História Meu primeiro e único amor (Jikook, V-hope, Namjin) - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Jikook, Kookmin, Namjin, Taeseok, Vhope
Exibições 452
Palavras 645
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello! Chegay com mais um cap lindão, purpurunado, sabor arco-íris de algodão doce.
Ontem minha amiga disse que se eu tivesse nascido homem eu seria gay hausjasjais
Eu disse que eu ia ser mermoooo, (ia gostar de homem, ia gostar de homem com homem, ia gostar dos coreano e ler lemon do mesmo jeito) por que eu sou uma menina muito gay u.u eu amo os gay <3
Agora chega, vamos pro cap por que tá bonitin
(Obs: foco na foto de capa,coisa fofa a mãozinha do amorinho)

Capítulo 47 - Coisinha goxtosa ^u^


Fanfic / Fanfiction Meu primeiro e único amor (Jikook, V-hope, Namjin) - Capítulo 47 - Coisinha goxtosa ^u^

E realmente era o que eu pensei, sabe a minha vontade? Vontade de ir lá, falar um NUNCA mostrando o dedo do meio, mandar tomar no rabo, dar as costas, empinar a bunda e sair rebolando.

"Porque pota que pario" eu não sou obrigado a nada. Fomos para onde foi nos direcionado a ir, para os dormitórios, e lá eu descobri que o cara que estava nos acompanhando também não reagiu bem frente a palavra "Namorados".

Depois fiquei mais puto quando Suga disse que talvez eles nos façam romper laços fortes e seguir só na amizade.

"Wtf? NUNCA de novo"

Seria como uma prisão, eu de um lado, Jungkook do outro, com seus sentimentos sendo escondidos por outras pessoas.

"Não quero sofrer ¡~¡"

***
Por sorte os dormitórios foram divididos da seguinte maneira: Eu, Jungkook, Tae e Hob, no outro dormitório ficaram Jin, Yoo e Nam.

"Vou dormir no mesmo quarto que ele! U.u"

- Os ensaios, as noites sem dormir foram apenas um treinamento para o que vamos viver agora - Ele olhou para o papel que cada um de nós recebeu.

"Aula de dança das 6:00 até as 7, aula de canto, outras línguas, aula de etiqueta, de atuação..."

"O que, só falta a aula de como descansar sem ficar parado, por que ter tudo isso aqui em um dia é impossivel"

- São louco os coitados, só pode - Andei pelo quarto, e com certeza é bem maior que o do internato.

- Vamos aguentar gente... - Tae jogou sua mala em cima de uma das quatro camas, lógico que a cama do lado ficaria para Hoseok, "Kawaii *u*". - Hob, vamos encher o saco dos outros, vamos gente? - Nos convidou, mas não fomos.

"Adivinha porque? :3"

***
Por Hoseok on:
Tô assustado comigo mesmo. Ontem a noite, na casa dos meus pais, enquanto Taehyung dormia ao meu lado como um anjinho, eu me peguei pensando em algo, digamos que em um sonho alto de mais, e também pensei em algo pior...

"Largar de tudo... Até do Tae se for preciso"

"Alguém me assassina, porque eu não devia ter pensado nisso"

- Hob, porque você tá parado ai? - Tae perguntou, me tirando dos meus pensamentos.
- Taetae - "Pelamor, eu já tô quase chorando, por que?" - Me abraça forte e diz que eu não sou uma má pessoa?

- O que foi amor? - Fez a pergunta após me envolver em seus braços.

***
- Será que vão permitir? - Fiz uma cara emburrada e me aproximei dele que estava abrindo a própria mala. O abracei pelas costas, e depositei um beijo em sua nuca.

- Eles não precisam permitir, isso é algo no qual nós mandamos, nós é que devemos permitir ou não. - Se virou e encostou a testa na minha. Mergulhei naquele olhar, arrepiei pela mão que invadia a minha camiseta, acariciando a minha cintura.

- Sim... - Sorri, e até adivinhei o que se passaria a seguir, e "Bingo!" adivinhei certo.

"Ele gosta do meu sorriso ^u^"
Focou na minha boca, e me beijou. Esses beijos suaves, delicados de sabor único, o sabor que ele tem.

"Coisinha goxtosa"

Se afastou dos meus lábios e segurou minha mão. Olhou pra ela e sorriu, "Vtmnc, vou surrar ele se ele falar alguma..."

- Suas mãos são as coisas mais fofas que eu já vi e toquei na vida! - Disse. Eu imediatamente cruzei os braços, não consegui deixar de dar risada, "Por que eu corei, meu deus, minha bochecha tá pegando fogo"

- Aish Jungkook - Continuei rindo enquanto ele tentava pegar minhas mãos novamente.
- É sério, são como as de uma princesinha, até tenho medo que a anel de namoro que comprei fique um pouco grande.

"Oh my Deus"

"Meu Curaçaun foi atingido por um tiro..."

- Anel? - Abri a boca num perfeito "O"...
   


Notas Finais


Agora ninguém toca neles dois, por que nada como uma anel pra mostrar que você é do boy e o boy é seu u.u
Agora só falta anel de noivado pra Jikook, né <3

No próximo eu continuo a conversa de Vhope... Tadinho do Hob cozinha <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...