História Meu paraíso perdido. (Carla) - Capítulo 69


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz"
Tags Carla Tsukinami, Diabolik Lovers, May Barbosa, Paraiso, Shin Tsukinami
Exibições 58
Palavras 911
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Penúltimo capítulo!

Capítulo 69 - Ajuda necessária. (Penúltimo capítulo)


Fanfic / Fanfiction Meu paraíso perdido. (Carla) - Capítulo 69 - Ajuda necessária. (Penúltimo capítulo)

 

 Eu acordei extremamente assustada, segurando para não gritar. Olho para o lado e vejo Carla dormindo, provavelmente já se fazia algum tempo que eu havia dormido. Rapidamente, eu me levanto da cama e vou para o quarto da Anne.

May- Ah, graças a Deus, você ainda está aqui...- Eu falei baixo para não acorda-la.- Pensei que Richter iria pega-la igual fez com o Adam... Mas não.

 Eu suspiro aliviada, depois passo a mão nas bochechas rosadas dela.

May- Ele nunca irá pegar minha pequena, não é mesmo?

Carla- Mayara?- Ele entra silenciosamente no quarto, eu me viro para ele e sorrio.

May- Carla-San, eu te acordei?

Carla- Acordou, mas tudo bem.

May- Bem, eu vim ver a Anne.

Carla- Ela estava chorando?

May- Não, mas...

 Eu realmente não sabia se era bom eu falar sobre os meus pesadelos para o Carla, mas eu não pude resistir, eu precisava falar.

Carla- Mas?

May- Eu ando tento muito pesadelos, Carla-San... E-E neles eu encontro Richter...

Carla- Você se comunica com ele?

May- Sim, e ele disse que iria sequestrar a Anne se eu não me entregar.

Carla- Você não vai se entregar para ele, entenda!- Ele falou se segurando pelos os ombro.- Eu vou resgatar o Adam, não se preocupe.

May- Mas... Hum, tudo bem.

 Carla me puxou para mais perto, ele me abraça e aponha sua cabeça em cima da minha.

Carla- Vamos voltar a dormir, não há nenhuma preocupação por aqui.

May- Tem certeza?

Carla- Sim. Vamos...

 Nós dois voltamos para o quarto, quando eu me deitei, Carla se deitou e se aproximou do meu pescoço.

May- V-Você vai me morder?

Carla- Não é obvio? Eu estou muito tempo sem sugar seu sangue e, além disso, eu preciso desinfectar ele novamente.

May- Como assim?

Carla- Você forneceu cause todo o seu sangue para os vampiros, principalmente para os Sakamakis. Seu sangue está infectado, então eu vou desinfecta-lo... Nghh...

May- Ugh...

Carla- Nnn... Luf... Nn...

 Ele continuou sugando meu sangue, depois ele parou e nós dois dormimos.

 

   Mayara P.O.V Off

   Adam P.O.V On

 

 Monólogo On

 

 “ Eu tenho muito medo daqui, esse tal de Richter é muito mau comigo. Ele me trancou em uma masmorra e cá estou eu, sem comida e nem nada... Eu quero ir embora daqui, quero ficar com minha mamãe e meu papai. Por que eles ainda não vieram me buscar?”

 

 Monólogo Off

 

 Eu tinha acabado de acordar, me levantei daquela cama dura e fui até a grade da masmorra.

Adam- Hey, Richter! Eu tenho fome, me dê comida!!!

 Como o esperado, eu não recebi nenhuma resposta, mas ele acabou descendo depois de um tempo.

Adam- Hey, me dê comida, eu tenho fome!

Richter- Este problema não é meu.

Adam- Mas é claro que é, seu idiota.

Richter- Como você ousa falar neste tom comigo, sua criança impotente.- Ele falou puxando minha orelha com força.

Adam- Ai... E-Eu não sou impotente, seu homem mau!

Richter- Se você continuar faltando com respeito comigo, eu vou bater em você!

Adam- Você não é meu pai, e muito menos minha mãe, então você não pode me bater!- Falei mostrando a língua para ele.

Richter- Agora você verá...

 Ele abriu à porta e entrou, eu saí correndo para a parede com medo dele.

Adam- S-Se você me bater, eu vou falar para o meu papai!

Richter- Pouco me importa o que seu pai pensa, agora você irá apanhar para aprender a não desrespeitar os seus superiores.

