História Meu primeiro amor - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Visualizações 11
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi gente, hoje é aniversário do nosso bolinho jimin, eu sei que não tem nada ver eu falar isso aqui, até porque o imagine é do tae, masssss mesmo assim, FELIZ ANIVERSÁRIO JIMINNNNNNN
tá agora vou parar de enrolar e vou postar logo

Capítulo 16 - O que vai acontecer com ela?


-ela...ela... reagiu muito bem a cirurgia, e agora já está em seu quarto se recuperando, mas ainda esta desacordada, e não tem previsão para acordar-o médico fala

-muito obrigada, eu já posso ver ela?

-sim, pode-ele fala e sai

TAE ON

Na mesma hora peguei o celular e avisei para a mãe da S/n, e logo depois entrei devagar no quarto dela

TAE OFF

Quando tae te viu chegou mais perto e segurou a sua mão, como se fosse a coisa mais preciosa do mundo, com todo o cuidado 

-você não sabe como eu fiquei preocupado, eu quero que você acorde logo, preciso de você aqui do meu lado, brincando novamente comigo, preciso que você me ajude a cuidar da mari, preciso que tu seja a mesma S/n de sempre, que tu segure a minha mão e nunca mais solte, quero que você volte a ser aquela pessoa que não deixa que uma pessoa chegue perto da sua irmã, preciso de você aqui comigo, eu quero você aqui comigo, e não pense que eu esqueci que tu já vai fazer 17 anos? que semana que vem é seu aniversário? que você vai ficar um ano mais velha e mais responsável, que depois dos 18 vamos nos casar e ter uma família linda? então eu preciso de você acorde por favor

tae fala colocando a cabeça apoiada nas suas mãos

-acorde logo por favor S/n 

UM MÉDICO ENTRA NA SALA

-ela ainda não acordou?-ele pergunta

-ainda não doutor

-como assim? a nossa pequena previsão era que ela já estaria acordada agora

-sério?-tae pergunta preocupado

-o padrão normal de uma cirurgia dessas era pra ser assim-ele fala medindo sua respiração, e logo depois a sua pressão

-o que ela tem?-tae pergunta

-acho que a anestesia ainda está fazendo efeito, ela está muito fraca, isso é fora do normal, vou chamar minha equipe, vamos verificar isso-o médico fala logo saindo da sala

-calma S/n, vai ficar tudo bem tá?-tae fala segurando novamente sua mão

os médicos chegam na sala e pedem para tae se retirar, ele então sai da sala

TAE ON

COMO ASSIM ME RETIRAR, O QUE ESTÃO FAZENDO COM ELA?

eu falhei, eu tinha que proteger ela, como eu pude deixar que isso acontecesse?

eu vi uma enfermeira  vindo a minha direção 

-você está com a S/n?-ela pergunta

-sim, sou eu

-ela entrou em uma observação, ela estava muito fraca, vão trocar o seu soro, e seus medicamentos, e fazer com que ela acorde para comer, caso ela não acorde sozinha, teremos que acorda-la em maquinas, ou então ela corre risco de perder a sua vida

-que? perder a vida?-sem negar cai uma lágrima de seus olhos

-calma senhor, o risco dela perder a vida é pequeno, mas não irei mentir, ela corre sim risco, mas é algo mais tranquilo até porque ela pelo que aparenta é muito forte, eu posso te garantir que ela vai acordar logo, farei o meu possível 

-obrigado, e eu já posso ver ela?-tae pergunta afobado 

-ainda não, os médicos ainda estão em seu quarto, mas quando puder eu venho te chamar

-ata, obrigado mesmo assim

a mulher sai e tae coloca as mão no rosto e chora, chora muito, acha melhor avisar sua mãe, pois ela deve estar preocupada 

ele liga e avisa, sua mãe pede para que ele continue dando notícias afinal, ela não poderia levar mari ao hospital e muito menos a deixar sozinha ou com outra pessoa, então o jeito era deixar como estava

TAE ON

Já tinha se passado umas 2 horas, e parecia que era uma eternidade, mas vi aquela enfermeira vindo em minha direção com um sorriso 

-oi senhor Taehyung?

-oi, sou eu

-ela está reagindo, ela deu sinal que vai acordar logo, e em um momento aleatório ela falou seu nome, acho que quando ela acordar vai gostar de te ver né?

-posso entrar?

-pode sim, os médicos já terminaram por enquanto 

-obrigado

TAE ON

liguei para a mãe da S/n e a avisei rapidamente, e logo entrei na sala

vi ela com um monte de computadores em sua volta, um monte de soro, e remédios, aquilo partiu me coração, mas só de olhar para a maquina que mostrava seus batimentos dei um sorriso, ela estava viva

cheguei mais perto e segurei sua mão frágil 

-oh meu amor, eu prometo que quando você acordar vai seu muito bem cuidada, eu vou cuidar de você 

as maquinas começaram a acelerar, acho que ela estava acordando, e realmente, vi aquele rosto lindo novamente, seus olhos brilhavam, ela os abria lentamente, pareciam lanternas de tão brilhantes que estavam, algo nela brilhou mais forte naquele momento 

-tae?-você pergunta

-oi pequena, ainda bem que acordou, como está?

-estou...sentindo um vazio estranho

-isso é fome pequena, vou pedir para te trazerem comida, calma

pego o telefone que estava do lado da cama e ligo para o local onde aquela enfermeira ficava, e pedi para que ela viesse com a sua comida 

ela logo chega

-oi S/n, como está? como se sente?-ela pergunta entrando no quarto te vendo sentada na cama

-estou bem, eu acho, só fome mesmo

-você tem que se alimentar melhor, seu nível de estresse no sangue afetou muito você, te deixou mais fraca, preciso que você se alimente melhor tá?-a enfermeira fala te entregando a bandeja com sua janta, afinal já estava de noite? sim estava

ela logo sai do quarto deixando vocês a sós 

-amor, vou cuidar muito de você, muito mesmo-tae fala te abraçando 

-amor, me deixa comer, to com fome-você fala e ri 

-nossan grossan-tae fala imitando sua voz

você termina de comer e logo fala

-tae? cade a mariana? tu não ia ficar com ela?

-não, você acha que eu ia te deixar sozinha?

-VOCÊ DEIXOU ELA SOZINHA?

-Calma, não se estressa, tu não pode se estressar 

-taehyung 

-ela está com a sua mãe, eles estão na minha casa junto com o meu pai, calma-tae fala 

-ai tae que susto, falasse de uma vez então 

-S/n seu aniversário está chegando

-ah nem me fale nisso

-porque?

-não gosto de falar nisso tae

-porque S/n?

-ah..porque, quando estava no brasil eu sofri muito com isso

-me fale, sofreu porque?

continua?...

 

 


Notas Finais


oi mozis, espero que tenham gostado, beijos da tia Gabi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...