História Meu presente é você - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chiquititas
Personagens Personagens Originais, Thiago Moraes
Exibições 13
Palavras 656
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capitulo. Espero que vocês gostem :)

Capítulo 2 - Capitulo 2


-Então Male. Posso te chamar assim? –Pergunto, seu nome é um pouco diferente, não é especificamente bonito, mas também não é feio

-Pode. –Ela responde simpática –Na verdade, ninguém nunca me chamou assim, gostei. –Ela sorri

-hummm! Você vai estudar onde? –Estamos caminhando juntos sem nem saber se vamos para o mesmo lugar

-Luiz Guimarães.

-Legal, eu também estudo lá. –Olho para o meu braço como se estivesse olhando para um relógio invisível –Acho melhor caminharmos mais rápido ou vamos nos atrasar.

Apresamos o passo e logo chegamos. Vejo minha turma entrando na sala e um pouco de alivio surge dentro de mim.

-Fala com ela. –Aponto para a coordenadora no portão e corro para a fila

O ruim de ser o último é que não sobra muitas opções de lugares para sentar, as vezes nem tem, é péssimo ter que ir de sala em sala atrás de uma carteira. Escolho uma bem no meio da classe, quinta carteira na quinta fileira.

Me surpreendo ao ver Male falando com a professora na porta. Ela vira para a turma e sorri para mim, escolhe o primeiro assento, o que ninguém quer porque o claro que passa pelas janelas atrapalha ler o que estar escrito no quadro.

 

Hora do intervalo. Amo essa hora primeiro porque não tenho que estudar, pelo menos não mais, quando eu era mais novo vivia perdendo o intervalo porque fazia muita bagunça, mas de castigo a professora, ela também ficava. Segundo porque me divirto muito, o lanche da escola é horrível, mas o lanche que os alunos compram é uma delícia, termino o intervalo satisfeito. Eu sou muito mau.

Paro na porta da classe e espero Malena terminar de guardar suas coisas.

-Quer ver o lance legal? –Pergunto quando ela termina

-Você vai andar de skate na escola? –Ela pergunta assusta e levanta

-Não, eu passei uma semana sem meu skate a última vez que eu fiz isso. –Foi o pior dos castigos que eu levei

-Pelo visto ele é seu melhor amigo, ninguém pode separa a dupla implacável. –Ela sorrir

-Não mesmo.

-E então? Qual o lance maneiro? –Ela pergunta

Na hora entra 3 meninas e uma delas está com um salgado na mão, ela está distraída demais falando com as amigas para desviar o salgado de mim, então pelo e dou uma mordida e devolvo para ela.

-Aí garoto, deixa de ser chato. –Camila resmunga

-Esse é muito bom, mas o de queijo é melhor, misto só tem orégano. –Sorrio e pisco para ela, um abito que tenho com todo mundo. Pego na mão na de Male e puxo[WU1]  ela para o pátio

-Esse é o lance maneiro? Como você consegue fazer isso?  –Ela pergunta como se eu estivesse cometendo um crime e começo a rir

-Não é tão ruim quanto parece. Quer tentar?

-Obvio que não, mas posso comprar para nós dois, você quer?

-Olha, vou recusar não.

Caminhamos em direção a lanchonete e ela compra dois salgados enquanto comemos eu a conto como fiquei de castigo inúmeras vezes, foram tantas que esse intervalo não foi o suficiente para contar todas, mas as principais e como foi terrível passar minha semana sem meu skate e ela me pediu para ensina-la um dia, sua mãe sempre a manteve longe dos esportes e agora ela quer ser outra garota, por isso que resolveu estudar aqui. Acho que vamos nos dar muito bem.

As duas ultimas aulas foram um tédio, minha mãe sempre me faz fazer o dever de casa assim que chego da escola, então enrolar depois da aula é minha atividade preferida.

-E então? Vai fazer o que agora? –Pergunto a Malena assim que saímos da escola

-Ir para casa. –Ela responde

-Vamos fazer alguma coisa, nunca volto para casa assim que termina a aula. Minha mãe fica muito irrita, mas não me importo.

-Está bem, eu vou com você, quero irritar minha mãe e... que tal começarmos as aulas de skate?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...