História Meu pecado (g!p) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Exibições 145
Palavras 727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal, ta ai Cap novo e pra quem não notou, sim a cada dez favoritos tem uma míni-maratona mais isso não vem ao caso aproveitem o cap e...
FLW...VLW.... Loba.

Capítulo 12 - Sister of Lern


Fanfic / Fanfiction Meu pecado (g!p) - Capítulo 12 - Sister of Lern

 Camila P.O.V.

-oh miiila mil e uma noites de amor com você, na praia, no barco, num farol apagado, eu e vo-...-atiro uma almofada em Dante antes que ele continui cantando (nem peeta aguenta ele mas, toda manhã é isso)-agresiva levanta e vai se arumar, eu tenho uma reunião e você vai comigo-diz e simplismente sai da sala.

-bom dia peeta, não sai do quarto eu vou tomar banho-digo e ele se deita novamente.

Já tem 2 semanas que eu estou aqui e nada de especial aconteceu, eu só fiquei mais proxima dela (tudo na base da amizade), finalmente dei um soco em Dante com a desculpa de que estava bebâda e não me perco mais pelo castelo, so coisa boa, fora a sensação de estar sendo seguida.

Minutos depois já pronta e com peeta no meu ombro (desde sábado eu estou andando com ele mesmo que seja Livia que cuide dele), estou indo em direção ao quarto de Dj (Dinah se mudou para o castelo logo depois da nossa segunda viagem) e na porta já escuto ela roncar, entro no quarto, fecho a porta e me sento na cama.

-Dinah acorda-falo balançando ela, oque faz finiz (o filhote de leão dela) vir até mim.

-shii... olha o barulho-responde com voz de sono.

-Dinah vamos-falo colocando finiz em cima dela.

-quem é Dinah?-pergunta me provocando.

-anda logo garota-digo e ela senta na cama com finiz lambendo o rosto dela.

-aiii... Mila qual é somos amigas, essas coisas não se fazem-diz choramingando.

-anda logo Dj o Dante vai sair e provavelmente Livia vai junto, precisso que você cuide do peeta pra mim, e já são 9 horas-digo então ela me da lingua e vai pra o banheirro (que mania chata um dia aranco essa lingua dela fora).

Fico esperando e alguns minutos depois ela volta e liga o som do quanto fazendo I Will Survive ecoar pelo quarto.

-meu Deus você é tão gay-digo gargalhando e ela começa a dançar indo em direção ao ármario dela.

-depois eu saio-falou e eu ri mais ainda.

  (...)

-você criar água, costurar sua roupa ou oque?! que demora foi essa karla?-pergunta com um sorriso falso.

-fui acordar a Dinah, é mais dificil do que parece- afirmo e ele começa a andar.

Acabamos chegando nas rochas das 7 cortes ele pega em minha mão e reaparecemos em uma sala enorme com pelo menos 10 pessoas pressentes.

-toda aquela presa pra nada?! Você é um filho da puta Travel-digo e ela me olha com cara de riso.

-obrigado, agora vem aqui quero te apresentar alguém-diz e praticamente me puxa pelo braço em direção a um grupo mais a frente-oii pessoal eu quero apresentar alguém a vocês-diz e eles olham para ele-essa é a Camila minha nova ceifadora-diz e eu sinto os olhares de todos sobre mim.

-muito praser aebnhorita eu sou a Chloe e esses são Bob e Andy, a Dinah te ajuda com o trabalho ou ela só fica falando sem pararm como sempre?-siz me fazendo dar um sorriso.

-ela é incrivelmente centrada no trabalho, e por mais incrivel ainda ela é bem calada... não da ruim se eu mentir noinferno não né?-pergunto e todos começam a rir.

Do outro lado da sala vejo Livia com mais umas duas garotas, isso me lembra muito de quando via Sofí falando com suas migas no colegial, me perdi em pensamentos então sinto Dante me sacudir.

-CAMILA!-diz Dante me sacudindo.

-que foi tra..-ia dizendo atê ele tampar minha boca.

-ele tava querendo te mostrar o menestrel do tio Lú-chloe fala e eu sorrio junto com ela.

-praque?-pergunto confusa.

-por que era a TAYLOR-diz e eu olho ele confusa-irmã das sus protetoras oh animal!-diz e eu fico estatica-agora não adianta mais ela já foi embora-ele se vira e me puxa para sentarmos.

As vezes eu queria estrangular ele, mas infelismente não posso, hoje eu vou cassar e tento dessistreçar mais um pouco.

Depois que os 7 chegaram com seus acompanhantes, se iniciou uma reunião de pelo menos 3horas. 

Quando finalmente chegamos no castelo ele entrou numa sala e depois voltou com um arco e flexa, apontou a saida e então sai de lá para minha surpresa já estava de noite.

Fui em direção a mata com um flexa no ponto de atirar, cerca de 20min depois eu avisto um cervo, mas antes que eu atire a flexa sinto algo me perfurar pelas costas e quando vejo é uma espada. Olho para trás e vejo o puma rasgar a garganta de Ruby e em seguida eu desmaio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...