Adam- NNNÃÃÃOOO!!!

 

   Adam P.O.V Off

   Mayara P.O.V On

 

 Pesadelo on

 

 -“ Eden...”

 

 Pesadelo Off

 

May- Hã?!- Eu novamente acordo assustada e suando um pouco.- E-Eden? Como assim?

 As coisas, de repente começam a fazer sentindo na minha mente, eu acabo viajando um pouco nas minhas ideias, até chegar em uma conclusão.

May- Ah!

Carla- Zzzz...

May- C-Carla-San, acorde!

Carla- O que você quer?- Ele falou ainda com os olhos fechados.

May- Eden, Adam está no Eden!

Carla- O quê? Você está delirando, mulher?

May- Não... Eu acho que não... Mas algo me diz isto.

 Carla abriu seus olhos surpreso, depois ele se sentou na cama igual a mim.

Carla- Como você pode ter tanta certeza assim?

May- Não sei, mas em meus sonhos, eu sentia que estava em um lugar estranho, com pessoas estranhas. E ás vezes, alguém sussurrava a palavra Eden no meu ouvido...

Carla- Aquele lugar, é o mesmo onde fica o castelo do Karl Heinz...

May- Estranho o fato de Richter estar lá.

Carla- Talvez ele não esteja lá.

May- Não, algo me diz isso, eu sou mãe, eu sei aonde meus filhos deveriam estar.

Carla- Puf... Não quero que você se arrisque indo para la sozinha.

May- Mas eu não vou permitir que Richter faça algum mal para o meu filho, Carla-San!- Eu tento me levantar da cama, mas Carla segura meu braço.

Carla- Mayara, espere! Tudo tem sua hora... Espere apenas um pouco. Nós vamos atrás do Adam, isto é uma promessa.

May- Carla-San, você não sabe o que meu coração está sentindo!

Carla- Eu sei...- Ele falou com um leve sorriso.

 Eu me aproximei do Carla e abracei ele, nós dois deitamos novamente na cama ainda abraçados, ele me deu um beijo na testa e eu relaxei um pouco.

 

 Monólogo On

 

 “ Estes pesadelos estão me matando, mas espero que quando Adam voltar para casa, eles possam parar de acontecer. Eu só quero pode abraçar meu filho de novo, e eu vou fazer de tudo para isto acontecer!”

 

 Monólogo Off

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, beijos!

Papo aleatório lea se você quiser: Gente, a nova música do Twice parece a sinopse de uma fanfic minha com o Ruki (Que eu não sei se irei postar aqui, como eu havia dito, é o meu fim aqui no Spirit, talvez... NÃO SEI AINDA, estou vendo isso ainda, porque eu tenho muitas coisas para fazer na minha escola, e eu fico muito sem tempo). Voltando ao assunto! Se liguem na tradução de uma parte da música:

Twice- Signal

Te mandando um sinal, mandando um sinal
Mas não chega até você
Te olhando, tentando fazer você perceber
Mas você não entende
Estou tão frustrada, estou enlouquecendo
Eu não sei por que isso está acontecendo
Vou ganhar forças mais uma vez e
Te mandar um sinal, mandar um sinal

Meu visual, meus gestos, todas minhas expressões
Não funcionam, nada dá certo
Você não percebe nada
Como vou conseguir expressar ainda mais meus sentimentos?

Em um certo momento, comecei a gostar de você
Seu idiota
Por que você não percebe meu coração?
Quando você vai parar de ser tão burro?
E parar de me tratar como uma amiga?
Porque não é isso o que eu quero

Te mandando um sinal, mandando um sinal
Tingling, Tingling, Tingling, Tingling
Eu quero você, eu quero você
Mas por que você não reage?
Toda vez que nos encontramos, todo meu coração fica
Tingling, Tingling, Tingling
Estou esperando, você pode ver tudo isso
Mas por que você não sabe?

Tem cause tudo a ver, e tipo, eu fiquei assim: O quê? Isto está... *Ideias vindo na cabeça* MARAVILHOSO! *Dançando enquanto ouve a música* Eu sou foda, muleque! *Dá uma sarrada* Isto será uma perfeita Fanfic... *Desmotivando quando lembra da escola e dos problemas familiares* Ah, deixa pra lá... *Vai embora um pouco triste*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...