História Meu Presente Divino..." - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega, Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Shion, Toneri Otsutsuki
Tags Amor, Deuses, Grécia, Naruhina, Semideuses
Exibições 174
Palavras 1.127
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Mudei de nome ;3
Mais ainda sou a Hina-chan <3
Boa Leitura"

Capítulo 5 - Promessa"


Fanfic / Fanfiction Meu Presente Divino..." - Capítulo 5 - Promessa"

 

Não, ele não ousaria tocar na minha Hina!

 

Eu não quero ser um monstro, não como meu pai, mas não consigo me controlar depois de ter visto aquela sena! Já não tenho controle sobre mim, não sei como me salvarei de mim mesmo...Não consigo domar meu lado monstro...

 

Ajuda, sou eu quem preciso ser salvo agora...

 

-N-naruto-kun... - Essa voz....Hinata?- V-volte pra mim...- Hina?

 

Voltei a mim e ao que estava fazendo quando ouvi sua voz, em minhas mãos estava o homem que nem quero lembrar o que ele fez com ela se não perderei o controle novamente, vi que ele estava destroçado, quase morto, soltei aquele ser quem nem o nome de humano deve ser chamado, pois homens que fazem isso são piores do que monstros como eu. Virei para ela e meu coração quase despedaçou. Lá estava ela, caída, com a roupa meio rasgada e com a testa sangrando, seus olhos quase fechados. A peguei em meus braços e rapidamente segui em direção a casa.

 

-Hina, não fecha os olhos, não dorme, Onegai.

 

-Naru..to-kun.- Ela tava fraca, mais consciente e eu fico feliz por isso. Cheguei e levei-a para a cama, peguei uns remédios feitos de ervas para dor, e um pano úmido para limpar suas feridas. Quando estava limpando, a vi chorando e olhando o nada.- Gomen, me desculpe...- ela disse ainda sem olhar para mim, antes que pudesse falar ela prosseguiu..- Eu não merecia ser salva, sou tão desprezível que nem para me defender eu sirvo. Seria mais fácil se eu morresse mesmo!

 

-Nunca fale isso! Eu devo a você minha vida!

 

-Você não me deve nada! Fiz isso por que te amo, nunca quis nada em troca nem vou querer! Só queria te salvar...

 

-Você me salvou! 2 vezes e de mim mesmo!

 

-Não se engane, eu sou um lixo inútil, fácil de ser descartado e que ninguém quer por perto..

 

-Eu quero!- a vi então olhar pra mim, com os olhos surpresos e com lágrimas que incontrolavelmente desciam...- eu preciso de você para ser eu mesmo, para continuar...então fique comigo.

 

-Mas, você não me ama...- ela falou triste.

 

-Não. Eu não te amo, mas também não amo mais ninguém. Eu não tenho ninguém...

 

-Tem a mim.- senti meu coração bater mais forte, sempre quis ter alguém para quem voltar. Alguns minutos se passaram, pareciam horas, decidi mudar o clima tenso...

 

-Vou preparar o almoço, você permanece aí descansando, precisa se recuperar.

 

-quero te ajudar, eu estou bem, tenho cura rápida por ser metade deusa.

 

-ta bom.- Eu realmente esqueci desse detalhe, ela é tão frágil que é fácil esquecer. Fomos para a cozinha e então eu lembrei da limpeza que estava a casa.- Hina, está de parabéns, a casa está perfeitamente limpa. - a olhei e a vi corar...

 

-Era o mínimo que poderia fazer...

 

-Agora me conta o que foi fazer na Floresta.- Perguntei enquanto descascava batatas para cozinhar.

 

-Fui buscar isso.- ela me mostrou uma pequena bolsa.

 

-uma bolsa?

 

-Não uma simples bolsa..- ela começou a tirar dinheiro da mesma...muitas e muitas moedas de ouro.- Zeus me deu, para que conseguisse sobreviver, apesar de não saber pra que serve isso...espero que ajude.

 

-Hina, isso com certeza ajuda. Da para comprar tudo que precisa.- eu disse, não que eu fosse interesseiro, isso é dela.

 

-Naruto, eu quero dar a você.- Quê?
           

