História Meu pequeno pedaço do céu - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Jackson, Júnior, Kpop, Mark, Youngjae, Yugyeom
Exibições 120
Palavras 2.489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei viados
Eu escrevo mal e só percebi agr...
E ainda largo fics por que esqueço...eu vou pro inferno com certeza gente

Capítulo 27 - Percepções


Fanfic / Fanfiction Meu pequeno pedaço do céu - Capítulo 27 - Percepções

    O mundo da voltas não é mesmo?

     Há três anos atrás eu odiava um cara chamado Jackson Wang, hoje esse cara é pai do meu filho.
     Não temos nenhum interesse emocional um no outro...eu acho. Mas a convivência e bem melhor do que a três anos atrás, hoje eu não quero mata-lo como queria antigamente.

    
     -Já está pronto? Temos hora Jackson!- Perguntei na porta de casa, hoje seria o dia em, o Sora receberá alta no hospital

     Fazem quatro meses que o doutor Kim deu a notícia que Sora estava indo bem na quimioterapia.
    O doutor disse que em novembro ele estaria 100% bem...e foi exatamente o que aconteceu, estamos em novembro e ontem o doutor ligou dando a notícia que Sora estaria pronto para ir pra casa hoje!

   Eu gritei muito quando  ele disse aquilo

    Muito mesmo, mas de felicidade.

     -Estou descendo calma!- Jackson disse botando um casaco enquanto descia as escadas correndo.
    -Cuidado para não levar um tombo garoto.- Abri a porta e sai primeiro. Apesar de no começo ter sido praticamente obrigada a morar com ele, agora eu me acostumei a viver do lado desse porco humano chamado Jackson.

     Ah sim
   Nós fizemos um acordo, que quando o Sora voltasse...Jackson iria se mudar para a casa de Mark, não é muito longe né...mas sei lá...eu sinto algo estranho em pensar nisso.

   Coisa boba eu acho.

    Jackson apareceu sorridente na porta, ele estava muito satisfeito com tudo, com Sora, com nosso relacionamento saudável e amigável e com a mudança para a casa de Mark.
     
    -Vamos senhorita.- Ele saiu saltitando na frente em direção ao ponto de ônibus que era ali perto.
    Eu estava um pouco nervosa, o doutor me pediu para ficar sem visitar Sora esse última semana por causa do tratamento, parecem que fazer anos que não vejo ele.
     O ônibus chegou rápido como nunca, ou talvez eu que estivesse sem muita noção do tempo esses dias. Jackson percebeu que eu estava meio avoada e riu

    -Qual a graça? Eu pareço engraçada pra você?- Perguntei me sentado em um banco.
    -Sua cara está engraçada, você está viajando nos seus pensamentos desde ontem.- Ele se sentou ao meu lado me encarando como se quisesse desvendar oque eu estava pensando
    -Ah isso...não e nada demais, só estou um pouco nervosa.- Sorri
     -Mas você está sempre nervosa não é possível!- Ele franziu a testa
     -Desculpa...e que o Sora está nessa clínica a quase sete mesês...ele ficou mais da metade do ano aqui, me dá um aperto no coração pensar nisso...e agora que ele finalmente vai sair eu simplesmente não consigo ficar calma!- Choraminguei
     -Para de ser assim Kirimi! Nosso filho se recuperou de uma doença séria! Você deveria estar sorrindo como nunca garota! Não aja desse jeito.- Jackson me deu um peteleco na testa- Vamos, ponha um sorriso nesse rosto!- Ele apertou minhas bochechas rindo.
  

    Mark tinha razão, antes de você conhecer Jackson ele parece ser a pessoa mais convencida, imoral e vagabunda do mundo, mas depois que você conhece Jackson ele é uma pessoa muito boa e generosa. Nunca pensei que ele pudesse ser esse garoto prestativo que ele é.

     Passamos a viagem toda em silêncio depois disso, não que faltasse assunto...mas o clima entre a gente não era lá um dos melhores, começamos a nos dar bem só agora, e meio estranho estarmos tão de boa depois de tantos anos de ódio. Talvez demore para nos acosturmamos a essa nossa nova amizade.

     
                         ***


     Foram uns vinte minutos de viagem em silêncio, meio desconfortável, porém seria mais desconfortável ainda se tentássemos puxar assunto.

