História Meu Primeiro Amor - Capítulo 81


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Allison Argent, Chris Argent, Claudia Stilinski, Cora Hale, Corey Bryant, Danny Mahealani, Derek Hale, Erica Reyes, Ethan, Gerard Argent, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Kate Argent, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Talia Hale, Theo Raeken, Vernon Boyd, Victória Argent
Tags Dethan, Scisaac, Sterek, Teen Wolf
Visualizações 79
Palavras 1.300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigado pelos comentários e por favoritar, me dá ânimo pra continuar a escrever! Boa leitura!!

Capítulo 81 - Nous chassons ceux qui nous chassent!


Fanfic / Fanfiction Meu Primeiro Amor - Capítulo 81 - Nous chassons ceux qui nous chassent!

[…]

Toby passa pela morada dos Argent o que faz Cora sentir uma leve pontada de preocupação, mas o rapaz segue adiante algumas quadras e para em frente à um apartamento aliviando mais a jovem beta. A garota desce da moto e espera seu acompanhante na entrada do imovel.

Toby: Gostou da viagem? (O rapaz fala num tom descontraido ao se aproximar da garota)

Cora: Adorei! Sentir o vento bater no rosto, aquela sensação de liberdade. (A garota fala num tom calmo)

Toby: Que bom que adorou, quem sabe um dia eu te leve pra uma viagem mais longa. (O rapaz fala com um leve sorriso no rosto)

Cora: Eu iria adorar também. (A garota fala com um sorriso timido)

Toby pega as chaves e sobe com Cora para seu apê.

[…]

Stilinski's House

Derek dirigiu o jipe deixando quem pegou carona em casa já que Stiles estava com preguiça e cochilava um pouco ao seu lado, assim que chega na casa do Stilinski, Derek o acorda balançando-o levemente.

Derek: Stiles, chegamos. (O barbado fala num tom sereno)

Stiles: Ah... já? (O garoto fala um pouco sonolento e perdido)

Derek: Já, vamos entrar. (O barbado fala descendo do veículo e indo até o amado)

Stiles desce de seu carro e abraça Derek com muita preguiça, como se quisesse ser levado nos braços.

Stiles: Me leva? (O garoto pergunta num tom baixo e de olhos fechados enquanto descança sua cabeça no ombro do Hale)

Derek: Por quê tanta preguiça? Se cansou tanto assim? (O barbado fita o garoto de canto de olho)

Stiles: Eu dancei a noite toda Derek, como você queria que eu estivesse? (O garoto fala ainda sonolento e debruçado no Hale soltando um bocejo em seguida)

Derek: Tudo bem eu te levo, mas só dessa vez. (O barbado pega o Stilinski no colo e começa a levá-lo)

Stiles: Obrigado. (O garoto sorrir preguiçosamente)

Assim que chegam na porta Derek solta Stiles pro mesmo abrir. Mesmo com muita preguiça o Stilinski faz e é levado novamente por Derek no colo. O Xerife provavelmente deve ter virado a noite na delegacia, pois a casa estava vazia. Derek deita o garoto na cama e em seguida tira seus sapatos, depois pede que Stiles levante os braços pra poder tirar sua camisa.

Derek: Stiles, levanta os braços. (O barbado pede novamente mas só recebe um "humm" em resposta fazendo-o bufar impaciente)

O Hale então se senta na cama encostando-se na cabeceira e faz o mesmo com Stiles só que encostando o garoto em si. Depois de ajeitar o garoto em si ele resolve tentar de novo pra que o garoto levantasse os braços.

Derek: Stiles, levanta os braços por favor. (Dessa vez ele arrisca mais educadamente)

Stiles: Ok ok. (O garoto fala ainda de olhos fechados e sonolento)

O garoto levanta os braços e Derek começa a tirar sua camisa, assim que o faz o Hale continua apoiando o Stilinski em si e resolve admirar suas pintinhas espalhadas perfeitamente em seu corpo. Derek sorrir com aquela perfeição e começa a acariciar levemente o corpo de Stiles.

Stiles: Derek... o que você está fazendo? (O garoto abre um pouco os olhos e fita o Hale)

Derek: Te fazendo carinho. (O Hale encara aqueles olhos âmbar semiabertos continuando as carícias) 

Stiles: Dorme comigo então?

Derek: E o seu pai? Ele vai gostar de saber que eu dormir com você? (O barbado fala acariciando o rosto do Stilinski)

Stiles: Você sabe que meu pai nunca brigou por estarmos juntos e vamos apenas dormir. (O garoto acaricia as mãos do Hale)

Derek: Eramos crianças, é diferente.

