História Meu ômega (ABO) - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Naruto, Romance, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 267
Palavras 802
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


não tenh nada a dizer então.... bora ler esse cap mesmo kkk

Capítulo 29 - O que aconteceu......?


​hospital

​acordei faz uns dois minutos.... mas não consigo abrir os olhos. a claridade da janela me cega. depois de um tempo decidi abrir eles e para a minha surpresa estava em um quarto todo branco. droga, o que estou fazendo em um hospital?! será que.... não, não podem ter descoberto sobre mim e a minha família. ou podem? o pior de tudo é que eu não lembro nem do que comi ontem. alias.... que dia é hoje?. olhei para o calendário na parede e quase tive um infarto.

19 de junho!!!! o que!!!!como  estamos nessa data de ano!?!?! eu me lembro de estar no começo do ano ainda!!!

ouço o barulho da porta do quarto e olho em direção a porta. kushina e minato estavam nela....

-afff, podiam ter esperado mais uns dias para me visitar, não?

eles correram desesperados em minha direção.

-nao fala desse jeito com a gente seu baka!- disse ela chorando quase me esmagando no seu abraço.

-nós estávamos muito preocupados naruto!- disse meu pai em prantos enquanto me abraçava também.

-há?! vocês preocupados?! comigo?!.....  o que aconteceu enquanto eu estava dormindo todo esse tempo?

-ficamos sofrendo!- disse minha mae enquanto beijava descontroladamente minha bochecha- eu vinha aqui todos os dias te visitar a tarde e contar como foi meu dia..... você me ouviu?

-não..... não te ouvi......  .s-serio mesmo? estão falando a verdade?

-sim nauto. eu estou de prova disso.- falou meu pai.

isso é muito estranho! de todas as brincadeiras de mal gosto que eles fizeram... essa foi a que mais me impressionou até agora. mas.... e se eles estiverem falando a verdade?

já sei! vou entrar na brincadeira deles. se for tudo verdade eu não vou me iludir tao fácil!

-então.... eu posso voltar pra casa agora?

-claro! só vamos assinar uns papeis e tirar você daqui!- disse ela toda feliz.

*****************************&******************************

kushina e minato estavam na recepção do hospital resolvendo tudo enquanto eu esperava sentado em uma cadeira de espera. terminaram tudo e fomos em direção a saída. estávamos no estacionamento quando de longe saindo de um caro vi uma família muito diferente. o engraçado era que todos tinham os cabelos negros. mas o estranho de tudo foi que quando estávamos a poucos metros eles começaram a me encarar de olhos arregalados, todos eles me encaravam ate passar por mim. olhei para os meus pais e eles estavam conversando entre si e nem repararam nos olhares daquela família estranha.

olhei para traz para ver se ainda me encaravam e fiquei surpreso ao ver que eles estavam correndo em direção ao hospital como se algum parente deles havia voltado do coma hahahahaha....... estranho.........

*****************************&****************************

cheguei em casa casa e fui direto ao meu quarto. se joguei na cama e comecei a pensar....

no meio das minhas divagações, lembrei que desde sair do hospital me sentia estranho....como se algo estivesse faltando. se perdido de mim, como se eu estivesse longe da pessoa que eu mais amo no mundo..... mas o estranho era que eu não tenho essa pessoa.

enquanto estava no hospital esse sentimento era menor... parecia que eu só teria que encontrar algo que faltava. mas agora parece que isso que eu precisava encontrar esta do outro lado do mundo. e isso não é bom! meu peito esta apertado de tanto pensar nisso! eu não quero esse sentimento estranho! não quero! não q-

-naruto.-disse minha mae entrando no meu quarto.- venha tomar café da tarde com a gente.-por mais que pareça forçado tudo isso. ela esta agindo muito bem em relação a fingir gostar de mim.

-já estou descendo......-disse sem animo.

ela apenas sorriu pra mim e fechou a porta.

******************************&****************************

o resto do dia eu fiquei com essa sensação de solidão... mesmo algum dos dois estando perto de mim eu me sentia sozinho... isso é um saco! isso não é legal! eu não gosto disso! o que eu devo fazer?!.....

decidi tomar um banho e ver se esses sentimentos estranhos diminuem. 

enquanto escolhia a roupa vi um pacote em cima da minha escrivaninha. abri ele e vi que eram os meus exames do hospital. acho que minha mae esqueceu aqui. lia algumas paginas enquanto mexia no resto do pacote. achei um anel de ouro e coloquei ele. terminei de ler e fui em direção ao banheiro, parei bruscamente no meio do caminho quando percebi uma coisa.......

​n-na minha mao....... no meu dedo.... tem.... tem um anel?.... como eu o coloquei tao naturalmente como se fosse meu?! e por que eu coloquei no dedo de casados?!?

​tirei o anel rapidamente  e tive a ideia de joga-lo longe, mas quando tinha tirado percebi que dentro dele havia um nome....

​-uchiha sasuke........??

após falar seu nome em voz alta, um arrepio passou pelo meu corpo inteiro e de novo meu coração apertou.

-​quem é uchiha sasuke?.

 

 


Notas Finais


pra quem não entendeu.... o narutinho depois do acidente perdeu a memoria dele desde o dia que a mae dele falou do casamento então, para ele isso nunca aconteceu hehehehehehehe.
os pais dele vao com certeza dizer que ele dormiu todo esse tempo mas..... sera que ele vai saber a verdade? e o nosso sasuke? já acordou? sera que ele lembra do nosso narutinho?
veja tudo no próximo capitulo kkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...