   Quando descemos do ônibus Jackson me pegou pelo braço, ele sabia que eu iria ficar parada no ponto apenas encarando a clínica de longe, então ele tomou logo uma providência de me puxar para nosso destino.

    -Vamos com c-calma Jackson!
    -Pare de enrolar Kirimi! Vamos logo pegar o Sora!- Ele me puxou mais rápido
    Eu está a tendo um ataque de pânico naquele momento, não sei porque, mas eu suava frio e hiperventilava feito doida
    -E-ei p-para um segundo!- Me soltei dele para respirar um pouco, caralho minha cabeça estava girando, por um momento pensei que eu fosse desmair outra vez(sim eu desmaio muito né).
     -Está tudo bem?- Jackson passou a mão pelo meu rosto
    -S-sim...só estou um pouco...-Ataque de asma repentino!!! Eu parei de falar no meio da frase porque comecei a ficar com uma falta de ar monstruosa.
    -Só pode estar brincando comigo...-Ele revirou os olhos
   -Não fale assim! Eu estou passando mal de verdade não dá pra ver?- eu disse quase morrendo sem ar
   -Olha pra mim Kirimi!- Ele repentinamente me segurou pelos ombros e me encarou nos olhos- Se acalme por tudo que é mais sagrado! Se não daqui a pouco o Sora sai do hospital e quem fica e você, se acalma se não você vai ter um treco de verdade e só Deus sabe oque vai rolar contigo se você não relaxar logo!- Ele me sacudiu loucamente até eu parar de ter meu ataque de pânico
      -Já pode parar de me sacudir! Estou melhor agora...não me balança muito se não eu vômito...- Sorri sem graça e ele ficou feliz com o que eu disse.
    -Se você vomitar eu seguro seu cabelo tá bom?- Ele fez carinho na minha cabeça e foi andando na frente.

    Por um momento fiquei olhando ele indo na minha frente, eu estava meio surpresa com aquela atitude dele, esse Jackson legal e algo novo pra mim.

   -Vamos Kirimi! Não fiquei me olhando com essa cara boba!- Ele olhou para trás e me viu encarando ele
    -Ah sim! Estou indo!- Acordei do meu transe e corri para perto do Jackson e fomos direção a clínica.

   Entramos na clínica e fomos direto na recepcionista, enquanto Jackson falava e assina a uns papeis eu olhava em volta e então vi...VI SORA! Conversando com...Kihyun?! Os dois estavam sentados na sala de espera conversando

     -Bebê!- Sorri e corri até eles dois.
    -Mama!- Ele sorriu tão lindamente como nunca

    Sora parecia ter mudado tanto. O cabelo dele cresceu bem rápido depois que raspararam, ele estava bem maior do que quando chegou aqui, e eu nem percebi! Ele cresceu tanto...
   
     -Kirimi...- Kihyun sorriu
   -Kihyun...oque faz aqui?
    -Esqueceu...meu pai trabalha aqui! É incrívelmente ele era o medico de Sora
    -Não pode ser! O Doutor Kim e seu pai?! - Plot Twist total, por essa eu não esperava
    -Não fique tão surpresa, eu sabia que meu pai estava tratando de um garotinho da idade do Sora, eu fiquei muito mais surpreso quando descobri que era ele mesmo!- Kihyun bagunçou os cabelos de Sora.

    Bateu um alívio tão grande de ver meu bebê ali, saudável e feliz. Abracei ele mais forte do que nunca.

     -Mamãe você está me esmagando!- Sora deu leves tampinhas nas minhas costas para eu pegar mais leve.
    -Desculpa bebê, é que mamãe sentiu muito sua falta! Agora que você vai voltar pra casa mamãe não consegue conter o amor!- Apertei as bochechas dele
    -Eu te amo mamãe!- Sora sorriu e me deu um beijinho na bochecha
    -Esse anjinho e forte hein.- Kihyun sorriu- Meu pai disse que nem todas as crianças reagem bem ao tratamento.
    -Eu melhorei porque eu queria muito voltar para a mamãe e pro papai-Sora respondeu orgulhoso de si mesmo
     -Falando em papai...onde está o pai...acho que só vi ele uma vez na festa do Sora.
    -Estou aqui.- Jackson apareceu atrás de mim e eu dei um pulo de susto
   -Papai!- Sora agarrou a perna dele forte é Jackson o pegou no colo abraçando-o forte
    -Meu pequeno...papai sentiu sua falta.- Jackson deixou escorrer algumas poucas lágrimas, mas só eu percebi.- Finalmente você vai poder voltar para casa!
     -Vejo que estão tendo um lindo reencontro ne- Doutor Kim apareceu sorridente- Esse pequeno guerreiro foi forte contra essa terrível doença, é um alívio saber que ele ficará bem.
    -Tio Kim obrigada por cuidar de mim!- Sora agradeceu ao doutor que já parecia mais do que agradecido.
    -Eu que agradeço campeão, você foi um ótimo paciente, nunca irei esquecer de você.- O doutor fez um high five e com Sora- Kihyun...eu nem imaginava que você conhecia essa família linda
     -Conheco sim senhor, eles são maravilhosos- Kihyun me encarou sorrindo
    -Obrigado por confiar em nossa clinica senhorita Kirimi, espero que só o melhor acontece para você e seu filho.- Doutor Kim sorriu dando adeus a mim e a Sora.

