História Meu Padrasto — Imagine Min Yoongi - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 4.701
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu só quero agradecer vocês pelo carinho e compreensão que estão tendo comigo!!! ♡

Capítulo 3 - Farsa


Fanfic / Fanfiction Meu Padrasto — Imagine Min Yoongi - Capítulo 3 - Farsa

[Quarta, às 10:00]


            POV'S (S/N) ON

Acordei e fui direto para o banheiro. Tomei banho e fiz minhas higienes, vesti um conjunto de lingerie vermelha uma calça jeans escura e meu uniforme da loja a qual trabalho. Arrumei a minha cama e a roupa de ir para a faculdade. 

Um vestido florido comprido, uma gargantilha e sapatilha dourada. Deixei tudo sob a cama e organizei minha bolsa. Assim que terminei de organizar tudo, peguei minha chave do carro e desci as escadas.

— Bom dia omma! — dei um beijo em sua bochecha.

— Bom dia linda! — disse radiante. A mesma estava lavando o arroz. — Não quer chamar o Kookie para almoçar conosco? — perguntou. 

— Tá bom. — sorri tirando o meu celular do bolso. 

Você: 

Amor quer vir almoçar aqui? Mamãe está lhe convidando. 

Amor: 

Minha mãe não está se sentindo bem pequena, não irei na faculdade também. Desculpa!

Você:

Tudo bem. Melhoras para ela, te amo muito. ♡

Amor:

Eu também amo você. 

— E aí, ele vem? — perguntou sorrindo. 

— Não... — suspirei pesado.

Terminamos o almoço e comemos juntas. Mamãe estava diferente, mais feliz e em seu rosto estava estampado um sorriso enorme. Talvez ela tenha achado alguém. 

Minha mãe é bonita, na verdade, ela é muito linda e precisa de alguém que a ame de verdade, e não é só porque viveu um trauma no passado que a mesma não pode ser mais feliz. Torço muito para que a minha rainha encontre alguém certo. 

                   (...)

[Às 15:00]

Era meu horário de lanche, resolvi encomendar alguns biscoitos. O garoto trouxe rápido para mim. Comi e voltei ao trabalho. A loja estava bem movimentada. Liguei algumas vezes para o Kookie mas, o mesmo não atendeu. 

         POV'S (S/N) OFF


         POV'S (N/M) ON

Min Yoongi e eu estamos conversando bastante, passei boa parte da manhã conversando com o mesmo. Coisas impróprias, digamos assim. Esse homem está me atraindo de uma maneira deliciosa. 

Fui para a clínica às 13:00, atendi meus pacientes com o mesmo sorriso de sempre. Porém, eu estava mais feliz. O motivo? Não sei. Quero descobrir assim que os meus lábios tocarem os de Yoongi.

[Às 17:00]

Estava voltando para casa, adentrei o local e (S/N) ainda não tinha chegado da loja. Tirei meus saltos e sentei no sofá, Min estava ligando.

— Oi princesa, como foi o seu dia?

Foi ótimo, e o seu lindo?

— Ficou melhor agora...

Rimos.

— Queria te encontrar mais tarde, que tal?

— É claro.

Combinamos de encontrar em sua casa. Subi toda sorridente para o meu quarto e tomei um longo banho de banheira. A noite será longa. 

         POV'S (N/M) OFF


          POV'S (S/N) ON

Acabei me atrasando na loja, cheguei em casa às 18:10, tomei um banho rápido e coloquei meu vestido, o qual eu havia separado mais cedo. Fiz uma maquiagem leve, e passei um batom vermelho marcante. Tirei algumas fotos e postei em meu Facebook. 

• "Porque devemos ser felizes do nosso jeito".

Alguns amigos comentaram, senti falta do comentário de Kook. Bloqueei a tela do celular, peguei minha bolsa e passei no quarto da minha omma para me despedir. Entrei sem bater, mamãe estava conversando com alguém em seu chat. 

— Omma, já estou indo. — sorri.

— Que linda!!! — mandou um beijo no ar.

Fechei a porta e fui para a garagem. Adentrei meu carro e parti para o Campus. Depois de quinze minutos cheguei ao local, estacionei na mesma vaga que eu estava estacionando e desci. Peguei minha bolsa e encontrei Tae no caminho. 

— TaeTae! — sorri fraco lembrando da noite de ontem.

Seu empata foda. Pensei.

— Oi (S/A). — deu um leve sorriso.

Adentramos nossa classe e nos sentamos. As duas primeiras aulas eram de inglês com um pouco de espanhol. Assim que o sinal tocou V, me cutucou. 

— Quer que eu lhe faça companhia? — disse fofo. Senti uma vontade enorme de apertar suas bochechas. 

— Quero sim! — sorri. 

Fomos para a lanchonete e sentamos um de frente para o outro. 

— Am... — coçou a nuca. — Quer comer alguma coisa?

— Você vai comer? — perguntei mordendo o lábio, tenho essa mania desde pequena. 

— Vou. Quer que eu traga alguma coisa? — disse levantando-se.

— Quero um suco apenas. — tirei o dinheiro da minha carteira. 

— Não (S/A)! Eu pago. — fez bico.

— Não Tae... — tentei entregar o dinheiro mas, o mesmo não pegou.

— Eu insisto. — dito isso ele foi para a fila. 

Enquanto o mesmo não voltava aproveitei para mandar mensagem para o Jeon.

Você:

Estou sentindo a sua falta...

O que está fazendo amor?

Amor:

Acabei de sair do banho, com quem está aí? 

Você:

Com o Tae...

Amor:

Hum... Boa aula amor!

Você:

Te amo.

Bloqueei a tela assim que V sentou-se a mesa com o meu copo de suco.

— Obrigada. — agradeci, o castanho abriu um sorriso.

                   (...)

[Às 22:40]

Cheguei em casa depois de mais um dia de faculdade. Tirei o meu vestido e coloquei no cabide. Vesti uma camiseta de Jeon e adormeci pelo cansaço. 

        POV'S (S/N) OFF


    POV'S JUNGKOOK ON 

Já estou cansado de ser o 'príncipe encantado' da (S/N). Essa garota não enxerga mesmo. O nosso 'namoro' nunca passou de uma farsa. Minha mãe obrigou-me a namorar com ela assim que a Dona (N/M) ficou famosa por ser uma das melhores psicólogas de Seul.

Não suporto ter que beijar (S/N) sendo que amo outra. Jennifer. A qual sou apaixonado desde o colégio. Minha omma nunca aceitou só pelo fato de Jennifer não ter uma vida 'digna'. Venho evitando (S/N) há algum tempo, sempre que a mesma tenta aprofundar as coisas eu paro.

Não vejo a hora de terminar logo con ela e ficar com a minha garota. Minha mãe não estava doente, era mais uma das minhas desculpas para ir amar a minha amada. Omma quer tudo da Senhora (N/M) e para isso preciso me casar com (S/N). Coisa que jamais irei fazer!

Jenni:

Kookie-ah venha logo amor.

Estou morrendo de saudades, uh?

Eu:

Eu também minha princesa. 

Daqui a pouco chego aí. 

Tomei um banho rápido e vesti uma bermuda jeans preta, uma camiseta larga branca e um tênis marrom. Passei perfume, ajeitei meu cabelo e peguei minha mochila da faculdade. 

— Compra algum presente para a (S/A) querido! — mamãe disse.

Revirei os olhos e peguei minha chave do carro. Adentrei o mesmo e parti a para a casa da minha única mulher. Nós fizemos amor como nunca.

     POV'S JUNGKOOK OFF





Notas Finais


Até o próximo, deixem seus comentários. :') ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...