História Meu Passado Obscuro - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Karol Sevilla, Ruggarol, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Exibições 66
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo triste amores! :(
Boa Leitura

Capítulo 9 - Vento do Esquecimento


Fanfic / Fanfiction Meu Passado Obscuro - Capítulo 9 - Vento do Esquecimento

Nós mantemos este amor numa fotografia

Nós fizemos estas memórias para nós mesmos

Onde nossos olhos nunca fecham

Nossos corações nunca estiveram partidos

E o tempo está congelado para sempre

Então você pode me guardar

No bolso do seu jeans rasgado

Me abraçando perto até nossos olhos se encontrarem

Você nunca estará sozinha

E se você me machucar

Tudo bem, querida

Apenas as palavras sangram

Dentro destas páginas você me abraça

E eu nunca vou te deixar ir

Me espere para voltar pra casa

Photograph - Ed Sheeran

*Karol Sevilla*

O ar daquele carro parecia me sufocar e eu fui forte o suficiente para não chorar, apenas respirei fundo e disse para mim mesma que estava fazendo a coisa certa. Vou ser feliz.

Michael: Chegamos amor - ele me puxou pra fora do carro

Karol: Que casa linda - eu abracei ele

Michael: Eu já tinha ela, pro nosso casamento - ele me olhou triste

Karol: Mas nós vamos casar - eu dei um selinho nele e entrei.

( 2 meses depois...)

Hoje é meu grande dia, estou aqui no salão do México me arrumando para meu casamento, só estava com o noivo errado, não era ele que eu queria. Como a Lina deve estar com o Matteo? E o Ruggero será que ainda lembra de mim? Esquece isso Karol.

*Ruggero Pasquarelli*

Já se passaram 2 meses e todos os dias repito para Matteo que a mãe morreu, mas pra mim morreu mesmo. Não suportaria cuidar dele sozinho, por isso Lina e Augustín sempre me ajudam. Hoje a Karol mandou uma mensagem para a Lina dizendo que vai casar com o Michael, espero que seja feliz, já que eu não pude fazer ela feliz.

Carolina: Você ta bem? - ela me olhou

Ruggero: Estou - levantei enxugando as lágrimas

Carolina: Ela ta cometendo o maior erro da vida, mas não quer me escutar

Ruggero: Deixa ela Lina, não vou mais insistir 

Carolina: Você ta desistindo de tudo, é isso?

Ruggero: Foda-se tudo, a Karol, o Michael e todos - eu gritei

Matteo: Papai? - ele apareceu assustado

Ruggero: SAI DAQUI A SUA VOZ ME ATORMENTA - gritei em direção ao Matteo

Carolina: Para com isso Ruggero

Matteo: Não chora papai - ele me agarrou

Ruggero: ME SOLTA - gritei empurrando ele no chão

Carolina: RUGGERO! - ela pegou Matteo no colo

(***)

Padre: Michael Ronda Escobosa aceita Karol como sua esposa?

Michael: Aceito.

Padre: Karol Piña Sevilla aceita Michael como seu esposo?

Karol: Eu...- todos me olharam, principalmente Michael. Eu sabia que no momento que as palavras pudesse sair da minha boca, me condenaria pro resto da vida. Eu não posso voltar atrás depois de tudo isso, não seria justo.

(***)

Ruggero: Filho me perdoa - eu segurei sua mãozinha enquanto ele dormia - Eu não queria te machucar, mas cada vez que te vejo lembro da sua mãe.

Matteo: Ela morreu né? - ele levantou esfregando os olhos

Ruggero: Sim... - senti minha garganta travar

Matteo: Deixa ela descansar papai, eu estou aqui - ele me abraçou

Ruggero: Eu te amo. - falei entre lágrimas.

(***)

Michael: Karol? - ele me olhou confuso

Karol: Ah... Desculpa eu aceito sim.

Padre: Então pode beijar a noiva.

Michael uniu nossos lábios e eu só podia sentir o Ruggero me tocando, o que eu fiz? Vou ficar presa o resto da vida com alguém que não amo.

Michael: Vamos pra festa? - ele puxou minha mão

A noite passou rápido e quando chegamos em casa não pude fingir que estava doente e tive que transar com Michael, pois é, depois daquele dia, ele foi o primeiro a me tocar.

Michael: Eu te amo - ele acariciou meus cabelos

Karol: Eu também. - abracei ele respirando ofegante.

(***)

*Karol Sevilla*

Já se passaram 3 anos e eu estou aqui fingindo ser a boa esposa, finjo que amo o Michael, faço amor com ele sem vontade, finjo que tenho. Ele fica super feliz pensando que também estou, hoje é nosso aniversário de casamento e vamos viajar para a França.

Michael: Está pronta amor? - ele desceu com as malas

Karol: Sim...Vamos logo - dei um sorriso forçado e saimos.

 


Notas Finais


É isso babys.
Spoiler: Alguém vai se encontrar em Paris
Bjuss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...