   Ele é um ótimo médico

   
   Convidei Kihyun para almoçar com nos três, mas ele disse que iria esperar o horário de almoço do pai. Talvez essa tenha sido só uma desculpa esfarrapada, Kihyun talvez não quisesse se intrometer em um "Almoço de família". Espero que o Kihyun não fique sozinho nesse almoço.

     Voltamos todos para a casa em um ar alegre, Sora sorria radiante par nos dois.
   Ele realmente havia mudado bastante, como é que eu nem percebi o crescimento desse garoto?

     -O Sora cresceu né?-Jackson disse no meu ouvido enquanto eu ajeitava Sora em meu colo no ônibus.
     -Sim...-Eu ascenti com a cabeça enquanto via o pequeno brincar com seus próprios dedos de um modo muito fofo. Suspirei e sorri
   Ele finalmente estava de volta em meus braços. Mamãe nunca mais vai deixar você ir meu bebê.


                           ***


     Antes mesmo de chegar em casa Sora adormeceu em meus braços como um gatinho preguiçoso, ele é tão fofo. Jackson se ofereceu para carregar o dorminhoco, mas eu queria carrega-lo, eu queria sentir ele de novo, sentir o calor do meu filho que não sinto a tempos. Sempre que eu ia visita-lo o corpo dele estava gelado, como um cadáver. Mas agora ele estava quente e mais vivo do que nunca.

     Enquanto eu apreciava o Sora dormindo, Jackson abria a porta, meu plano era ir dormir ao lado do meu bebê a tarde inteira...mas parece que um pessoal havia me programado outros planos....

   -SURPRESA!!!- Quando Jackson abriu a porta demos de cara com todos os garotos animadissimos. Só pode estar brincando
    -Mas que porra tá acontecendo?!- Perguntei paciente
    -Ora ora se não é a Kiri...você escondeu de nós todos a doença do pequeno Sora né?! Ficou doida??- Jinyoung bateu os pés no chão
    -Eu não queria preocupar ninguém...
   -Ah qual é Kirimi! Eu amo ficar preocupado com você sua idiota! Você é minha pequena!- JB disse fazendo bico
    -O Mark que contou pra vocês né?- Perguntei mesmo já sabendo a resposta
   

      Todos fizeram que sim com a cabeça e eu suspirei

    -E onde ele está?- Todo mundo me encarou estranho
    -Você sabe que ele voltou com...a...Samanta né?- BamBam disse baixo
    -Sei...-Lá vem bomba
    -Ele teve que sair com ela hoje...- Youngjae completou triste
    -Bom pra ele, eu espero que o Mark quebre a cara de novo , assim ele aprende a não ser mais trouxa- falo mesmo
   -Isso não importa agora não é mesmo?- JaeBum sorriu-  Viemos aqui para comemorar algo bom né gente! Mesmo que  a Kirimi tenha escondido o fato de todos nós-Essa última parte ele falou mais baixo porém eu ouvi muito bem.
     -Eu já pedi desculpas.- bufei- Agora não destruam minha casa, vou botar Sora no quarto dele.
    -Sim senhora!- Todos disseram sorridentes, porém não confio nesses baderneiros.

      Sora ainda dormia tranquilamente, ele está mais pesado do que eu me lembro nossa...parece que se passaram anos desde o dia em que ele entrou naquela clínica. Foi um longo caminho, mas valeu a pena só para ver meu filhote bem.

