História Meu novo amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Eldarya
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Ezarel, Iris, Kentin, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nevra, Rosalya, Valkyon
Tags Amor Doce, Eldarya
Visualizações 155
Palavras 1.352
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Escolar, Fantasia, Fluffy, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ESSA IDEIA ME BROTOU DO NADA
DO NADA MESMO
E EU TO LOKA COM ELA
DESCULPA </3



Desfrutem~

Capítulo 1 - Capítulo I - Novos alunos


- Você ficou sabendo? - Perguntou Rosalya para a loira que estava sentada no banco do pátio.

- Sabendo do que? - Respondeu com outra pergunta, fazendo Rosa revirar os olhos.

- Você é surda? Os novos estudantes que vão entrar na escola amanhã! 

- Eita... Não, eu não 'tava sabendo dessa. Aliás, obrigada por me contar. - A loira de olhos violetas agradeceu a amiga e voltou a conversar com Castiel por mensagem. Os dois mantinham uma boa relação e se tratavam como irmãos, sendo Castiel o mais velho.

Conversa vai, conversa vem, e Rosalya acabou por tocar em um assunto um tanto quanto delicado para Mary.

- Você gosta de algum menino da escola? - Perguntou a de cabelos grisalhos, fazendo - não propositalmente - Mary se encolher no seu canto e tentar mudar de assunto.

- Já sabe o nome dos novos alunos? - Tentava a qualquer custo mudar de assunto. Odiava quando Rosalya lhe trazia esse questionamento. Poxa, ela realmente gostava dos meninos, Armin, Lysandre, Nathaniel, Kentin e Alexy... Sua relação com Castiel nem é citada aqui, pois eles são como irmãos. Mas... Não sentia nenhuma atração pelos meninos, nenhuma mesmo. Eram ótimos amigos, mas não se davam nem um pouco bem no quesito romance. 

Rosalya suspirou e olhou para a amiga, vendo que a mesma olhava para suas pernas inquietamente, e sacou na hora o que havia de errado.

Mary queria ir para o mar.

Mary e Rosalya descobriram que a loira era meio que uma sereia quando se encontraram na praia e tomaram um banho de mar. Mary foi para o fundo e de repente, não conseguiu gritar nem se mover, estava afundando rapidamente. Quando do nada - bem do nada mesmo - Mary conseguiu gritar e respirar, e suas pernas agora davam lugar à uma bela cauda lilás, da cor de seus olhos. Não podia voltar para a superfície assim, então puxou o pé de Rosalya e a afundou, deixando-a intrigada por poder falar e respirar de baixo d'água. Sempre acreditaram que sereias eram apenas um mito, mas nesse dia, realmente descobriram que a magia existe. E as sereias também. Mary até hoje se questionava se existiam vampiros, elfos, bruxos e tudo mais, mas nunca obteve respostas.

- Vamos, meus pais estão viajando e eu tenho uma piscina no quintal. - Disse ela, fazendo os olhos de Mary brilharem. 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Depois de um longo dia de conversa e nados fenomenais pela parte de Mary, as duas se despediram e foram dormir. Sinceramente, Mary estava um tanto ansiosa para conhecer os alunos novos, e queria mais do que nunca compartilhar seu segredo com mais alguém, porém era sempre impedida por Rosalya de falar sobre isso até mesmo para Castiel.

A loira então dormiu com esses pensamentos na cabeça, tentando mentalmente saber como eram os novos alunos.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Já na escola, todos comentavam sobre os novos alunos, e como eram lindos. Sem saber muito o que fazer, Mary se distanciou de tudo e todos e ficou encolhida num canto do pátio. Até três seres que nunca viu na vida apareceram na entrada do pátio, chamando a atenção de todos ali.

Um deles era moreno e alto, e seus cabelos tinham o comprimento dos de Castiel, porém, brancos. O outro usava uma touca cinza e tinha os cabelos da cor azul, amarrados num rabo de cavalo baixo. E o último deles usava um tinha os cabelos negros e a pele branca como a neve, e sua franja caía em seu olho esquerdo, o escondendo. Os três eram realmente bonitos, mas... O de cabelos negros chamou a atenção da loira. Ele parecia - parecia não, com toda certeza - esconder algo, assim como ela.

Se levantou e foi até os meninos, até ser empurrada por Ambre e quase cair no chão, sendo segurada pelo garoto de cabelos negros que a ajudou a se permanecer em pé, fazendo o de cabelos azuis revirar os olhos e cruzar os braços. O de cabelos negros sorriu para a loira e passou a prestar a atenção em Ambre. 

