História Meu pequeno pedaço do céu - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Jackson, Júnior, Kpop, Mark, Youngjae, Yugyeom
Exibições 220
Palavras 1.631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi pessoinhas
LEIAM AQUI E IMPORTANTE
No penúltimo capítulo ocorreu um bug terrível e o cap so enviou metade, tipo ele acabou no meio de uma palavra e eu nem tinha visto!
Graças a uma leitora salvadora que me avisou eu percebi e consertei aql erro, então leiam lá o cap finalizado direitinho :3

Me desculpem pelo vacilo ._.

Capítulo 25 - Amigos e boas notícias


   Mark não entendeu meu pedido de primeira, ele ficou me olhando com cara de paisagem esperando eu dizer que era zoeira ou algo do tipo, mas eu não disse.

    -Então? Vai ne ajudar com ele?- Perguntei de novo fazendo ele ter um choque de realidade
    -A-ajudar?! Como a-assim?!
   -Ajudar ue...tá ficando estranha nossa convivência...ele disse que gosta de mim cara!- Arregalei os olhos e ele fez o mesmo.
    -Ai meu Deus...chegou o dia que eu tanto esperei...- Mark quase tombou no chão- Sera que vocês serão um casal finalmente!!! Você também gosta dele ne safada?!
    -O-oque?! Não!
   -Mentirosa! Hahahah eu vou ganhar a aposta!
    -Aposta?- isso me cheira tão mal
  -Ah...sim...-Ele e riu sem graça- Ah muito tempo no ensino médio...eu o BamBam e o Yugy fizemos uma aposta...eu apostei que vocês iriam acabae juntos, BamBam apostou que não iriam, e Yugyeom apostou que você iria ficar com um de nós sem ser o Jackson...- Minha raiva voltou depois disso, raiva misturada com bebiba
   - OQUE?! Vocês apostaram minha VIDA AMOROSA?!- Mas que garotos infantis.
   -Desculpa Kiki...isso foi a muito tempo sabe...eramos adolescentes idiotas...- Ele me abraçou
   -Ainda assim essa aposta foi bem merda, quanto apostaram?
   -O ganhador ganha 800 Won de cada um.
   -Só isso?!
   -Ah qual é naquela época não tínhamos dinheiro nem pro lanche, imagina pra uma aposta, por isso um valor tão baixo!
   -Vocês são patéticos.- Eu levantei do chão com a ajuda de Mark e me sentei em minha cama. Respirei fundo e olhei pra ele- Então? Você vai me ajuda ou não?
   -Claro que vou! Dinheiro está em jogo garota!- Ele riu me fazendo ficar com cara de bunda.- Ninguém conheço o Jackson melhor do que eu, você vai conquista-lo rapidinho!
    -Mas eu não quero conquista-lo...- Mark entendeu tudo errado pra variar- Eu só quero que a gente viva bem sabe? Sem brigas ou climas estranhos é declarações assustadoras.- Mark franziu as sombrancelhas para mim
   -Sei...- então ele sorriu de modo que desse a entender que ele estava querendo segundas intenções para mim e para Jackson.- Amanhã de manhã eu volto para te ajudar ok?- Ele estava indo em direção a janela mas eu segurei sua blusa antes que ele fosse em bora
    -Mark...dorme aqui hoje, a gente nunca mais fez um festa no pijama ne?- Os olhos de Mark brilharam de felicidade
    -Ainda somos os melhores amigos!- Ele pulou na minha cama rindo

    As vezes a melhor coisa para esquecer os problemas e passar um tempo com seus amigos.

