História Meu Pesadelo Constante - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama
Visualizações 17
Palavras 526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Suspense, Violência

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 8 - Melhor noite.


Fanfic / Fanfiction Meu Pesadelo Constante - Capítulo 8 - Melhor noite.

Como não tinha escolha,resolvi ir com o Vinícius.

- Tá pronta já?

- Anrram.

- E o que falta pra tu sair de casa?

- Coragem!

- Vem logo,a gente vai chegar atrasados!

- Vai se ferrar!

Então eu entrei na porcaria de táxi,assim que entrei ele ia me beijar mas virei o rosto.

- Que merda é essa?

- Não sei.

- Ainda é por causa da Natália?

- O que tu acha?

- Acho que isso é bobagem!

- Ah tá.

Seguimos o caminho em silêncio. Quando chegamos na festa, Vinícius apertou a minha mão, mostrando nervosismo,nunca tinha visto ele assim,mas ignorei pois também estava nervosa de estar lá.

- Que porra é essa Vinícius?

- O que foi?

- Tu tá tremendo.

- É só nervosismo,nada demais.

- Porque isso? 

- Não sei,vamos logo procurar uns amigos meus.

- Tá né.

Finalmente,Vinícius encontra um dos seus amigos me deixando sozinha, então resolvi ir andar um pouco e observar o ambiente. Foi quando eu descobri o motivo do nervosismo do Vinícius, era a Natália,ela estava na festa também e ao que tudo indica,ele sabia!

- Oi? Você é a namorada do Vinícius?

- Sou sim! Porquê?

- Ele não presta! 

- Mas o que tu tem haver com....

- Chega! Para vocês duas!

- Que papo é esse que essa menina tá falando, Vinícius?

- É besteira! Vamos pra casa.

- Eu não quero ir! 

- Mas você vai, AGORA!!

Então ele me puxou pelo braço, apertando com muita força. 

- Tu sempre arranja um jeito de estragar as minhas coisas né?!

- Eu disse que não queria vim,tu que me forçou! Agora,para de gritar comigo e me explica o que essa tal de Natália quer com a gente!

- Em casa a gente conversa,por favor.

- Pois vamos logo! Não quero ficar no mesmo lugar que ela.

- Em casa tem surpresa.rsrs.

- Não quero saber! Só quero ir logo.

- Pois vamos.

No caminho de casa, ele só segurava a minha mão, sem falar nada. Quando chegamos em casa,subimos para o meu quarto. Antes mesmo que ele sentasse na cama, fui logo dizendo:

- Começa a falar logo, tô sem paciência!

- Primeiro tenho que fazer uma coisa antes.

- O que?

- Isso.

Ele me puxou pelo braço, me jogando na cama e beijando o meu pescoço.

- Péssima hora pra pensar em sexo,sai de cima de mim!

- Não. 

- Vinícius é sério, para!

Não adiantou de nada falar aquilo, ele continuava a me beijar,dessa vez ia descendo cada vez mais.

- Idiota! Se minha mãe chegar aqui e ver a gente assim,ela me mata!

- Relaxa,nem em casa ela tá.

Em um piscar de olhos ele tirou a minha roupa e depois a dele.

- Tranca pelo menos a porta.

- Sim senhora!

Depois de trancar a porta,ele voltou para cima de mim, dessa vez ele queria uma coisa diferente! 

- Fica por cima.

- Não,tu sabe que eu não gosto!

- Por cima, baby!

Então fiquei por cima dessa vez, escutando ele pedir para ir mais rápido a cada minuto, mas aí lembrei de uma coisa importante, a camisinha! Mas quando ia avisar para ele já era tarde demais. Pqp.

- Acho que fizemos merda!

- O que foi? 

- Esquecemos a camisinha.

- Tem problema não, amanhã tu toma a pílula.

- Tá bom,mas não esquece de comprar!

Mesmo sentindo muita raiva do Vinícius,eu ainda o amava e por causa dele, tive a Melhor Noite.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...