História Meu Primeiro Amor - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas, A Teoria de Tudo, Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland)
Personagens Absolem, a Lagarta, Personagens Originais, Rainha Branca, Rainha Vermelha
Tags Romance
Exibições 20
Palavras 817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Magia, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - "Anna, você é louca!"


~~ Ranzel

Eu já tinha voltado pra casa, tava tudo bem, tá tudo bem. Minha mãe não me deixou ir pra aula, disse que se eu fosse.... digamos que seria perigoso, mas resolvi contar essa história pra quem entende,  Chapeleiro.

- Ranzel, você está muito preocupada com isso! Não acha. - acho, mas... Não sei Chapeleiro,  eu ia falar com o Absolen,  mas você tava mais perto! 
- hum... --ele olha pensativo
- o que foi? -- olho desconfiada.
- Então é por isso que você tava sumida.
- sim!
- mas você sabe que.... Você só vem pra cá quando dorme né!
- mas eu acordo exausta.
- eu não sabia -- ele abre um sorriso. -- Então... vamos fazer daqui o... -- ele olha para os lados, procurando algo no chão -- o... seu spa particular!
- chapeleiro! -- o encaro confusa.
- o que foi?! -- pausa -- aqui tem que ser um local legal pra você!
- mas aqui é! -- pausa pra respirar -- sua rainha, deve está te chamando! --falo mudando de assunto.
- por que você acha isso? -- ele olha confuso para os lados.
- por que eu estou vendo ela, daqui.
- ah! RAINHA! estou aqui! -- seus olhos se viram pra mim --acho que ela quer um chapeu.
- claro! CHAPELEIROO!! Depois eu volto! TCHAUUU! -- grito, pois já estava o perdendo de vista.
-TCHAU! Vou ficar te esperando.
   
** MUNDO REAL/SEM FANTASIA.

>*mensagens onn*<

Anna - você vai mesmo sair da cidade?
Eu - sim, mas é pro meu bem!
Anna - eu sei né!  Mas isso não me impede de ficar triste ;-;
Eu - ei! Sem despedidas!  Eu volto todo fim de semana.
Anna - arre! Todo fim de semana?
Eu - sim.
Anna - tua mãe vai gastar um bom dum dinheiro nesse mês né!
Eu - kk, vai sim!
Anna - mas... vc vai vim pra aula?
Eu - não né!  Eu vou estudar em casa, esse mês todo.

**mensagens off**

- filha?
- oi mãe.
- o gus mandou eu te avisar que ele foi pra casa.
- eu tinha falado pra ele ir -- eu tinha praticamente mandado.
- tadinho filha! Ele só queria cuidar de você.
- mãe!  Desde que a gente chegou de viagem que ele não volta pra casa. -- falo seria.
- é né. -- ela abaixa o olhar e encara o porcelanato frio do hospital, ela também gostaria de estar em casa.

- ei! O médico disse que você já pode voltar pra casa hoje!
- Então por que eu ainda tô no oxigênio?
- você vai ter que ficar com ele, por uma sema...-- eu a interrompi.
- O QUE?! -- pergunto indignada.
- filha... Você tava com uma inflamação no pulmão,  mas logo você ficará boa. -- ela fala com um sorriso no rosto, na tentativa de me confortar. Não deu certo.
- eu não acredito que isso tá acontecendo comigo!
- você quer que eu chame seu namorado?
- não!  Não... ele tem que descansar. - falo olhando pras minhas mãos pálidas.
- sim. Você tá certa -- ela bufa.
- mãe.  -- finalmente tomo coragem e a encaro - você me promete, que sempre vai ficar do meu lado?
- claro!  Que história é essa?
-nada, mãe,  eu te amo.
- eu também!  -- vejo seu olhos se molharem gradativamente, mas não cheguei a ver nenhuma lágrima molhar seu rosto cansado.

**dia seguinte**

~~ AUGUSTUS

Eu já estava bem descansado e a Ranzel Já estava em casa, e eu resolvi ir lá na casa dela, falei com a mãe dela, pedi pras duas dormirem um pouco por que eu já ia chegar, a mãe da Ranzel tinha me dado uma cópia da chave.
Cheguei lá e a Ranzel estava acordada, na sala, assistindo One Some Upon A Time, acho que só ela no mundo que nunca tinha assistido essa série, e a Anna praticamente a obrigou a assistir.
- amor? -- falo a encarando dos pés a cabeça, segura o choro cara, mantenha o controle.  Se bem que estava difícil ver ela ali, com aquele cilindro de oxigênio numa espécie de malinha.
- é só por uma semana -- ela me encara, pelo jeito percebeu que eu estava olhando a segundos atrás pro cilindro -- não se preocupe.
- eu não tô preocupado.  -- me sento a seu lado no sofá e ela apoia sua cabeça em minha perna. - apenas tô estranhando, tudo isso.
- eu também. -- ela responde se aconchegando no sofá.
- sua mãe está dormindo?
- sim. Mas por que você quer saber?  -- ela pergunta confusa.
- por que ela tinha me falado que estava exausta.
- e você também.
- não,  eu dormi bastante ontem.
- foi dormir que horas?
- 11h -- menti, eu tinha ido dormir três da manhã.
- eu também.


   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...