      
                               ***


     Acordei de manhã com o pé do Mark na minha cara, óbvio que fiz um escândalo

    -MARK TIRA ESSE PÉ NOJENTO DA MINHA CARA!- Peguei o pé dele e ameaçei torcer
    -C-calma Kirimi! Desculpa! Eu me mexo muito a noite você sabe disso!!!
   -O problema não é seu pé na minha cara...o problema e que você está deitado na MINHA CAMA! Eu não botei aqueçe colchão no chão a toa!- apontei para o velho colchão que eu tinha posto bonitinho, forrado e com um cobertor quentinho para o idiota
   -Desculpa...e que sua cama e boa demais!- ele esfregou a cara na minha cama todo feliz. Eu levantei dali com nojo dele.
     -Eu te espero lá na cozinha...- eu disse calçando minhas pantufas e já saindo pela porta.

     Pelo visto Jackson ainda estava dormindo, sua porta estava fechada como o de costume. Ainda bem, estou com muita vergonha para olhar na cara dele hoje.
    Desci para a cozinha para preparar alguma coisa para comer, hoje eu pretendia ir visitar meu filho, esteja ele mal ou não eu preciso ve-lo a qualquer custo. Pus dois pães na torradeira abri um suco qualquer e esperei Mark descer para comer comigo. Ele iria visitar Sora comigo e depois iria me ajudar a lidar com o Jackson, isso que é amigo.

    -Kirimi sua linda! Você preparou café da manhã pra mim também!- Ele sentou na mesa sorrindo ao ver uma torrada esperando para ser comida
   -Fiz só porque você está me ajudando.- Bebi meu suco e esperei ele terminar de comer também. Parece que Mark nunca toma café da manhã, porque ele comeu aquela simples torrada como se fosse a melhor coisa do mundo.- Amo sua comida sabia disso?
    -É só uma torrada mano...- Limpei a mesa e olhei pra Mark que lambia os dedos sujos de migalhas. Esse garoto e muito problemático mesmo.

     Expliquei para Mark o caminho que seguiriamos até o hospital e na hora de sair ele insistiu em pagar o ônibus para mim mesmo que eu não quisesse.

                                ***

      Quando chegamos lá a recepcionista ficou tão feliz ao me ver que nem escondeu o sorriso

    -Senhorita Kirmi! Que bom que veio!- Ela disse largando os papeis em que escrevia só para apertar minhas mãos animadamente
   -Bom dia enfermeira Yona- Sorri, ela era muito simpática
    -O doutor tem notícias para a senhorita, ele está no quarto de sempre.- Ela apontou para o corredor onde o quarto ficava
   -Obrigada Yona.- Peguei o braço de Mark e puxei ele até a porta do quarto- Mark...irei te pedir um favor, então ouça bem
   -Pode dizer.-Mark parecia realmente serio pela primera vez em muito tempo
    -O Sora está fraco...então vá com calma com ele ok? Não o anime muito, pode dar algum problema ok? Temos que ter cuidado, o organismo dele está muito fraco. Eu sei que você não ve ele a algum tempo, mas vamos com calma tá?
    -Kirimi...você acha que eu faria algum mal meu sobrinho? Nunca! Eu te prometo ter cuidado.- Ele segurou minhas mãos e sorriu, eu apenas sorri de volta e elee entendeu que eu estava muito agradecida. Assim fico bem mais tranquila.

    Abri a porta bem devagar para me manter calma e dei logo de cara com o doutor Kim, e pelo sorriso que ele estampou ao me ver entrando, tudo parecia estar bem.

    -Senhorita Kirimi.- Ele suspirou aliviado- Fico feliz em te ver, tenho muitas notícias para a senhorita.- Ele pegou sua prancheta e olhou para Mark- Vejo que trouxe um amigo.
    -Sim...esse e o Mark.- o idiota estava tentando se esconder atrás de mim, oque não deu nada certo já que ele e mais alto que eu.
    -Bem...depois te digo as notícias, você deve estar querendo ver o pequeno, ele está ali atrás daquela cortina.- O doutor Kim apontou para uma cortina branca que tinha ali pendurada por algum motivo.

