História Meu primeiro e único amor (Jikook, V-hope, Namjin) - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Jikook, Kookmin, Namjin, Taeseok, Vhope
Exibições 432
Palavras 506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie oie oie
Oh my Deuso!
400? <3 tô no teto
Sério, puta merda, obrigadaaaaaaaa!!!

Vamos conversar, creio que vocês saibam o que é ser um trainee... Na segunda temporada, "Que já saiu u.u" kkk, os garotos vão estar envolvidos à essa vida de Trainee, "Colégio, ensaio, ensaio e mais ensaio", vai ser um pouco diferente porque eles não viverão mais em um internato, é a agência que vai banca-los, e se responsabilizar por eles, e como foi para os nossos guris (bts) :)
Deixando um spoiler de que a vida deles vai estar ligada a canseira e a stress de forma constante. Ou seja, vai ter brigas, e aquele momento de "Quero desistir dessa bagaça"

Capítulo 45 - 2° TEMPORADA: Ainda bem que você chegou


Duas semanas se passaram, e eu me sinto vazio, primeiro porque sinto uma necessidade enorme de ver meu o príncipe, segundo porque eu preciso senti-lo e terceiro porque ele não me mandou mensagens, nem ligou nos últimos três dias.

"Puta merda, me diz? Eu tenho que aguentar essa tortura?" e bem, hoje é o dia para que talvez tudo volte a ser normal.

- Não acho que ele não quer mais você... Afs Jimin, para de ser assim, sempre pensar coisas más... Não é saudável. - Taehyung deu um tapinha nas minhas costas.

"Não, pera... Wtf, olha a pessoa que está me dizendo isso, olha quem tá me dando conselho!"

- Pelo menos você não falou coco pra mim... - Sorri.

Nós dois estávamos sentados à horas na escadinha em frente a porta da casa do Namjoon, esperando os outros chegarem. E a cada carro que passava, ascendia em mim a esperança de ser Jungkook, mas não... Ele foi o último a chegar.

Primeiro chegou o Suga, mais sorridente do que nunca, depois chegaram Jin e Hob. Ai pra aumentar minha ansiedade, a pessoa especial ainda demora.

"-_- e olha a minha cara de paciência"

Foi um alívio quando mais um carro estacionou, foi tão bom vê-lo "tão ali", sorrindo e se aproximando de braços abertos.

"Não vou meter o louco, não vou surtar só porque ele não me mandou mensagens" respirei fundo, puxando bastante ar e o soltando lentamente.

Delicadamente, e sem nenhuma palavra, Jungkook envolveu minha cintura em um abraço. Eu totalmente entregue, retribui.

"Tão confortável"

- Eu estava te esperando, gatinho - Busquei contato visual com ele, o mesmo me fitou e depositou um beijo no canto da minha boca.

- E eu estava ansioso para vir até você - Falou sorrindo.

Entramos na grande casa do Nam, e por incrível que pareça, recebemos várias ligações de pessoas que trabalham com a Lisa, todas perguntaram "Onde vocês estão?", "Estão todos bem?", porém o mais interessante foi o que a última ligação trouxe.

~Vamos buscar vocês, temos uma surpresa

"Ai minha caralha" sinto que as coisas irão dar dar certo assim como eu combino com Jungkookie.

E como o primeiro dia de aula em uma escola nova, só que mil vezes melhor, pois onde estamos, fazemos as coisas das quais gostamos.

"E pota que pario, como eu estou amando"

- Meninos, um de cada vez entrará lá, e mostrará o que sabe fazer... 3 pessoas vão avaliá-los. Ok? - Disse um homem que eu desconheço, mas que estava nos acompanhando.

"Na-não, eu não esperava por isso..."

Minhas mãos tremeram por insegurança, o pilar que me sustenta não vai poder me acompanhar, deu vontade de bater o pé e perguntar, "pode ser em dupla?"

"Por que sozinho eu vou fazer feio"

- Mas... Eu não vou conseguir - Jungkook falou após engolir um seco.

"Meu ursinho também não está seguro ¡~¡"

Trocamos olhares aflitos, aquele momento em que a pessoa entende a mensagem que você está tentando passar, algo como "Eu não vou sem você"...


Notas Finais


Me desculpem pelo texto grande nas notas iniciais :/
E eu já respondo os coments do cap anterior ;)
O que acharam desse?
Procede? Haushaus
Bjundas de luz, raios luminosos! ^3^
*Perdão pelos errinhos*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...