A chata da Ambre.

A mesma dava em cima dos três descaradamente, sem se importar com olhares de nojinho e tudo mais. Afinal, ela era a irmã do representante de turma, ela podia.

Mary revirou os olhos e se virou para sair dali, mas foi interrompida por uma mão que segurou seu pulso.

- Como se chama? - Perguntou alguém com uma voz melódica e um tanto... Hipnotizante. 

Mary se virou e viu ali o garoto de cabelos negros, olhando-a com um sorriso nos lábios.

- Mary. Mary Ann D'Read. - Sorriu a loira - E você?

- Nevra, prazer em conhecê-la, Mary. - Sorriu de canto e soltou o pulso da menina, que ficou completamente vermelha e sorriu para ele, se afastando rápido dali, chegando no corredor de armários, procurando aquele que lhe daria um bom conselho sobre o que fazer.

- CASTIEL! - Berrou a loira ao ver o falso ruivo conversando com Lysandre. 

- Fala, tábua. 

- O menino novo, o Nevra, ele... - Tentou formular uma frase, mas fora tarde demais, Castiel e Lysandre já haviam sacado.

- FINALMENTE! Alguém roubou o coração da tábua! - Riu alto.

- Castiel... - Começou Lysandre, que se acabou de rir no próximo instante - Finalmente, Mary!

- Vocês são dois idiotas. - Disse e se virou, indo embora, porém, ao ver Ambre fora tarde demais. Estava totalmente ensopada de água e teria apenas alguns segundos para sair dali, ou seu segredo estaria revelado. 

Correu o mais rápido que pôde para o vestiário e ficou sem ar ao chegar lá, caindo no chão sem as pernas, apenas com a cauda lilás. Podia ouvir a risada de Ambre e suas amigas de longe, mas estava pouco se fudendo para ela, sinceramente. Não era a primeira vez que Ambre a deixava ensopada, e também não seria a última.

Suspirou e se encostou em um dos armários, pensando no que teria feito para merecer isso. Minutos depois, perdeu sua cauda e ganhou novamente suas pernas, se levantando e saindo de lá, voltando furiosa para o corredor. Quando chegou lá, ficou contente ao ver Nathaniel brigando com Ambre pelo o que ela tinha feito consigo, e sorriu mais ainda ao ver Rosalya dar um tapão na cara de Ambre. Rosalya sabia a importância de esconder seu segredo, e não deixaria nem ferrando que Ambre descobrisse o mesmo. Nathaniel a repreendeu, óbvio, mas depois de Ambre sair andando como se nada tivesse acontecido, Nathaniel sussurrou algo para Rosalya, que se acabou de rir. Podia-se ver Armin e Alexy rindo de Ambre e Castiel tendo um parto de tanto rir. Já Lysandre segurava a risada com todas as suas forças.

Os novos alunos chegaram ao corredor e Nevra passou por Mary, não deixando de olhar para trás para acenar para ela, que acenou de volta. Os três falaram com Nathaniel, e Mary descobriu que o moreno se chamava Valkyon e o de cabelos azuis Ezarel, que era bem parecido com Nathaniel.

- Você está bem? - Rosalya perguntou para a amiga, que assentiu um sim com a cabeça, sorrindo - Ótimo! Porque eu chamei os meninos novos para um lanche com a gente no jardim. - E o sorriso de Mary morreu ali.

- Você quer dizer que o Nevra vai? - Questionou à amiga, já recebendo um sim animado da mesma. 

Mary então engoliu em seco e o sinal tocou, avisando que o período de aulas começaria. 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Era hora do intervalo, e todos saíram animados da sala de aula, menos Mary, que estava com as famosas borboletas no estômago. Mas, por que? Amor a primeira vista não existe. Não mesmo.

Rosa apareceu toda animada, puxando Mary para o jardim, encontrando os três meninos lá, sentados na grama.

Mau conhecia o garoto, e já queria ser a melhor amiga dele, parabéns, Mary. 

O mesmo parecia brilhar, e seu sorriso a encantava. Seus olhos a hipnotizavam, e suas doces palavras como "Que bom que veio, estou feliz em vê-la." eram como uma melodia para seus ouvidos. 

E então ela sorriu.


Notas Finais


TCHARAMMMMMM
O que acharam? <3


Titia So ama vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...