História Meu primeiro romance não é tão errado quanto eu esperava. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yahari Ore no Seishun Love Comedy wa Machigatteiru
Tags Hikigaya, Isshiki, Oregairu
Exibições 13
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Minha irmã e minha namorada são parecidas, como o esperado.



Ding dong.
A campainha toca mais uma vez enquanto eu me dirijo para a porta.  Aaaah, estou ficando nervoso. Como será a relação da Iroha e a Komachi? Bem... As duas até que são parecidas. Espero que tudo ocorra bem.
Eu paro em frente a porta, respiro bem fundo, coloco a mão na maçaneta, é agora.
—Bom dia Hachiman!!!
Iroha me cumprimentou, pulou em cima de mim para um abraço e me beijou. Komachi estava logo atrás de nós então isso me deixou com um pouco de vergonha...
—Bo-bo-bom...dia Iroha...
Após eu cumprimentar a Iroha ela me soltou e se dirigiu em direção a Komachi. Me sinto um pouco mais nervoso, afinal primeiras impressões sã importantes.
—Você é a Komachi-chan né?! Bom dia! Eu me chamo Isshiki Iroha. É um grande prazer conhecê-la.
—Bom dia! É igualmente um prazer te conhecer. Por favor sinta-se em casa.
Parece que está indo tudo bem no início...
Após os cumprimentos nós andamos até a mesa para almoçar. Ficamos alguns segundos em silêncio até que a Komachi começou.
—Então... Posso te chamar de Iroha?
—Ah, sim. Está ótimo.
—Bem.... Iroha. Eu gostaria de fazer algumas perguntas para você. Está tudo bem?
—Claro! Pode perguntar o que quiser?
—Hum, sim... Então primeiramente... Você tem algum problema mental?
Que tipo de pergunta é essa Komachi?
—Ahn... Como?
—Me desculpe. Acho que fui um pouco direta. É que eu estou um tanto cética quanto ao meu onii-chan ter uma namorada. É que este ser não tem praticamente nenhum ponto positivo. Eu sempre pensei que seria impossível para ele entrar em algum relacionamento.
—Ah sim!
Após dizer isso Iroha entrou em uma crise de risos juntamente com Komachi.
—Você está certa Komachi-chan. De fato esta pessoa pode aparentemente não ter nada de bom devido a personalidade dele. Mas depois de passar tanto tempo ao lado dele eu comecei a enxergar as suas poucas qualidades. 
Ei, ei. Essas duas não estão apenas difamando a minha imagem?
—Oh, entendo. Você tem razão Iroha. Até mesmo eu, depois de viver tantos anos ao lado do meu onii-chan consegui perceber que ele não é um total inútil.
—Pois é Komachi-chan.
Após isso o almoço "continuou". Eu estava comendo em silêncio enquanto Iroha e Komachi estavam enumerando meus defeitos.
Após elas perceberam que havia alimento na mesa elas começaram a comer e diminuíram a frequência de insultos contra a minha pessoa.
A partir daquilo foi relativamente tranquilo apesar de algumas perguntas um tanto quanto constrangedoras feitas pela Komachi.
Quando terminamos de almoçar eu fui lavar a louça. Ainda é necessário eu mostrar como estou disposto a ser um dono de casa. Komachi e Iroha voltaram a conversar bastante. Como mulheres conseguem criar tantos assuntos? 
Enquanto eu terminava de limpar a louça eu comecei a pensar sobre o futuro. Me casar com Iroha... Será que meus sonhos serão realizados? Apenas espero que-
—Hachiman!
—Ahn... Sim?
—Aconteceu algo? Estava te chamando e você estava com uma feição muito distraída.
—Bem... É que eu adoro lavar louça. Não me importaria de fazer isso todos os dias da minha vida.
—Ah, é? Bem, Komachi-chan me chamou para dar uma volta.
—Divirtam-se
—Onii-chan. Você nem sequer considera a opção de sair com a gente?
—Pois é...
—Aaah. Komachi-chan. Deixe ele...
—De fato este aí está destinado a ser um madao.
Elas agora me insultam com referências.
—Vou estar de volta no fim da tarde.
Iroha pediu para Komachi deixar a gente um pouco a sós, então minha irmã foi para a porta de casa e Iroha começou a me ajudar a guardar os pratos.
—Hachiman. As férias de verão estão quase terminando né?!
—É...
—Você já falou com Yui-senpai e Yukinoshita-senpai?
—Éeer.... Não....
—Entendo...
Iroha ficou em silêncio até terminarmos tudo.
—Hachiman.
—O quê?
—Você que fez o almoço todo?
—É. Fui.
—Estava muito bom. Você disse que queria ser um dono de casa né?
—Sim. Nos últimos anos várias mulheres vem assumindo cargos que no século passado apenas homens exerciam. Naturalmente, se eu me tornar um dono de casa eu iria estar, tecnicamente, fazendo a mesma coisa que as mulheres, não acha? Esta é a revolução dos tempos.
Iroha começou a rir de mim. Parece que ela não levou o meu discurso a sério.
—Que bela visão Hachiman.
—Não é?
Após me "elogiar" ela sussurrou algo.
—Mas eu pretendo ser dona de casa por isso acho que não vai dar...
—O que disse?
—Não é nada. Deixei a Komachi-chan esperando na porta. Estou indo. Nos vemos novamente na escola.
—Tudo bem. Mas pare de me mandar mensagens as 7 horas da manhã. Por favor
—Isso eu não posso prometer. Tchau.
Não pode ser. Ela vai continuar a fazer isso?
Após Komachi e Iroha saírem eu me sentei no sofá e peguei meu celular. A temperatura já não fica mais tão alta quanto alguns dias atrás. O verão está terminando. O meu último verão como um estudante.... Que desanimador.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...