História Minha namorada, é um Cara (Yoonmin) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 145
Palavras 1.313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
continuei no dia seguinte pq nois eh foda

Capítulo 20 - ParkJimin foi cagado


[3 de Janeiro 8:40]

Cara, eu estou mais ferrado do que uma vovó na banheira.
Oque aconteceu é que, Yoongi e eu não sabemos o ''limite'' das carícias, Ainda mais quando o seu namorado pega um resfriado.



Literalmente, eu posso pegar uma gripe antreoalérgica.
Sem contar nas tosses secas que o yoongi necessariamente, berrava para sair da sua garganta cheia de virus. 



Eu estava atirado em minha cama, Com os lençóis amassados um em cada canto do colchão. Uma coisa não faltava, um item do Yoongi para me satisfazer naquela manhã; E A Minha preguiça falaria mais alto pois não movi um dedo para arrumar as cobertas e lençóis livremente espalhados pelo quarto.


Yoongi disse que precisava tomar um ar fresco, e esse ''ar fresco'' diante a quase Uma hora sentado na varando do quintal? Pulta que pariu Yoongi.



Ele poderia estar lá apenas para se escapar dos trabalhos domésticos, enquanto coçava a sua bunda estirado no chão. Por quê é sempre o ParkJimin que tem que tomar na bunda? É Sério, ontem mesmo quase comemos miojo queimado.



Mas a culpa não foi minha, e eu peço Um milhão de perdões, para a minha querida mamãe que me pois nesse mundo, Por quê eu vou te dizer, seu filho não vai ser um Presidente nem um enfermeiro, nem nada que prestasse um pingo de orgulho.



Eu estava nesse exato momento com a cabeça intalada no meio do Travesseiro do Yoongi, esfregando o meu rosto naquela fronha com cheiro de velhinho. E toda vez que o hyung me via fazendo isso, Ele fazia uma birra, negando-se a me deixar com seu travesseiro.



É Tipo assim, é mais certo eu falar que o Hyung havia me adotado. por quê qual adulto adolescente como eu não sabe cozinhar, fritar nem um ovo? Um namorado desses só presta na nárnia.



Eu estava com um balde cheio de pipocas salgadas na cama, Que estavam me reanimando depois de uma bifa do Yoongi. ele havia me dito para não usar mais de vinte minutos o banheiro. Mas aquela água quentinha me tira dos fluxos.



Enquanto eu estava blindado na televisão, ouço um som de dois rinocerontes se arrastando pelo chão, Emitindo uma campainha. e para falar a verdade, Aquele som me enche a paciência, pelo simples fato do Taehyung adorar apertá-la frequentemente.



Havia me arrastado até a sala, e como eu disse antes, Não foi eu que escolhi a preguiça, foi a preguiça que me escolheu. E Parecia que o Yoongi havia arrumado um namorado; que mais se adequava a mover-se rastejando pelo chão da casa.



Eu abri a porta, e me deparei com dois demoniozinhos. Taehyung e Hoseok. eu já sabia oque eles queriam, Me jogar de um prédio.

 


– Jimin, podemos ficar aqui? minha mãe me expulsou de casa por quê ela disse que iria jogar com suas amigas – Taehyung abriu coinciência e praticamente me empurrou para minha própria casa. E Eu apertava os olhos só de concordar com o fato de ele ser um cara de pau em pessoa.



– Só não sujem o meu sofá com sêmen. – ri


Bem, eu admito que não deveria tocar nesse assunto, eles poderiam ainda estar tomando aquele precioso tempo. Eu franzi meus lábios e engoli seco.



Não demorou, um minuto prilégésimo sequer, e Yoongi já queria se apresentar. com tosses secas e espirros vindo da varanda como se fosse aqueles velhos que vivem tomando cerveja. Pelo menos o ânimo de ParkJimin já havia voltado. 



– Oque é isso? é um gravador de sustos? – Taehyung olhava em sua volta, Apenas teve a confirmação de que não havia ninguém ali.


– É O Yoongi, ele está gripado. – Mas depois de minha fala, Eu ouvi um grande berro do Yoongi falando '' Por culpa sua '' Ainda com a voz acuada, acuada como nunca por conta dos eu resfriado.


