História Meu pecado (g!p) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Benjamin Lasnier, Eminem, Fifth Harmony, One Direction, Shawn Mendes, The Vamps
Personagens Ariana Grande, Benjamin Lasnier, Camila Cabello, James McVey, Lauren Jauregui, Niall Horan, Normani Hamilton, Zayn Malik
Tags Anjos, Camilag!p, Camren, Demonios, Dinally, Gay, Larry, Lésbica, Norminah
Exibições 83
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal que passa, eu estou aqui com msis um Cap para vcs, espero que gostem... Dante.

LEIAM AS NOTAS FINAIS...

Capítulo 12 - Dinah Jane M.I.H.A.


Fanfic / Fanfiction Meu pecado (g!p) - Capítulo 12 - Dinah Jane M.I.H.A.

Camila P.O.V

  Peeta estava deitado no meu rosto quando abri os olhos, ele estava dormindo tranquilo, tive pena de acordalo então continuei deitada.

  -bom dia flor do dia, hora de acordar-Dante entra no quarto me fazendo pular e espanta Peeta o fazendoir para debaixo do cobertor.

  -PUTA QUE PARIU, QUER ME MATAR?-grito nervosa pelo susto.

  -levanta e vai lavar essa boca que tá suja-diz com um sorriso sarcastico-e se quizer eu mando uma concubina pra te ajudar com isso-disse apontando para minha ereção.

  -não sera nessesário, agora... sai fora-digo sinica e ele sai rindo-pode sair Peeta ele já foi-digo e vejo ele por a cabeça pra fora.

    (...)

  -você quase mata o Peeta-falo e ele me olha divertido.

  -quem?-ele fala rindo.

  -o meu feneco seu animal!-digo me sentando na mesa de jantar.

  -criativo, mais o meu é melhor, Jafar-fala e eu quase ingasgo com o suco.

  -o vilão do rei leão?!-ele afirma com a colher na boca-tá mais falando sério porque me acordou tão cedo?-pergunto e ele me olha confuso.

  -você tem que trabalhar tem uns 15 mortais na fila da luxúria-ele fala e eu arregalo os olhos (eu tenho cara de quem faz shacina por acaso... não responda)-relaxa eu achei uma ajudante pra você da corte da Chloe, ela se chama Dinah jane, ela fala muito mais tem boa memoria... de vez em quando-ele susurra a ultima parte e eu bato a mal na testa.

    (...)

  Eu já estava pronta na sala do teleporte (tem uma ponte que leva para um lugar solido, lava escorendo nas paredes, mais lava envolta do circulo onde eu estava e um elevador no centro), já estava impaciente andando de um lado a outro.

  Vejo a porta abrir e olho para essa direção, vendo uma garota tentadora entrar na sala, cabelos aloirados, olhos castanhos, alta, com una ropa de couro vermelho e com um sorriso contagiante, ela levava uma bolsa de docúmentos de lado.

  -oi, desculpa o atraso eu perdi a hora, você é a Camila não é?-fala receosa e eu assindo-nossa os da corte luxúria são gatos, mais você é de tirrar o folego-ela comenta e me fasendo rir-eu falei isso alto?-perguntou me fasendo gargalhar.

  -vamos estamos atrasadas, e se te faz se sentir melhor eu também super gostosa, só não falei porque não te conheço-falei e ela sorrio convensida, assim que reformulei a frase na mente me lembrei de Michelle.

  Entramos no elevador sem falar nada, tocava uma música de rock? No elevador.

  Cabeça dinossauro 
  Cabeça dinossauro
  Cabeça, cabeça, cabeça dinossauro.
 
  Dinah pareceu prestar atenção na música e começou a cantar junto.

  Pança de mamute 
  Pança de mamute
  Pança, pança, pança de mamute 
  
  Espírito de porco
  Espírito de porco
  Espírito de porco...

  -pra que isso?-pergunto e ela sorri.

   -quando a gente voltar temos que cantar a última parte, só assim agente volta-ela diz e eu olho pra ela atentame-eu já fui mortal como você, morri aos 19 anos e estou aqui a 6 anos, eu morrava em santa ana na cálifornia com minha familía-eka fala e sua triteza é nitida.

  -eu nasci em Cojimar em Cuba e me mudei pra cá com meus pais e minha irmã mais nova procurando uma "vida melhor", meu pai abrio uma loja de instrumentos que deu certo e ficamos em boas condições-digo pra ele não se sentir exposta-olha mais ridiculo do que meu nome não tem, Karla Camila Cabello Estrabão-falo e ela ri.

