História Minha namorada, é um Cara (Yoonmin) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 282
Palavras 2.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaoaloalaoala
sumidinha? talvez

Capítulo 18 - O tal natal nem tão legal assim


[ 23 de Dezembro 10:40 da manhã ]


Uma missão impossível, era acordar naquela manhã.
Sinceramente eu estava me sentindo como uma aranha Selvagem em sua presa. Mas minha presa era o Yoongi que estava suplicando para que eu lhe deixasse sair.



Oque aconteceu, é que ele tinha chegado minutos atrás do aniversário da senhora Yoongi, E Até agora eu não  o deixei sair, depois de claro, diversos beijinhos no seu rosto, na boquinha e na extensão de seu pescoço. Ele me futucava mas eu não ligava.


A Sua presença era maravilhosa, E Meu nariz estava roçando em seu pescoço que tinha uma essência maravilhosa e única de perfume, Eu estava atirado no chão com o Yoongi em meus braços, o segurando como se algo ruim fosse acontecer no nosso redor.



– Jimin me solta agora, Eu preciso voltar à o mercado e comprar as benditas luzinhas para a arvore, Contando o panetone. Se você não me soltar agora, depois eu irei comprar um panetone de frutas cristalizadas e você vai comer tudo. 


PORRA CARALHO, ELE SABE COMO JOGAR AS CARTAS EM?

EU ODEIO PANETONE DE FRUTAS CRISTALIZADAS!

LITERALMENTE, QUE PORRA RUIM.


Mas, o Yoongi cumpria oque podia falar, e eu pûde soltá-lo Ainda com um desmanche nos lábios pela falta de carinho. Mas foi aí que lembrei que havíamos chegado do mercado esses dias, e minha enorme despreza de não querer voltar era grande.


– Você vai ir sozinho e eu vou passar o meu natal nessas cobertas. – Mostrei a língua a Yoongi que havia se levantado, me filtrando nas cobertas novamente.


– Nem é natal nem véspera Minnie, eu irei ao mercado sozinho se é isso que você quer. – Yoongi se distanciou e quando eu vi, ele havia saído da sala, Eu queria abraçá-lo pela última vez, mas meu corpo não se movia.

 



Oque eu estava querendo mesmo é saber sobre o Hoseok.
Ele poderia estar fingindo seu ânimo..


Mas eu conheço o Taehyung, ele é meu melhor amigo, E Eu posso afirmar que de fato ele não tem coração de pedra, Ele é um pururuquinha. Daqui a alguns dias ele já está àos beijos e brigas com o Hoseok como sempre faz.

 



Mas eu estava com receio de ligar para ele.
Da maneira mais gentil, eu poderia ser a um ponto antipático e gritar com ele, E Consequentemente ele iria vir pra cá o mais rápido possível para fazer minhas bolas como churrasquinho. 



Mas eu tinha uma idéia. Eu poderia fazr os dois se encontrarem um com o outro. Vai me dizer que eles não iriam ficar no mesmo ponto?



CARALHO

LITERALMENTE
QUE IDÉIA GENIAL PORRA!!!



Depois disso, eu me inclinei, me inclinei o bastante para alcançar ao celular que estava no sofá marcado. Então, fui aos contatos indo até o de Taehyung, liguei para ele.



Chamada recusada.
Mais uma vez eu liguei.
Chamada recusada.


Esse taehyung é um filho da pulta, se fosse outra pessoa, Literalmente ele iria atender com a maior falsidade do mundo.
Mas quem disse que eu desisti? Nem morto que eu vou descartar minha mirabolante ideia.


Taehyung finalmente atendeu, depois da minha trigésima chamada, E Oque me preocupava eram os créditos que soavam pelo ralo falando '' adeus parkJimin! ''



– OQUE VOCÊ QUER SEU FILHO DE UMA ÉGUA – sua voz ecoava como nunca, e eu só conseguia rir no outro lado da chamada. E Eu já estava bravo, a ponto de arrancar as bolas dele.



– Taehyung, sabia que o Hoseok veio aqui ontem? Ele parecia estar triste, e eu estou decepcionado com suas atitudes sujas. 



– A vida é minha e se eu quiser eu viro um travecão e você não tem nada a ver com isso. – Ele estava cínico


– Taehyung eu estou falando sério, A Irmã de hoseok havia ligado ontem, falando que ele não estava bem em relação a isso que você fez. Eu quero que você me encontre hoje na pizzaria próxima a minha casa, às 18:40 da noite. Eu estarei na mesa A Próxima a calçada.– Eu sorri mesmos em ele poder ver.


Mas, Taehyung estava um pouco inseguro, ele estava calado e não tinha respondido a minha proposta, 
Minha proposta era de ele e Hoseok se encontrarem, jantarem juntos e se beijarem logo em seguida.


Mas só beijos? não que eu queira ver eles transando Mas, eu queria que eles voltassem e todo mundo iria ficar feliz.



– Tudo bem, me desculpe qualquer coisa. eu prometo que estarei lá. Eu só estava anotando o horário por isso fiquei calado se isso que quer saber. – Antes de eu dar opnião, soou um barulho de desligue do celular, e eu havia ficado feliz.



