História Meu par. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Tags Kanon, Radamanthys, Romance, Yaoi
Visualizações 49
Palavras 457
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Para Kalynna, essa pessoa maravilhosa. <3

Kally esteja ciente que o meu Radamanthys não vive sem o seu Kanon.

Boa leitura.

Capítulo 1 - Meu amante.


Fanfic / Fanfiction Meu par. - Capítulo 1 - Meu amante.

 Tão curto e melancólico…

A noite é uma criança sem pai nem mãe, sempre a vagar triste, mas também é uma mulher solitária, sem saber se realmente o dia a ama, pois a noite sempre deixa o dia na espera. Eles quase nunca se vêem senão num pequeno espaço de tempo, entre os dois, em que os lábios dele beijam as costas dela.

O sol ea lua encontraram-se mais uma vez, assim como nós, trazendo a incerteza de um amanhã. E aqui estou eu,beijando as costas de meu amado, pensando na verdadeira felicidade. Aquela que se resigna no passado para não voltar mais, criando uma nova felicidade, uma nova vida, uma nova sensação, cada toque, cada vibração, detalhada em pequenos momentos de puro prazer regado a luxúria da alma com a saudade.

Desesperada saudade, entre os bancos daquele cabriolet conversível. O sol ea lua observam um ato de amor e loucura, o vento gelado traz o aroma dos anjos, arrepiando a pele sensível, soturno desejo, noturno ou diurno a tarde une os dois como num só. Almas gêmeas separadas pela crueldade de um Deus.

Amor bandido, aquele que te prende em outro mundo, te deixa viciado no ser amado. É assim que me sinto, e por todos os dias que passei longe dele não me houveram alegrias, por mais lindos que os dias fossem, eles continuavam melancólicos para mim.

Consumado ou não, me entrego de corpo e alma. Era isso que eu sempre quis desde o início.

Lar é onde o coração descansa. O meu só descansava ao lado dele. Foram horas de esquecimento completo, éramos duas pessoas e não tínhamos passado nem futuro, somente o presente. Era chato pensar, era mais chato pensar sobre o que pensar então “não pense”, foi minha conclusão. E assim se seguiu até o raiar de um crepúsculo matutino, em que o sol ea lua se encontraram novamente, para seus poucos minutos de felicidade. Acabei trocando o dia pela noite com ele, o carro era apertado e abafado, e ainda tínhamos o risco terrível de sermos pegos por algum policial que ali poderia passar.

Não posso deixar de rir ao imaginar essa situação infame. Mas com ele, tudo parecia ser totalmente agradável. Me pegava analisando o quanto ele era precioso para mim. Ele dormindo debruçado em meu colo, aconchegando-o com meu casaco e fechando-o sobre ele. Eu não me importava em sentir frio, e se um dia Hades retirasse a minha vida eu queria morrer assim. Entrelaçado aos bracos dele. Seria uma ótima morte. Uma morte nos braços de meu amado.

Sem rumo, passávamos horas em silêncio,olhando um para o outro, carícias e desejos impuros. O tempo não era nada perto de nossa eternidade, momento único, transformando os sonhos em realidade, um puro estado de êxtase com meu par...

Fim...?


Notas Finais


Obrigado a todos pela atenção.
Boa noite e até a próxima.
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...