  -pior do que o meu não é, Dinah Jane Milika Ilaisaane Hansen Amasio-diz e eu acabo gargalhando com ele, quem visse isso diria que eramos amigas a anos.

  Paramos de rir quando o elevador parou subbtamente nos assustamos e ele comesou a subir velosmente em segundos, nos abraçamos e fechamos os olhos começando a gritar, ficamos assim por 5min, quando abrimos os olhos estavamos na terra.

  -nem me assustei, eu só gritei porque você estava gritando-digo me separando dela.

  -aham, com certeza-diz sarcastica e eu reviro os olhos-temos na lista 10 pessoas dessa cidade, or onde quer começar?-diz com os arquivos já em mãos.

  -primeiro as damas-digo e a vejo sorrir e escrever algo no arquivo.

  -Anna e Luan preston, o marido dela tem que ir também, dois em um-(a frieza dos assassinos blá blá blá)diz e eu ri.

  -eles abusaram do sex shop foi?!-falo e ela me olha confusa-eles vão morrer pela luxúria então...-deixo a frase morrer no ar e ela finalmente intende-vamos logo-mando e ela me da lingua.

  -chata-diz ela.

  -põe essa lingua pra fora de novo pra você ver-digo e ela praticamente vooa na minha frente.

  Alguns minutos depois, já estavamos na frente do prédio onde o casal vivia, entramos e fomos até o andar deles de escadas, elevador nunca mais (tudo isso sem nimguém nos ver, porque Dinah disse como ficar invisivel ) entamos no apartamento que era bem simples até 3 quartos sendo um suíti, banheirro, varanda, cozinha e sala.

  -para amor... eu tenho que ir buscar as crianças-disse uma mulher que eu julgava ser anna.

  -ainda são 10:00 devem estar na aula ainda-diz o homen acho que era Luan, a pegando pela cintura e beijando seu pescoço.

  -ai meu saco-não pude deixar de rir do comentaria de Dinah.

 -vamos acabar com isso com essas belssinhas-digo levanrando a espada que tinha na minha mão e indo até eles, me matérializo, eles me olham aterrorrisados e eu corto a gargatam dos dois, dela primeiro.

  -menos dois, quer ver o apartamento antes de ir?-pergunta e eu afirmo.

  Começamos a andar pelo apartamento e eu vejo uma foto com eles e duas crianças um menino e uma menina, vejo no fundo dois protetores (como eu sou um meio démonio, agora consigo velos), lembro imediatamente da minha familía e me vem um flash na cabeça.

  flashback on

  -vem Camz confia no papa-diz meu pai dentro da piscina, então eu pulo e ele me segura deitada-bata as pernas e os braços na água Camz-ele diz e eu obedeço.

  -olha sofí, sua irmã ta nadando, um dia vai ser você-diz minha mãe sorrindo pra mim com sofí ainda bebê nos braços.

  flashback off

  -Camila você me ouvio?-diz Dinah com a mão no meu ombro.

  -não, me desculpe oque você dize?-falo devolvemdo a foto para o lugar.

  -disse que já prendi as almas deles, vamos para o proximo-diz e eu dou mais uma olhada para foto.

  -vamos-digo e viro as costas.

   (...)

  Já estavamos de volta no castelo e Livia tinha nos dito que Dante convidou eu e Dinah para um jantar, já estavamos na mesa esperando ele aparecer.

  -disculpem o atraso eu acabei... deixa pra lá-disse se sentando no lugar de costume.

  -tá, tá, porque estamos aqui?-perguntei inpaciente, pois avia deixado Peeta sozinho no quarto.

  -eu queria elogialas pelo otimo trabalho-olho pra ele com cara de tédio e ele ri-você não é ficil mesmo em?-pergunta me olha e eu desvio minha atenção para o prato-mais Dinah, com foi seu primeirro dia?-ele a pergunta dissencadiando um mar de detalhes.

  Alguns minutos depois todos já aviam terminado de jantar e eu estava quase dormindo com a conversa quase eterna dos dois.

  -bom já está tarde podem se retirar, eu vou dormir um pouco-diz Dante se levantando e Dinah se despede de mim e sai quase corendo-você quer... sei lá uma concubina para vo...-ele começa.

  -boa noite Travel-digo e saio dali indo para o meu quarto.

  Era estranho como ele consiguia me lembrar o Ben, mais como deve estar Sofí e Benjamim, eu morri quase no casamemto deles, acho que eles devem estar arrasados, mas tomara que estejam bem.

Notas Finais


Galera a capa não tem muito aver com as roupas e tal, ei sei mas isso não é muito relevante, obgpor lerem até aqui.

VLW...FLW...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...