Stiles: E por quê é diferente? (O garoto pergunta inocentemente)

Derek: Porquê agora nossos hormônios estão à flor da pele. (O barbado encara o Stilinski cheio de luxúria) 

Stiles: Conheço esse olhar Derek e a resposta é não. Estou com muita preguiça pra fazer qualquer coisa. (O garoto se solta de Derek e se deita novamente na cama de costas pro Hale)

Derek: Eu não pedi nada e além do mais você tá com preguiça até de ter preguiça. Então não to esperando nada mesmo. (O Hale fala formando uma conchinha com o Stiliski que solta uma pequena risada após o comentário)

Stiles: E você me fez rir mesmo eu estando com preguiça. (O garoto fala de olhos ainda fechados)

Derek: Sou Derek Hale, consigo fazer coisas que parecem impossíveis. (O barbado fala narcisistamente)

Stiles: Eu ia soltar um pouco do meu sarcasmo agora mas, o sono... (bocejo) tá falando mais alto. (O garoto fala sonolentamente e adormece)

Derek percebe que o seu amado adormece e fecha seus olhos fazendo o mesmo.

[…]

Argent's House

Kate retorna para a casa do irmão já esperando uma bela bronca, porquê sabia muito bem que Chris seguia uma "lei": "Nós caçamos aqueles que nos caçam". E ela sabe a primeira pergunta que ele fará assim que vê-la: "Você quer recomeçar uma guerra?". A caçadora abre a porta com sua copia da chave e a fecha trancando-a novamente e sobe silenciosamente as escadas, ela vai em direção ao quarto de hóspedes onde e abre a porta.

Chris: Olá Kate, finalmente retornou. (O caçador fita à irmã sentado na cama com um olhar mortal)

Kate: O que faz acordado tão cedo irmãozinho? (A mulher fala tentando disfarçar a frustação)

Chris: Eu estava te esperando pra ter uma conversa séria. (O caçador fala se levantando e ficando de frente a irmã)

Kate: Pode ser depois? Agora estou cansada da viagem e quero dormir. (A mulher fala com desdém e tenta passar pelo irmão mas é segurada pelo braço)

Chris: Não tem depois, vai ser agora Kate! (O caçador fala demonstrando sua raiva)

Kate: Tudo bem, o que você quer conversar? (A mulher fala se soltando do irmão)

Chris: Do incêndio na Reserva. (O caçador fita a irmã esperando alguma reação em seu rosto)

Kate: Teve um incêndio na Reserva? Quando? (A mulher finge estar surpresa)

Chris: Não se faça de desentendida Kate, eu sei que foi você. (O caçador grita impacientemente)

Kate: Você quer acordar a casa inteira me acusando injustamente? (A mulher se faz de ofendida)

Chris: Aqueles dois que você levou pra te ajudarem me contaram. Você disse à eles que foi uma ordem minha?

Kate: Tudo bem Chris, foi eu sim. Eu fiz isso para nos proteger, proteger a Allison ok? (A mulher fala levantando a mão em rendição)

Chris: Não envolva minha filha em suas desculpas esfarrapadas, você fez isso por ser igual ao nosso pai. E você sabe que eu sai da França exatamente por isso, por não concordar com os metodos dele. (O caçador fala irritado)

Kate: Talvez ele esteja certo. Esses lobisomens não são confiáveis Chris, eles podem perder o controle a qualquer momento, inclusive em dia de lua cheia.

Chris: Você matou uma adolescente Kate, ela ainda estava no ensino médio. Ela era amiga da Allison, ela ficou chocada ao saber da sua morte e não foi você que teve que encarar o rosto de tristeza dela.

Kate: Entendo que a Allison ficou triste, mas duvido que elas fossem tão proximas assim pra Allison ficar tão arrasada. (A mulher revira os olhos)

Chris: Diferente de você a Allison tem sentimentos, tem senso de humanidade. Ela não é uma sociopata como você e como nosso pai.

Kate: Nosso pai e eu pensamos família Chris, mas você pensa no bem estar dos lobisomens. (A mulher fala já impaciente)

Chris: Eu também penso na minha família, mas também sei que eles também tem uma família. E o fato de serem lobisomens, não é uma desculpa pra sair matando-os. O que você acharia se eles tivessem esse mesmo pensamento que você e viessem nos massacrar como você fez agora com os Hale?

Kate: Eu acharia eles bem idiotas de virem atrás de nós. (A mulher fala sarcasticamente)

Chris: Não vou perder mais tempo, mas eu quero você fora dessa casa até hoje ao meio dia. Não quero que minha filha tenha um mal exemplo em casa. (O homem sai irritado)

Kate: Eu sou mal exemplo? Você que é mal exemplo de pai Chris, você um CAÇADOR haja como tal. (A mulher grita irritada)

[…]



Notas Finais


BisKate de volta! Espero que tenham gostado e até mais, beijos no core!! 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...