-Não quero, é seu.

 

-Então eu vou embora...

 

-NÃO!- Disse e me assustei com meu tô de voz e com meu desespero em pensar nessa possibilidade.- D-desculpe...

 

-Então vai aceitar?- fiquei calado..- Escuta Naruto, eu estou com você, só quero ajudar...Alem do mais não vou saber usar isso. Tudo que eu preciso é você!- senti meu coração pular uma batida com essa...A olhei e ela estava muito corada e desviou o olhar...Tão linda...QUÊ? Que pensamento é esse meu Kami?!
   -Ficarei com a bolsa, mas a prioridade são suas coisas. Com isso compraremos suas roupas, comida e o essencial.- A comida estava pronta então sentamos para almoçar...

 

 

 

# Hinata On#

 

 

 

A tarde passou tranquila, ele voltou pro campo e eu fui dormir para recuperar as energias. Quando acordei já estava anoitecendo. Naruto chegou segundos depois e eu o observei fazendo o café...queria saber para fazê-lo nos outros dias.

 

-N-naruto-kun, eu é...Gostaria de saber se tens alguma roupa que eu possa usar. Preciso me lavar.

 

-Vou procurar uma que possas usar. Vai tomando banho que te levo.

 

-H-hai.- Segui para o lugar onde tinha um balde com água. Me despi e comecei a me lavar...Minutos depois Escutei Naruto batendo na porta. Enrolei-me num pano, não muito longo, ficava na altura das minhas cochas. E então abri a porta para pegar a roupa.

 

 

 

#Naruto on#

 

 

 

Quando a vi daquele jeito, vi o amiguinho aqui em baixo subir novamente, entreguei rapidamente a roupa a ela e saí o mais rápido possível.

 

 

 

#Hinata on#

 

 

 

Que estranho o Naruto está, o que será que ouve? Deixa pra lá, peguei a roupa que ele me deu e corei, era uma roupa dele,a camisa dele ficou um vestido em mim, ia no meio das cochas, saí peguei um pente que vi no quarto dele quando estava limpando a casa e comecei a pentear meus cabelos sentada na varanda olhando as estrelas.

 

 

 

#Naruto On#

 

 

 

Finalmente me acalmei, coloquei o jantar na mesa já pronto e notei a demora de Hinata, fui a sua procura, e a encontrei na varanda, aquela visão realmente é de tirar o fôlego de qualquer um. Aquela roupa não ficaria tão sexy em nenhum ser existente, e ali estava ela, linda e majestosa penteando os longos cabelos tendo como fundo as estrelas. Me aproximei dela e a vi encarando o imenso e lindo céu, me partiu o coração imaginar que a mesma estaria arrependida de ter vindo para cá, e estar morrendo de saudade da existência boa e fácil que tinha como imortal.

 

-Com saudades de casa?

 

-Não. E o engraçado é que eu sinto como se aqui fosse o lugar onde eu deveria estar. O Lugar onde eu quero estar. Minha casa... Mas isso é muita pouca vergonha da minha parte, já que sou uma intrusa.

 

-De forma alguma. Essa casa também é sua agora. Sinta-se convidada a ficar aqui até quando quiser.

 

-Cuidado com suas palavras amado Naruto, posso querer para sempre.- Meu coração voltou novamente a pulsar rapidamente ao escuta-la chamando-me de amado, e ainda mais ao ouvir aquela voz fina e sexy.

 

-Então que fique.

 

-Fala isso por educação?- perguntou exitante.

 

-De forma alguma. Eu quero que fique.

 

-Então ficarei. Até que você não me queira mais por perto.

 

-Promete?

 

-Prometo.- A Lua e as estrelas estão de testemunha, da promessa que ela me fez, e do meu pensamento que estava ciente, de que ela ficaria comigo por muito tempo.''

 

 


Notas Finais


E então, gostaram? O que será que vai acontecer na ida deles na cidade no próximo cap? Surpresas não muito agradáveis os esperam hahahahahaha
Obrigada pro ler <3 Amo vcs"
Dedicado a Vodka <3
E a todas as minhas Leitoras e leitores, principalmente os que comentam *-* Devo minha força de vontade e inspiração a vcs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...