História Meu Odiado Professor - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aluna, Escola, Professor, Romance
Exibições 151
Palavras 521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpem pela demora, tive alguns problemas e não pude postar antes. Mas felizmente consegui um tempo hoje para postar e espero que gostem.

Capítulo 8 - Louca Paixão


Acordei com um barulho na cozinha, levantei e fui ver o que estava acontecendo. Quando cheguei na cozinha o professor Tiago estava cozinhando enquanto cantarolava. Fiquei observando ele por algum tempo até que achei melhor sair antes que ele me visse. Mas como eu sou desastrada acabei tropeçando e fazendo barulho.
– Vejo que já acordou, o café logo vai estar pronto. Acho que você vai querer se trocar primeiro não é? – perguntou com um sorriso malicioso.
Foi quando eu percebi que ainda estava de camisola e ela era meio curta, corei violentamente e corri de volta para o meu quarto, fui me arrumar e depois de pronta desci. Ele já tinha terminado e estava colocando a mesa fui ajuda-lo, mas não conseguia olhar para ele estava muito envergonhada.
– Nunca pensei que veria você quieta.
Fiquei indignada com esse comentário, eu sou quieta. Só converso mesmo com as pessoas que eu conheço. Olhei irritada para ele e comecei a comer.
– Era brincadeira, não precisa ficar brava.
– Não estou brava.
– Posso perceber pelo jeito que você está estraçalhando a comida.
Depois desse comentário ficamos em silêncio, eu estava completamente perdida no meio da confusão de sentimentos que eu estava sentindo. Não podia negar que eu sentia algo por ele, mas também não podia alimentar esperanças. Depois que terminamos de comer eu lavei a louça e ele foi procurar um filme para a gente assistir.
Dessa vez ele colocou um de comédia. O filme era legal, mas eu não conseguia me concentrar porque eu sentia ele me olhando toda hora e eu precisava de toda a minha concentração e força de vontade para não olhar para ele também.
Assim que o filme acabou o telefone tocou e como ele estava mais perto foi ele quem atendeu. Ele conversou alguns minutos e logo desligou.
– Era o seu pai ele disse que já está voltando. Então eu acho que vou embora tenho algumas coisas para resolver.
Não consegui entender o sentimento de tristeza que me invadiu, eu não podia estar apaixonada por ele, ele é meu professor eu não posso permitir. Me forcei a dar um sorriso.
– Então até a próxima aula professor.
– Já falei que quando não estamos na escola pode me chamar de Tiago, não vou pedir para você parar com suas brincadeirinhas e suas provocações, mas se você puder pegar leve eu agradeceria. – respondeu com um sorriso se dirigindo a porta.
Fui atrás dele e abri a porta, quando ele estava saindo ele se virou para mim e me abraçou, me senti segura, feliz como se nada mais importasse. Parecia que estávamos abraçados por horas, ele estava relutante em me soltar e eu estava relutante em deixar ele ir. Até que ele me soltou e foi embora, senti um vazio imenso, um vazio que só ele podia preencher. É não tem o que fazer estou apaixonada pelo meu professor, mas não posso deixar isso continuar tenho que achar uma maneira de esquecê-lo. Mas não pude esquecer como ele me olhou, como ele me tratou e não pude evitar ter uma pontinha de esperança.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem, façam criticas, deem dicas e até o próximo, vou tentar não demorar tanto para postar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...