Agora era a vez de Hoseok, oque mais me preocupava,  eu ainda estava bolando em mente do que iria falar para ele. Talvez conversar sobre o assunto dele e do Taehyung? Mas e se ele rejeitar, mas e se ele disser que está ocupado?


Ou pior e se ele tiver um encontro marcado com alguém novo?
Ok de qualquer forma, chega de ''e se''.



Saindo do meu transe, eu liguei para hoseok, Mas infelizmente caiu na caixa postal.
Oque resultaria, em um taehyung sozinho na pizzaria de hoje à noite.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Trollei viado, Não gostou? Desculpa
Hoseok havia atendido, Eu estava a fim de Futucá-lo.


– Oi Hoseok, 


– Jimin? por quê a ligação assim do nada? – Questionou hoseok que estava com a voz acuada, Mas os sinais estavam dizendo ''vai'' 


– Você pode me encontrar na pizzaria próxima à minha casa as 18:40 da noite? Por favor, é algo sério que eu quero lhe dizer.. Eu estarei na mesa A, Próxima a calçada. – Havia repetido as mesmas palavras ditas à hoseok, então o mesmo calou-se por alguns instantes demorados.



– Tudo bem, eu estarei lá. – Ele desligou, e eu só comemorava a minha alegria. Eu sou um ótimo melhor amigo não sou? Então. o Yoongi havia saído a quase QUARENTA MINUTOS, atrás. Pára comprar um simples panetone de chocolate e talvez um porco morto, mas isso não vem à o caso.



Então eu decidi ir até o quarto de Yoongi.
Eu me aproximei de suas camas, a para prevenir estragos, eu subi na sua cama de pe´s descalços,  E Comecei a pular como se não houvesse amanhã.
 


– CHUPA YOONGI, CHUPA YOONGI – eu estava gritando enquanto pulava, e consequentemente a cama iria quebrar, Eu estou pesando mais de cinquenta quilos. Eu minimamente sabia que o Yoongi odiava que eu pule em suas camas.


– CHUPA YOONGI CHUPA.. – Deparei-me a uma figura de cabelos verdes desbotados me encarando à porta com a boca aberta. E Duas sacolas azuis estavam sendo prendidas à seus dedos.



Mas aquilo não foi motivo de eu parar de me pular contra seu colchão, Eu continuei como se fosse o pula-pula Mais adorável da minha vida, E Yoongi estava indignado.


– MEU DEUS, ME DÊ PACIÊNCIA, SAI DISSO AGORA – Eu apenas neguei com a cabeça, mostrando minha língua para ele, Enquanto pulava.



– Ah, então vou passar o natal com a vizinha. – Ele sorriu e minimadamente, saiu do quarto, Eu havia dito um ''NÃO'' bem alto mas não foi motivo de ele voltar.



Yoongi sabia como jogar as cartas, Eu vesti minhas pantufas pretas e me aproximei à cozinha, Onde ele estava rindo sem emitir som enquanto guardava suas compras.


– Chato, – murmurei de volta para Yoongi que me deu um selinho,mas aqui não era motivo de desfranzir minha testa.


Ignorando-me completamente, Ele havia retirado um pacote de presente de dentro de uma das duas sacolas que estavam acomodadas à mesa, E eu me surpreendi; ele Havia comprado um presente de natal para mim.


– Para você, mas só poderá abrir, Quando der meia noite. Não pretendia abrir agora né? – Ele sorriu de certa forma eu estava ainda com receio de abrir aquela caixa.



– Eu pretendia sim, – ri– Mas ainda estou com medo de abrir isso. – Eu sorri mas Yoongi simplesmente hesitou com seu sorriso doce e adorável. E Eu tinha esquecido completamente de retribuir aquele presente.


Porra.
Como eu sou um idiota.


Eu preciso comprar alguma coisa para ele, 
Eu já sei oque devo fazer, Comprar um lviro. Yoongi é fascinado em livros, Furtunado em leituras, e aquilo me dá raiva.



[22:54 Da noite]
Eu havia voltado com o presente do Yoongi nas mãos, Ele consequentemente iria adorar esse livro que comprei. Pelo primeiro fato de vir de minha pessoa, E Pelos segundo fato que a sinopse é muito interessante, Quanto o a capa muito bonita. ( E olha que eu odeio ler livros. )



MAS SINCERAMENTE, QUEM PAGA MAIS DE CEM REAIS COM UM LIVRO?
PARKJIMIN.


Emfim, o livro estava numa caixa enlaçada de presente e eu Havia à colocado Numa pequena árvore decorada na sala. Que a sua esquerda, Havia o presente que Yoongi iria me dar. Além disso, decidimos realizar um pacto, Nada dos dois abrir o presente antes da meia noite.



Yoongi agora estava localizado na cozinha, Circulando lá livremente, Se entupindo de panetone. Ele não me deixou dar uma mordidinha sequer No panetone, Quando eu digo que ele é um RUDE, ninguém acredita.