– Isso significa que você não pode mais transar com ele, – Taehyung riu, e nesse momento surgiram duas cerejas em meu rosto. Ele vê malícia aonde não tem, e eu tenho que aguentar as crônicas de Kim Taehyung.


[14:20 da tarde]
Em plena tarde, Taehyung e Hoseok saíram para dar uma volta, provavelmente em um zoológico que abriu aqui perto; E Eu com meus fluídos graças a deus. Mas até agora, eu não viria sinal do Yoongi em nem um momento. Ela não desceu do quarto pra falar nem um simples e acostumado ''olá''.

 



Tá isso tá muito estranho para o meu gosto.
Subi as escadas, ainda com receio de ver coisa que não deveria. A Porta estava entre aberta; e os sinais atirariam para o quarto , E As placas diriam ''Yoongi''




Eu havia me encostado na porta, mas não se emitia som algum. Então eu decidi entrar no quarto, 
Mas a primeira coisa que eu reparei, Eram as diversas roupas coloridas espalhadas em seu chão. Aquilo tudo me fez ecorrer palidez. 


Será?
Será que ele estava e masturbando por mim?

 


E A Minha afirmação foi mais que dita e verdadeira, Yoongi estava sem suas roupas com um notebook concentrado nas partes baixas de seu corpo. Além das cerejas vermelhinhas que se encontravam no seu rosto.



Mas, se ele quisesse se masturbar pensando em mim, Ele teria trancado a porta, E Se eu questionasse se podia entrar, ele iria me fazer cagado, 



– Sai daqui ParkJimin, – Yoongi tentava ser sério, mas sua voz não ajudava quanto à isso praticamente necas. Mas foi difícil segurar meu riso.



Cara,
Como resistir à seu namorado estar sentado na cama, praticamente Pelado da cintura para cima, Com uma abdômen de Homão da porra. PORRA EU NÃO SOU DE FERRO NÃO MINYOONGI.
 

 


Mas o pior de todos, é que ele estava agarrado com meu travesseiro. Como eu sempre faço. A Minha fronha estava quase encardida, e meu deus.
Parece que alguém desvendou meu enigma.

 



E A Minha alta pressão nem se fala. Eu não sabia que dedo mover, oquê falar. 
Mas quando eu ouvi vozes Masculinas vindo do notebook que soam como gemidos, Todas as minhas dúvidas existentes foram em bora.



NEM RESFRIADO ELE NÃO PARA, ISSO É INCRÍVEL O ATO DO SER HUMANO SER TÃO TARADO COMPATÍVEL; COM MIN YOONGI.

 



Deixa eu ver se eu entendi bem.
Um MinYoongi, estava se masturbando pensando em um cagado como eu, Jimin. que não foi  nada se comparado à uma puta?



– E Esse som do seu notebook me dá mais escolhas Senhor Yoongi? – Eu me sentei a beira da cama, mas ele não sabia se vestia a camisa, ou me expulsava com os olhos.



Mas depois disso, eu achei que ele iria trocar o notebook, Pelo meu peso de mil kilogramas, Mas como o mundo não é nada á o meu favor, Ele havia me expulsado do quarto Me empurrando enquanto eu suplicava para ficar, e recebia ''não'' como alta resposta. e desta vez. Havia trancado o quarto. Literalmente me empurrado de seu próprio quarto.



– Yoongi me deixa entrar, eu quero ficar com você – Eu havia dado soquinhos na porta, pra que ele destrancasse e não negasse.


– NÃO, SAI DAQUI – No final da frase ele havia tossido, pelo tom de voz alto que emitiu, Eu só conseguia rir sem emitir som e voltar pro meu quarto, quase se rastejando.



Emfim, eu estava literalmente cagado. Eu tentava dormir mas os sons de gemidos do Yoongi não ajudavam. Me remexia e me inclinava na cama mas nada do sono vir, Ele parecia ser espantado e levado tiros por causa dos tais gemidos do hyung.



Então, a cama dele poderia estar cheia de glíter sujo nos lençóis, Amanhã, e quem teria que lavar a mão? ParkJimin isso mesmo. 


Depois de várias remexidas e me rastejando nos colchões, Os lençóis poderiam já estar na casa do Taehyung de tantas movimentações que eu causei, Yoongi havia parado de tossir e emitir aqueles sons pornográficos, Eu vou te falar, não é todo dia que eu me sinto uma cobaia para Yoongi.




 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...