História Meu primeiro beijo - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Cornélio Fudge, Draco Malfoy, Gregory Goyle, Harry Potter, Hermione Granger, Lucius Malfoy, Minerva Mcgonagall, Narcissa Black Malfoy, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Ronald Weasley, Severo Snape, Vincent Crabbe
Tags Dramione
Exibições 207
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Escolar, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hermione precisava encontrar aquela faca custe o que custar. Acusar Draco de algo que ele era inocente a incomodava.
Obs: Quero agradecer as 7 pessoas fantásticas que favoritaram a minha fic ♥♥♥♥♥ sejam bem-vindas ♥♥♥

Capítulo 10 - Eu te amo, Draco Malfoy


Fanfic / Fanfiction Meu primeiro beijo - Capítulo 10 - Eu te amo, Draco Malfoy

Hermione nadava com sua lingerie vermelha enquanto olhava aos lados procurando pela faca de Goyle .
O rio era realmente muito calmo, havia algumas corais e pequenas quantidades de peixes, e ao lado de um cardume de peixes minúsculos Hermione avistou uma luz que cintilava.
- "A faca" - pensou, nadando apressadamente ao seu encontro.
Logo que Hermione se aproximou para enxergar melhor, se desanimou. A faca estava agrupada entre duas pedras que não permitia que ela se locomovesse.
- "Droga, como uma simples faca foi parar aqui?" - pensou raivosa.
Ela se aproximou o suficiente para que pudesse puxar a faca que parecia mais uma das pedras. Hermione fazia cada vez mais forças, e nada.
Irritada, ela colocou uma das pernas para dentro das pedras e tentou chutar a faca pelo cabo, algo que resultou para que a faca saísse dali. Pegando a faca que flutuava livre das pedras, Hermione colocou-a nos dentes e pegou impulso com os braços para retornar a superfície. Porém, ela não conseguia sair.
- "Essa não, meu pé está preso" - pensou desesperada tentando sair das duas pedras que há poucos minutos haviam prendido a faca de Goyle.
Apavorada, Hermione puxava sua perna com as duas mãos. E nada acontecia. Decidiu então pegar a faca e fincar na pedra para ver se ela se partia. E nada.
- "Ora, vamos..." - pensava nervosa por estar muito tempo debaixo d'água sem poder respirar - "Que falta me faz uma varinha" - imaginou usando sua varinha para fazer um feitiço que a permitisse respirar melhor e se soltar dali.
Por um momento Hermione posicionou suas mãos nas pedras para ter força e pegar impulso, porém se esqueceu que em uma das mãos estava a faca, causando um ferimento. Ela gritou.
Com a mão latejando, ela colocou a faca novamente em seus dentes. Era o fim, não tinha mais o que Hermione pudesse fazer.
Olhando para cima, ela avistou o reflexo de Draco que a esperava no muro.
- "Eu te amo" - pensou Hermione - "Eu te amo Draco Malfoy, e já não posso mais esconder isso de mim" - pensou quase sem forças.
Quando viu que já não lhe restava mais tempo, ela viu um lampejo de luz azul vindo em sua direção.
- "Um patrono" - pensou entusiasmada.
O patrono tinha a forma de uma cobra, e ela se enrolou na perna presa de Hermione ajudando-a a sair. Assim que ela estava livre, a cobra se dissolveu na água e desapareceu.
Hermione chacualhou sua perna para ver se estava dolorida, mas não sentiu um pingo sequer de dor, algo que ela não poderia dizer o mesmo de sua mão que ardia na água.
Pegando impulso com os braços e as pernas, ela nadou até a superfície. Respirando profundamente o ar que lhe era dado fora do rio.
- Granger? - gritou Draco do muro.
Hermione tirou a faca de sua boca
- Estou aqui - gritou Hermione em resposta.
Draco olhou para a garota de cabelos crepos que continha a faca que o inocentaria.
- Draco, está com sua varinha? Não consigo subir - falou Hermione que lutava para alcançar o muro.
- Estou, que feitiço eu uso? - perguntou o loiro preocupado.
- Usa, wingardium leviôsa.
- Wingardium leviosá - pronunciava Draco que sacudia sua varinha ferozmente.
Hermione deu uma gargalhada.
- Calma, assim você vai acabar arrancando o olho de alguém - disse Hermione debochando de Draco, algo que o mesmo não gostou - E você está falando errado, é leviÔsa e não leviosÁ - finalizou exibindo um sorriso simpático.
Draco revirou os olhos.
- Wingardium leviôsa - disse realizando o mesmo movimento feroz de antes com sua varinha.
Hermione riu outra vez.
- Gira e sacode - respondeu calmamente.
Draco lançou um olhar de tédio para ela, mas tentou mesmo assim.
- Wingardium leviôsa.
Hermione flutuou, deixando a mostra seu corpo semi nu. Desta vez Draco olhou para ela, não escondendo seu olhar malicioso para o corpo da garota.
- Malhando ultimamente, Granger? - perguntou enquanto pousava Hermione no chão.
Ela corou, porém deu uma risada curta e tímida para ele. Ele sorriu simpático.
Draco estendeu uma toalha que fizera com a varinha e as roupas de Hermione para que ela os recolhesse.
- Obrigada - agradeceu tímida.
Draco sorriu e ficou parado, observando-a.
- Será que pode me dar licença? - perguntou irritada.
- Porque? A vista daqui é muito linda - respondeu com um sorriso malicioso.
Hermione lançou um olhar ameaçador para Draco.
- Ok, ok - disse virando-se com um sorriso sarcástico.
Hermione se secou e vestiu-se depressa, amarrando seu cabelo encharcado em um rabo de cavalo. Quando estava pronta avisou que Draco já podia virar.
Assim que o garoto se virou, Hermione mostrou a faca para ele.
- Vamos lá.
Draco acenou com a cabeça como forma de gratidão, assim os dois seguiram seu caminho até o castelo.


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...