    Segurei a mão de Mark e fui andando com passos bem curtos até perto da cortina. Quando cheguei perto o bastante, encarei Mark, depois encarei o doutor e depois encarei a cortina, e depois finalmente puxei ela.
     É lá estava meu pequeno filhote, dormindo tranquilamente em sua cama...é com o cabelo RASPADO?!

    -Ah sim...desculpe ter feito isso nele antes de ter consultar senhorita...mas é que assim que terminamos a primeira seção de quimioterapia o cabelo dele começou a cair.- o Doutor apareceu ao meu lado
    -Tudo bem Doutor...foi melhor assim, eu não teria coragem de ter visto vocês raspando a cabeçinha dele, só fiquei supresa com isso.- Cheguei mais perto de Sora e me sentei em uma cadeira que tinha ao lado da cama.

    Sora dormia tão calmamente que nem parecia estar doente. Ele ficava engraçado com a cabeça raspada...mas cabelo cresce não é mesmo? É so esperar um pouco que já já ele volta a ter cabelo de novo.
  
    -Até que ele f-ficou fofinho.- Mark disse e eu estranhei o modo como ele estava com uma expressão assustada no rosto
    -Mark está tudo bem?- Me levantei e fiquei do lado dele
    -S-sim...é so meio triste...eu nunca pensei que veria o Soso assim...- Mark tem um amor tão grande pelo Sora...ele parecia realmente chocado ao ver ele daquele jeito.
    -Mark se você não estiver se sentindo bem pode ir para casa, não se sinta obrigado a ficar aqui.- Segurei a mão dele para que ele ficasse mais calmo.
    -Não Kiki...eu quero ficar, pelo bem do meu sobrinho...e por você.- Ele sorriu- Veja, acho que ele está acordando!- Mark apontou para Sora que se mexia bruscamente na cama até abrir os olhos
   -Mamãe! Tio Mak!- Sora abriu um sorriso lindo, pude ver que ele estava bem melhor.
    -Garotão! Tio Mark voltou!- Mark se sentou na cadeira onde eu estava e começou a conversar animadamente com Sora como se eles tivessem a mesma idade.
    -Vou deixar vocês conversando, enquanto isso vou falar com o doutor- Fui ignorada.

      Me sentei na frente do doutor e esperei ele me dizer tudo oque tinha anotado na famosa prancheta dele.
 
    -É então Doutor...oque tem para me dizer?
    -Bem Kirimi, como pode ver, fizemos nossa primera seção de quimioterapia com o Sora e o organismo dele reagiu muito bem.- O doutor parecia animado- Ele e um garoto forte, aposto que puxou isso de você.- Doutor Kim, sempre um amor de pessoa- Talvez em alguns meses ele fique 100% curado, perto do final do ano por ai...estamos em Julho...talvez em novembro ele já possa voltar para casa totalmente saudável.- Aquela notícia, vocês não tem idéia de como aquela notícia me deixou feliz, acho que nunca fiquei tão feliz na vida.
    -Doutor...você é um anjo, obrigada!- Apertei aos mãos dele forte o bastante para ele perceber que eu estava extremamente agradecida, acho que foi forte até demais.
     - Não fiz mais do que minha obrigação...e cá entre nós, você e o Sora são os melhores pacientes que eu já tive.- O doutor piscou para mim e riu, esse cara não existe.

     Depois de conversar com o doutor eu voltei para onde Mark ainda conversava com Sora, as vezes não sei qual dos dois e a criança de verdade. Eu estava tão feliz com a notícia do Doutor que acabei passando bastante tempo apenas obsevando minhas duas crianças conversando, mas quem liga não é mesmo? A vida e muito bela!
   Obrigada doutor.


Notas Finais


As vezes eu penso como vocês agiriam se eu fizesse uma merda muito grande, tipo matasse o Sora(N estou insinuando nada, nunca faria isso)
Eu provavelmente morreria por tanto hate que eu iria levar :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...