História Meu primeiro dia em Harkan City - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Tags Arlequina, Coringa
Exibições 7
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Poesias, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero MT MT MT que vcs gostem pudinzinhos!

Capítulo 1 - Primeiro Capítulo!


Estou ansiosa pois hoje será meu primeiro dia no manicômio Harkan o maior em GothamCity  dizem que lá só tem loucos,levanto da cama e vou fazer minha higiene pois já são 7:00hrs e tenho que estar lá as 8:00hrs;tomo meu banho e vou trocar de roupa coloco uma blusa Rosa social uma calça jeans e um salto prendo meu cabelo em um rabo de cavalo.Tomo meu café pego meu carro e vou em direção ao manicômio Harkan chegando la avisto grandes portoes de ferro bem reforçados Buzino e aparecem dois guardas pedindo meu crachá mostro para eles e eles fazem um sinal de positivo com a cabeça deixando eu entrar estaciono meu carro e vou em direção a sala do diretor Harkan,chegando na porta da sala bato três vezes e o Sr.Harkan abre com um imenso sorriso no rosto

-voce deve ser a Dr.harleen-diz ele estendendo a mão e eu retribuo-sou o Sr.Harkan estou muito honrado em conhecê-la  entre-diz ele apontando a mão para a sua sala

Entro em sua sala e sento em uma cadeira ele se senta em uma a minha frente 

-então Sr.Harkan vim para saber quais serão meus pacientes?-digo entusiasmada 

-seus pacientes serão ivy mais conhecida como hera venenosa e o palhaço de Gotham conhecido como coringa só te desejo Boa sorte e se não estiver dando conta e so me avisar ;suas sessões com viu serão de 13hs as 15hrs e com o coringa de 16hrs as 18hrs. 

-okey  senhor harkan agora vou indo para  meu quarto para poder arrumar minhas coisas foi um prazer em conhecê-lo-digo abrindo um calorosso sorriso 

-o prazer foi todo meu qualquer coisa e so me alertar-diz ele sendo meio que cauteloso e me deixando sem explicações 

Vou para meu quarto arrumo minhas coisas e quando olho no relogio ja sao 12:50  e vou correndo ate a cela de ivy chegando la a varios quardas na porta mostro meu cracha e eles abrem a porta 

-oi ivy sou a dra.Haleen sou sua nova psiquiatra-digo abrindo um imenso sorisso e ela retribui 

-e um prazer dra.Haleen -diz ela 

Passamos muito tempo conversando sobre a vida dela e como ela foi parar ali ela nao e ruim e ate muito legal acho que vamos nos tornar amigas .

Vou até a lanchonete e como um sanduíche e tomo uma coca cola bem rápido quando olho no relógio novamente já são 15:50 vou correndo para a Cela desse tal coringa  ,quando chego na porta a mais quardas do que na cela de ivy mostro meu crachá e ela me deixam entrar chegando la dou de cara com um homem bonito com os olhos azuis vibrantes com o cabelo Verde que me encarava minuciosamente

- oi sou a Dra .haleen-digo abrindo um sorriso ele não me responde e continua me encarando e começa a me irritar 

- oi sou a Dra.harleen sou sua nova psiquiatra e espero que vc colabore comigo -digo num tom mais rude  entao ele me olha como se algo em mim tivesse despertado sua atenção 

- oi doutora -diz ele abrindo um sorriso completamente insano 

-qual é seu nome ?-digo fingindo não prestar atenção 

-meu nome e coringa mais pra vc é Sr.C meu docinho-diz ele -dra.harleen vc sabia que é muito linda -

Suas palavras me fazem corar meu Deus por que isso por que me sinto assim ele é meu paciente tenho que ser extremamente profissional  sem tirar o fato de que ele é um psicopata 

-Então Sr.C como você veio parar aqui?-digo curiosa

-eles dizem que fiz coisas ruins doutora-diz ele fazendo biquinho 

-me conte um pouco sobre sua infância-digo pacientemente 

-me pai era um bêbado e minha mae uma Santa um dia ele chegou em casa mais doidão do que o normal então ele é minha mae discutiram e ele não gostou muito disso então ele pegou uma faca e a matou rindo em todo momento e eu estava escondido atrás do sofá e ele me viu então ele veio até mim e perguntou por qque vocês está tão sério?vamos fazer um sorriso neste rosto eentão ele cortou do canto de minha boca até o meio da minha bochecha e é só isso.

 


Notas Finais


Espero que gostem eu fiz com muito carrinho bjus pudinzinhos💘😍!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...