História Meu perverso amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin
Exibições 37
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Lemon, Shonen-Ai, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu mal atualizo uma fic já estou fazendo outra, eu não tenho jeito
Emfim

Capítulo 1 - Prologo


          [ Meu perverso amor ] 

                 [ Prólogo ] 

 Ele limpava a mesa de sua casa, como sua mãe havia lhe pedido e claro que ele não ia desobedecer-la, como ela havia lhe ensinado que um ômega nunca deveria desobedecer ninguém. 

Ela mandou ele limpar a casa por que hoje teria uma visita especial, e como sempre ele limpa a casa como sua mãe manda.

 - Jimin ! - sua mãe lhe chamou tirando a atenção do menor que lhe olhou. - Já limpou tudo, agora vá se arrumar, nossos convidados não vão querer receber você com essas roupas horrorosas ! - exclamou deixando a sala e deixando um ômega cansado para trás. 

 Ele respirou muito e sem contestar foi para o seu quarto para tomar um banho e se arrumar e conhecer essa tal "Visita". 

 [ Je Tue ] 

 Os convidados haviam acabado do chegar, mas o ômega continuava em seu quarto por ordem de sua mãe, ele tinha um anel em mãos, sua avó havia lhe dado aquilo e ele a pegava toda vez que se sentia solitário em casa, apesar de sua mãe conseguir disfarçar os maus tratos com o filho da mãe ela nunca conseguiu esconder. 

 - Jimin, querido venha aqui! - exclamou a mãe do garoto com tamanha falsidade na fala. 

 Então sem falar nada, o garoto se dirigiu até o hall de entrada de sua casa encontrando os convidados, dois alfas, ele chegou e logo se curvou em forma de respeito.

 - Ah, então esse e o ômega de que tanto fala ? - perguntou um dos alfas o qual o ômega julgou ser mais velho.

 - Sim, senhor Jeon. - respondeu. - não acha que seria uma bela proposta ao teu querido filho? - a mulher perguntou sorrindo. 

 O ômega simplesmente gelou, significa que agora ele teria que conviver com alguém que nem ao menos conhecia? Ele estava indignado, porem não se pronunciou. 

 - O que acha, Jungkook? - o mais velho dos alfas pergunta. - Acho...Interessante.- respondeu encarando o ômega a sua frente que possuía a cabeça abaixada devido a tamanha forna de respeito que foi lhe ensinada.

 - Que bom ouvir isso! - exclamou se virando para o filho. - Concorda? - pergunta mesmo já sabendo a resposta.

 - Sim..- respondeu sem muito animo com a cabeça um pouco erguida.

 Tudo o que ele mais queria era sair correndo dali e se trancafiar no quarto de modo com que nenhum alfa pudesse arrombar-la. Ele sentia falta de sua avó. 

 Enquanto o pequeno mantinha esses pensamentos em mente, o alfa mais novo dali o observava como se fosse uma nova presa, logo quando o menor manteve a cabeça um pouco erguida o jovem reparou em seus traços, na opinião do alfa ele era perfeito.

 Ele havia encontrado um novo "Submisso".

 [Por l'amour] 

 Logo após a não tão longa conversa dos pais dos jovens ali presentes, os adultos partiram para uma ala reservada da casa, onde nem mesmo Jimin tinha autorização para ir. 

Então ele ficou sozinho com o misterioso e bonito alfa no hall de entrada.

Um silencio agoniante tomou conta do cômodo, Jimin estava um tanto encomodado com a presença do alfa e o seu cheiro amadeirado e extremamente forte. 

 - Park Jimin. - chamou o alfa se encostando ainda mais no lugar onde estava sentado, chamando a atenção do ômega. 

 - S-sim? - respondeu e se amaldiçoou mentalmente por ter gaguejado. - Acho bom que você saiba, que brevemente sera meu. - respondeu simplista o que fez o ômega levantar a cabeça encarando o alfa com um semblante confuso. 

 - M-mas eu nem lhe conheço! - exclamou se levantando sem quebrar contato visual com o alfa. O alfa por outro lado não estava exaltado, se levantou também mostrando a diferença de tamanho entre ambos, o que fez Jimin se sentir intimidado.

 - Não acho que você tenha muita escolha, Jimin. - falou puxando o queixo do do mesmo fazendo-o olhar para si.- Você sera meu de qualquer jeito, Park.- selou brevemente os lábios alheios fazendo o outro arregalar os olhos o que pode ser visto quando o alfa separou o contanto. 

 Se sofrer de sua mãe não era o bastante, ele ainda teria que aprender a lidar com o alfa a sua frente; mesmo já considerando-o insuportável o ômega nao deixou de notar seus traços, tinha que admitir que o alfa era bonito, ele não gostava do mesmo mas também não era cego.

 E logo os adultos chegaram na sala.

 - Vamos? Já resolvemos o que tínhamos pra resolver hoje.- exclamou o Senhor Jeon.- Foi bom comparecer aqui.- fez uma reverência a anfitriã.

 - Venham sempre que possível. - a mulher sorriu.

 - Claro que voltaremos. - o alfa mais novo lançou um olhar ao omega que desviou o olhar constrangido. 

 Ele tinha certeza agora, teria que conviver com o alfa; ele estava prometido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...