E Eu? Eu estava atirado no sofá Procurando algum canal de televisão que Não fosse entendiante. Pois oque eu havia colocado antes, Era a mesma coisa repetida. enquanto o hyung Feliz da vida ficava na cozinha, Se entupindo de doces e frutas exóticas que havia comprado.


Mas oque eu havia visto na televisão, em um Resumo geral;
ROBERTO CARLOS, ROBERTO CARLOS, ROBERTO CARLOS, ROBERTO CARLOS,
CARALHO QUE HOMEM CHATO,


POR QUE SÓ PASSA ISSO REPETIDO ATÉ NOS OUTROS CANAIS QUE NÃO TEM NADA A VER?


Pff e olha que eu não gostava desse tipo de coisa. 



Enquanto havia um Parkjimin na sala, com o corpo estirado no sofá, Coçando a bunda, seu namorado MinYoongi estava fazendo à própria festa, Sua vida era baseada como


Comer-comer-dormir-dormir-IrritarOJimin
Ele deveria achar que eu sou um otário, SIM UM OTÁRIO COM O MAIÚSCULO.

 


Depois da minha reclamação sobre meus problemas que nem haviam despertado ainda, Eu comecei a encarar o pacote como se ele escondesse uma bomba nuclear, Yoongi sinceramente, não é do tipo de namorado que te dá flores, Anéis e outros, mas uma coisa que se quer saber, Deve ser melhor do que o presente do ano passado



Yoongi havia me dito que, Sua mãe havia saído de casa para jogar Poker com suas amigas, enquanto Seu pai foi jogar um jogo de Tabuleiro com seus outros amigos, E Nosso natal não era como uma data familiar, 



A Minha curiosidade falaria mais alto, Quando vi aquele presente do Yoongi já estava mantido em minhas mãos, E Quando eu mantinha meu olhar no presente. Algo horrível apareceu.


Um peixe morto.
Sim, Yoongi havia me dado um peixe morto de natal.



Depois de um único dia de mercado, Yoongi estava trazendo para casa, Mais que a satisfação de um Bom natal. ELE havia me trazido um peixe morto, E Consequentemente nessas horas eu me perguntei se ele estava dormindo com uma sereia para me trazer um treco desses.



Eu coloquei novamente a caixa, Mas quando deu meia noite, Yoongi voltou para a sala entusiasmado, e meu corpo todo gelou-se Devido à minha curiosidade que estava ativa A ponta de abrir um presente do yoongi.



– FELIZ NATAL, MEU VIADO – Yoongi me abraçou, ignorando o fato de eu estar com a expressão sôfrega e ter abrido seu pacote antes da hora, Eu enlacei meus braços em seu ombro enquanto sentia seu hálito na minha nuca, Arrepiando os pelos dali.



– Gostou do meu presente? Ele é azuul. – Yoongi parecia afeitoado Devido À Cor daquele peixe, Mesmo azul sendo uma das cores frias que eu mais admiro, Não seria motivo de ele ter-me comprado um vertebrado aquático tipicamente ectotérmicos.


– Só você mesmo, – Revirei meus olhos ainda com raiva, pelo Motivo daquele peixe estar me encarando mesmo morto. ESPERA, ELE ESTAVA MORTO? Eu não sei.



Havia jogado aquela caixa no chão, e ela estava atirada no tapete enquanto Yoongi pegava seu presente, inclinando-se. Ele se aproximou do sofá e abriu o pacote feliz da vida.



– Ah um livro, que LINDO – Ele sorriu e começou a cheirar as páginas novas do livro, Aquilo me fez franzir as sobrancelhas a ponta de Yoongi ser um maníaco dos livros.



E É Claro que eu banquei o namorado mais gentil e adorável da face da terra, ao contrário dele. Mais tarde eu iria jogar um tijolo e arrastar a carinha pálida dele em um concreto. A ÚNICA COISA QUE EU VOU FAZER COM AQUELE PEIXE ERA ENFIAR NO RABO DELE, E DIZER QUE É UM SEREIO .





E Consequentemente, não haviam muitos barulhos de Fogos de artifício erguidos Fora de casa, Pelo simples fato de morarmos em um bairro bastante sozinho, e silencioso; no qual quem causava baderna Era parkJimin e Yoongi.


– Eu paguei uma fortuna nesse livro, e você me entrega aquela merda? 


– Não é uma merda, e sim um peixe, Olha como você fala com seu hyung seu moleque malcriado. – Ele deu um tapa no meu ombro e eu sorri.



Emfim, passamos a madrugada inteira em claro, Sim quem são os dois idiotas que poderiam estar dormindo nessa hora da madrugada? Nós dois. enquanto enfrentávamos aquelas músicas do Roberto carlos acompanhado com diversos comerciais.

 


Era como um casal de bichos-preguiças. Então, mais uma vez fizemos uma maratona de filmes, uma tensa de cobertas no sofá. E Nos filtramos nas cobertas, enquanto sentia aquela franja do yoongi fazer cócegas na minha testa, enquanto trocávamos beijinhos e coisinhas de casal.

 



Mas eu estava feliz, feliz por estar quentinho nos braços do meu hyung.


 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...