História Meu pecado (g!p) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Exibições 103
Palavras 873
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sorry por não postar no fimd o gênio esqueceu o celular em casa, mas enfim aproveitem a mini-marratona e LEIAM AS NOTAS...
1/3

Capítulo 9 - Welcome to the hell


Fanfic / Fanfiction Meu pecado (g!p) - Capítulo 9 - Welcome to the hell

P.O.V.Camila

Sentia uma dor estridente na cabeça e não tinha forças para abrir os olhos, mas consiguia sentir terra molhada abaixo do meu corpo e cheirro forte de ferro também.

Senti bigodes de gato passar pelo meu rosto então forcei para abrir os olhos me assustando com oque vi, um grande puma de olhos brancos sentado ao meu lado, no lugar que era assustador também era mágnifico, me sentei de frente para ele e levantei minha mão em frete a sua face esperando o mesmo se aproximar.

-ela caio por aqui vamos-ouvi alguém dizer atrás de mim e virei para ver quem era, quando voltei meu olhar para onde estava o puma avia sumido na escuridam.

-ACHEI!!-uma garota gritou atrás-como se chama novata?-ela pergunta firme e pelo menos 9 pessoas me rodeiam.

-...Dragon-falo e escuto murmurios.

-não vai dizer seu nome?-fiz que não-então vai pagar caro por me subestimar-ela andou até mim e tirou uma espada da bainha levantou acima da cabeça, eu ainda aeria pela dor e pelo puma não esbocei reação.

-Ruby!-disse alguém por trás dela.

-oque é?-pergunta claramemte irritada por ser interrompida.

-ela é da minha corte-disse o homen já visivél se aproximando.

-quem disse-pergunda abaixando a espada e se virando.

-o tio Lú disse-falou desviando seu olhar para mim-estou sem ceifador-disse se aproximando de mim.

-que se dane ela é só uma puta desobediente, vamos!- fala e sai andando junto com os outros.

-ela é sempre assim não pense que é algo pessoal, aproposito eu sou Dante representante da luxúria ela é a Ruby representa a irá-falou me fasendo ficar mais confusa-como se chama?-pergunta me olhando ainda ajoelhado.

-...Camila Cabello-respondo (só por que ele falou o nome dele.

-bom camila bem-vinda ao inferno-diz simples se levantando.

-eu morri?-pergunto me levantando ainda mais confussa.

-é morreu e não foi pro céu-diz rindo baixo-vamos pro meu castelo, você faz o prosedimento, toma um banho, a gente janta e eu te explico tudo ok?-pergunta e eu simplesmente assindo.

Andamos até um lugar com 8 pedras e ele toca em uma que fica roxa, segura a minha mão e reaparecemos em frente a um castelo, ele empurra a grande porta e me deparro com um salão enorme. Finalmente o vejo nitidamente cabelos brancos, olhos roxos, uma especie de cassaco longo roxo e uma roupa do século 15 por baixo do casaco.

-Livia!-ele chama uma moça que saia de um a das portas do lugar.

-sim meu senhor-diz a moça fasendo uma reverencia.

-Livia leve está jovem para fazer o procedimento e depois para um dos quartos vagos... ah e mande o Rone trazer um novo ajudante para ela-ele parra e olha pra mim-qual animal você gosta?-pergunta me olhando.

-feneco ou.... puma-digo me lembrando do felino de mais cedo.

-então feneco depois disso leve ela para a sala de jantar, tenho assuntos a tratar agora com licença senhoritas-diz e entra em uma sala .

-oque é esse tal de procedimento?-pergunto olhando a jovem que aparenta ter 15 anos.

-a senhorita já fez ou ouvio falar do ensame de diabets?-perguntou e eu assenti-é mais ou menos assim, só que serve para saber quem é a senhorita e como morreu-diz começando a andar em direção as escadas.

-entendi-falo a seguindo-você tem quantos anos?-pergunto e ela vira o rosto por um segundo e depois volta a olhar pra frente.

-em idade humana eu teria 14 anos mais eu tenho 104-diz tranquilamente mais antes que eu diga mais alguma coisa ela fala-chegamos senhorita infelismente só o mestre de processo e novatos podem entrar então vou aguarda-la aqui fora-diz e abre a porta, me vejo obrigada a entrar.

A sala era bem detalhada, uma mesa de escritorio preta com uma poltrona da mesma cor, cadeira giratoria vermelha na frente da mesa, um pequeno sofá no canto da sala com uma mesinha na frente, estantes de livros, tapete de urso, uma tv de umas 90 polegadas e uma porta mais no fundo.

-olá em que posso ajudar-diz um homen albino saindo da porta que eu olhava.

-Dante me mandou fazer o procedimento-disse sem ter muita certeza.

-ah... sim sente-se por favor-ele indica a cadeirra com a mão e se senta na poltrona, se abaixa para pegar algo em uma gaveta e eu me sento-achei! Estenda a mão que usa para escrever-fala e eu estendo a mão direita e ele põe agulha torta no meu dedo e depois a retira.

Leva a agulha e põe em um entrada da tv, ela liga e começa a fazer uma especie de loading que logo é finalizado e um papel sai da lateral da tv e ele logo depois tira a agulha da tv e põe de volta na gaveta e se senta na poltrona.

-verifique e depois me devolva-ele me entrega a folha e eu começo a ler.

Nome: Karla Camila Cabello Estrabão.

Idade:25 anos.

Trabalho:assassina.

Filiação: Sinueh e Alejandro Cabello.

Parentes:Sofía Cabello.

Protetor:Desconhecido.

Causa da Morte:Acidente de moto.

Local da morte:Washington D.C.

Vitímas Pessoais: 152 pessoas.

 -essas "vitimas pessoais" são as pessoas que eu matei?-pergunto e ele afirma-e esse "protetor" é oque?-pergunto entegando o papel a ele.

-seu... anjo da guarda por assim dizer, as informações batem?-eu afirmo e ele se levanta-vou fazer copia disso e mandar para o Dante você já pode ir-diz e eu me levando e saio, Livia ainda me aguardava fora da sala.

-podemos ir senhorita?-pergunta e então saimos.

Não sei porque mais eu me lembrei de Lauren quando o homem falou sobre anjo da guarda, talvez Dante me esclareça isso no jantar.


Notas Finais


Participação especial do Dante nessa fase da fic, mais tarde posto outro capítulo e dêem ideias para o nome do feneco da camz...
FLW...VLW...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...