História Meu nome era ninguém - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai
Tags Angst, Centric!kai
Visualizações 18
Palavras 382
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabs, Famí­lia, Josei

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não sei o que me deu para escrever isso no meio da madrugada e ainda ter coragem para fazer capa, talvez tenha sido a caixa de bis que eu comi a mais ou menos 30min? Não sei shauhsaskkak

Caso tenha aberto essa drabs, ou ficlet... Como preferir considerar, obrigada e boa leitura.

Capítulo 1 - Verossímil


Fanfic / Fanfiction Meu nome era ninguém - Capítulo 1 - Verossímil

Meu nome era ninguém


 

Eu cresci ouvindo como eu seria um bom cidadão. Uma pessoa agradável e de fácil convivência, cujo o pior hábito seria ajudar as pessoas e o melhor seria não se incomodar nunca com isso.

Eu seria o orgulho de alguém, ou melhor, eu era e isso me fazia uma criança muito realizada. Não havia problema em escutar elogios e comparações, o melhor seria eu e o mundo girava em torno de mim, eu sentia.

A idade foi aumento e os elogios diminuindo. Eu senti falta disso e não pude deixar de comentar vez ou outra. Então chegou o dia em que nada que eu fizesse realmente surpreendia,  porque uma criança desenhar bem é algo incrível, mas um adolescente, um jovem… Então cantar e dançar também não eram coisas as quais me faziam alguém admirável e o ponto em que desfrutar de estudar também não, porque eu deveria estudar, era minha obrigação.

Eu era alguém importante no mundo. Tudo girava ao meu redor e eu era a pessoa mais preciosa e importante. Acreditei nisso tanto quanto se fez possível, a indiferença de outros sobre mim me incomodava mais do que deveria.

De diversas formas diferentes eu acabei passando a me comportar para voltar a ser o centro, coisas como me rebelar, responder mal, fumar, beijar pessoas aleatórias ou mesmo desconhecidas, e diferente do que eu pensei, não fui recepcionado da melhor forma por isso.

“Que vergonha… Olhe o que aquela criança se tornou, eu já sabia”

Disseram tão perto como se eu não pudesse escutar e depois comecei a perguntar se realmente sabiam quando me fizeram acreditar que na verdade eu seria o melhor.

 

Voltei a ser alguém obediente e passivo ao meu redor, eu havia desistido de fazer o mundo girar para mim novamente, mas eu ainda era alguém.

 

Era até uma criança chegar.

 

Porque ela era pequena e fofa, agradável e sabia desenhar, cantar e dançar, contar até 100, acredita? As pessoas sorriam para ela e diziam como ela se tornaria alguém bonita e fácil de se conviver. Era um orgulho, e eu também tive o mesmo sentimento sobre aquele pequeno ser. E enquanto eu a mimava como todas as outras pessoas, eu percebi que eu não era mais alguém, outra pessoa já havia chegado para ser.

 


Notas Finais


Obrigada por ter lido.

And hey, someone cares about you.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...