

Silêncio.

-Assim espero.

--------------------------------------------------------------------------------

Kakashi esta entediado. Sim. Ele poderia estar lendo um dos seus magníficos livros. Mas não. Eles estava tentando acalmar um auto-falante humano. Uma criança de pouco mais de uma ano estava sentada no sofá chorando. E ele...Bom... Ele estava tentando de tudo. De tudo mesmo. Canto. Palhaçadas. Ele fez até uns truques. Alguns clones. Malabarismo. Nada. Nada estava funcionando..

Desistindo, Kakashi olha para criança chorando na sua frente.

-Como eu fui para nisso?

Flashback

Kakashi estava dormindo tranquilamente na cama. Ele muda de posição na cama. Silêncio. O despertador toca. Ele abre o seu olho bom e fica sentado na cama. Sua mão vai até o despertador e o desliga. Ele põe as cobertas de lado e levanta. Ele está usando o seu típico uniforme sem mangas azul. Seu rosto está coberto.

Sonolento, ele vai até a porta de seu quarto e a abre. Seus passos o guiam para a sala onde uma pequena figura está de pé apoiada na parede por uma das mãos. É uma criança com um gorrinho na cabeça. Os seus olhos verdes profundos fitam Kakashi.

O garoto fica surpreso.

-Ah... a missão. - e nisso se abaixa para pegar a criança. Esta por sua fez dá um passo para trás. Faz cara de choro.

-Ah não... - diz Kakashi.

A menina abre a boca e começa a chorar alto. Kakashi fica perdido.

'O que eu faço?'

Fim do Flashback

A campainha toca e tira Kakashi do seu devaneio. Ele deixa a criança chorando na sala e vai abrir a porta. Um jovém Asuma e um eufórico Gai saúdam Kakashi.

-Yo. - diz Asuma.

-Meu rival!

A criança dá mais um berro. Kakashi estremece. Asuma e Gai ficam confusos.

-O que você tem ai? - pergunta Asuma empurrando Kakashi para dentro. Ele olha para sala e vê a menina chorando. - Ah... que adorável! - diz Asuma ao apagar o cigarro. Ele vai até a criança.

-Meu rival é pai? - diz Gai chorando.

Kakashi ro nervosamente.

-Ah. Não.

Ele fecha a porta.

-É só uma missão. - pausa. - Tenho que cuidar dessa criança até que o Hokage tenha uma solução.

Asuma pega a criança no colo e começa a acalmá-la. A menina diminui o choro e abraça o pescoço de Sarutobi. Asuma ri. Gai chega perto da menina.

-Que força da Juventude!

Kakashi revira os olhos.

-Você não leva jeito para crianças... - diz Asuma rindo.

Kakashi cruza os braços.

-Eu levo jeito sim Asuma-san.

Asuma ri. Gai pede para segurar a 'flor da juventude'. Asuma entrega a criança e esta começa a brincar com os cabelos de Gai.

-Que juvenntude menina! - chorando.

A menina ri. Kakashi parece gostar da cena. Asuma fita o ninja copiador.

-Kakashi. - pausa.

-Sim?

-Você disse que meu pai deveria dar uma solução para a menina. Como assim?

Gai presta atenção na conversa. Kakashi fica sério.

-A mãe dela a abandonou.

Gai fica chocado.

-Como alguém pode abandonar essa flor da juventude? - e olha para a menina. - Não pode ser.

Asuma fica sério.

-É verdade?

Kakashi assente. Asuma passa a mão no cabelo.

-Nossa... Nem sei o que dizer.

Ele olha para a menina.

-O pior que ela não deve estar entendo nada.

Kakashi fica em silêncio.

-O que o Hokage pretende fazer? - pergunta Asuma.

-Orfanato.

-Você sabe que os habitantes de Konoha não tem o hábito de adotar crianças.

Kakashi suspira.

-Eu sei disso. - pausa. Ele olha para a criança sorrindo. - E não é que ela é calma?

Gai olha para a menina.

-Lógico que essa flor da Juventude seria calma. Eu lido melhor com crianças do que o meu rival. - pausa. Gai fica surpreso com a sua fala. - Isso quer dizer que...estou na frente!

Ele faz um sinal de positivo. A criança o imita.

-Yeah! Um à zero.

Kakashi suspira. Asuma ri.

-Ela tem nome? - pergunta.

Kakashi balança a cabeça.

Asuma fica chocado.

-Ela não disse o nome?

-Sim.

-Que coisa triste flor da juventude! - pausa. - Você já deu o café-da-manhã para ela? - pergunta Gai.

O ninja copiador fica chocado. Asuma balança a cabeça.

-Acho melhor eu te dar umas aulas... - diz Asuma colocando um braço no ombro do amigo.

Ao fundo Gai está se divertindo com uma menina risonha.

--------------------------------------------------------------------------------

O ninja copiador, Asuma e Gai estão na cozinha. O primeiro no sofá. O segundo em pé, perto da janela. O terceiro, bem o terceiro estava sendo o terceiro. Ele está fazendo flexões na sala.

-Vou fazer mais 200 flexões. - pausa. - É por ter conhecido a pequena juventude!

Asuma ri.

-Pare com isso Gai.

-Nunca! 123...124...125...

Kakashi está na com a menina no colo. Ele está dando uma mamadeira para ela. As pequenas mãos da menina alcançam a mamadeira e começa a comer.

-Obrigado por terem ido comprar essa mamadeira. - diz Kakashi para Asuma e Gai.

-Por nada.

-Tudo pela pequena...140...141...

Nesse momento um falcão correio pousa na sua janela. Asuma a abre e pega o rolo preso na perna da ave. Sarutobi entrega para Kakashi. Este pega o rolo e o abre.

-Hum... - pausa. - Parece que Sarutobi quer me ver. E ele quer a menina também.

Os três trocam olhares. Kakashi pega a menina e se dirige para a porta.

-Não se esqueçam de fechar a porta ao sair.

-Pode deixar, Kakashi. - responde Asuma.

E nisso Kakashi sai de sua casa com a menina no colo. Rapidamente ele chega na Torre do Hokage. Ele bate na porta.

-Entre. - diz Sarutobi de lá de dentro.

Kakashi entra. O hokage tem uma expressão séria.

-Recebi o seu falcão correio. - pausa. - O que deseja.

Sarutobi junta as mãos na frente do rosto e suspira. Ele tem vários relatórios abertos encima da mesa.

-Hokage-sama?

O idoso fecha os olhos. E então ele fita Kakashi.

-Tudo o que vou te dizer aqui deve ficar aqui. Entendido?

Kakashi fica confuso, mas assente.

-Sente-se. - pausa. - Você vai precisar.

Notas Finais


Bom foi isso espero que tenha gostado
KISS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...