    Levei ele para o quarto dele que era ao lado do meu e pus ele na cama de carrinho que ele tanto encheu o saco para eu comprar. Finalmente aquele quarto não estava vazio como ficou por esses longos seis meses.  
    Pus ele na cama e fiquei observando-o por um tempinho, era bom ter ele de volta.

     Quando desci os idiotas vulgo meus melhores amigos estavam conversando animadamente sobre algum assunto provavelmente idiota ou coisas totalmente irrelevantes.

    -Kirimi!-Yugyeom foi o primeiro, e talvez o único,  notar minha presença ali, os outro apenas continuaram a conversar.
    Me sentei ao lado de Yugy já que ele é o único ser racional no momento
  
     -Oi Yugy...
    -Kirimi como está? Depois disso tudo...você deve ter ficado um bocado perturbada.
    -Digamos que sim, mas agora que tudo acabou eu estou bem melhor.
     -Fico feliz em saber...minha noona favorita não pode sofrer mais!- o Yugyem e tão fofo meu Deus, apesar de ser o mais novo entre todos, ele também é o mais responsável...as vezes né.
     -Ei Kirimi venha interagir!- Jinyoung me chamou berrando mesmo eu estando praticamente do lado dele.

     Eu ri, soquei o braço do Junior e acabei me enturmando com eles.



                          ***


     Eles passaram a tarde toda lá em casa, nem reclamei, eu estava mesmo precisando de uma distração para me aliviar de toda aquela tensão, e ninguém melhor que meus retardados favoritos para fazer isso.

    
      -Você sabe que eu amo ficar aqui e ocupar seu tempo com coisas idiotas Kirimi...mas tenho que ir...eu tenho certeza que deixei o fogão ligado...talvez minha casa esteja em chamas...- Jinyoung o responsável disse
    -VOCÊ OQUE?!- JB berrou- JINYOUNG MINHA COLEÇÃO DE ACTIONS FIGURES FICOU NA SUA CASA!!! SE ELS PEGAREM FOGO QUEM VAI QUEIMAR VIVO E VOCÊ!- JaeBum pulou do sofá e puxou Junior na velocidade da luz para fora de casa.
    Todo mundo ficou com uma cara de bunda depois dessa cena...as vezes eu acho que o JB e o Jinyoung dariam um ótimo casal.
   
     -Acho melhor a gente ir também...Yugyeom você tem aula amanhã né? Se quiser passar nessa faculdade é melhor não faltar- BamBam falou como a mãe do Yugy
    -Tem razão mãe número dois...Kirimi estamos indo então, até a próxima!- Yugyeom riu e saiu junto com BamBam

   Só sobrou eu...e o Jackson.

     -Bem...eu acho que vou arrumar minhas coisas para me mudar o quanto antes.- quando Jackson disse isso um calafrio correu pela minha espinha, não entendi o porquê...mas eu acho que não seria a mesma coisa se ele fosse em bora, mesmo que fosse aqui para o lado

    -Hm...-Apenas resmunguei de leve
    -Disse alguma coisa?- Jackson me olhou
     - Não...nada...não e nada.-falei baixo sem nem olhar na cara dele
   -Nada mesmo? Não parece que não é nada...pode falar!- Ele sorriu.

    Talvez eu devesse falar.

     -Sabe...se quiser...você não precisa se mudar...você pode morar aqui com Sora...e comigo.- Falei logo antes que fosse tarde de mais

   Jackson ficou me olhando surpeso por alguns segundos e então seu rosto se tornou vermelho de vergonha

    -F-fofa...
    -Como é?
    -Nunca percebi como você é fofa!- Ele abriu um sorriso bobo- Se você quer eu fico!- Ele parecia mais feliz que antes, quer dizer que eu fiz a coisa certa?
    -N-não entenda errado garoto! É pro b-bem do Sora! Ele precisa de um pai presente entende? Se você morar na casa do Mark que desculpa vamos dar ao menino?
     -Sei...essa sua cara vermelha não diz a mesma coisa.- Ele piscou para mim e foi andando para o quarto dele.

     Acabo de perceber uma coisa...
    
   Eu gosto do Jackson


Notas Finais


Aaaaaaaaaaaaaaa minhas amoras espero q tenha gostado do cap
Tenho q falar a verdade...a fic está perto do seu final, não sei quanto caps faltam pro final...mas são poucos...só avisando msm


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...