História Meu professor japa - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Original, Sexo
Exibições 85
Palavras 1.471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Mais um cap *v*
Boa leitura e espero que gostem ;)

Capítulo 7 - "Segundos rounds"


Fanfic / Fanfiction Meu professor japa - Capítulo 7 - "Segundos rounds"

Ele me deita no sofá rapidamente e tira sua camisa. 

*Huum... Delícia de gostoso... Abdômen definidinho em...* Umedeço meus lábios com a língua, vendo seu peitoral "trabalhado". 

Ele sorri de lado. 

- Gosta do que vê...? _ me pergunta meio rouco. 

 - Uhuum.. _ mordo meu lábio inferior e passo minhas unhas de leve, por seus braços e abdômen. 

 Ele gostando, vai beijando meu pescoço e pegando em minha cintura. Passo minhas pernas por volta dele. 

Sinto-o morder o lóbulo de minha orelha e suspiro, com uma vontade louca de tê-lo para mim. Puxo seu rosto e logo seus lábios se encostam nos meus novamente. 

 Gemo. Ele esta esfregando seu pau duro através de sua calça, em minha intimidade por cima do shorts. 

 - V-vamos pro quar-- 

 Não consigo terminar a frase. Ele me beija de novo, cheio de tesão e logo desce sua boca pelo meio de meus seios, passando pela barriga, dando beijos. 

 *Oh, kami-sama... Isso está acontecendo mesmo...?estranhamente feliz, vejo que ele parou o rosto "lá", e olhou para mim, meio que pedindo permissão. 

 Sorrio desejosa. 

Akira tira lentamente meu shorts, o jogando para o lado. Beija minhas coxas, chegando cada vez mais perto de onde mais quero que sua boca e língua percorram. 

Gemo de frustração. *Anda... Quero sentir essa língua, porra...

 Sorri maldoso, ja arrancando minha calcinha. 

- Quer mesmo isso, pequena? 

- S-sim, Akira-kun... _ falo com o desejo ja "à mil". 

- Diga. _ ordena _ Diga o que quer, que eu faço. 

 *Filho da mãe!! Ele quer me controlar... Pedir que eu implore... Caralho, mas do jeito que estou... Foda-se... Eu o quero mais que tudo agora. Nesse instante... e se der, por um bom tempo...

Não controlo meus pensamentos. 

- Me chupa... Me lambe.. Me suga...! Mas só faça algo... Quero essa boca em mim, e é agora, sensei..!! 

- Calma, minha pequena... _ sinto sua língua percorrer rapidamente minha intimidade. 

Gemo, pegando em seu cabelo. Ele me leva a loucura, sugando e me explorando com a língua. 

 - Aah...Humm... 

Depois de uns minutinhos, grito seu nome e gozo. 

Ele me lambe, saboreando meu gosto. 

 - Deliciosa... _ diz e me beija, pra sentir meu próprio gozo. _ Adoraria ter você de café da manhã todo dia... E depois, no lanche da tarde... E em seguida no jantar... 

Olha pra mim, totalmente perdido em seus pensamentos.

- Ei, seu tarado.. _ brinco _ Não fique com a cabeça no mundo da lua não, temos muito o que fazer ainda. _ dou um selinho em seus lábios. _ Mas, aqui não. Vamos pro meu quarto. 

 Ele se levanta e me pega no colo. Entrelaço minha pernas em volta dele, novamente. 

=========================

Me colocando na cama, logo tira sua calça e cueca, jogando pra longe. Se coloca em cima de mim, com ar sexy. 

*Huum... Ainda quero esse pau na minha boca... Ah Kami-sama, agradeço pelo homem gato que está na minha frente. Bom trabalho, em...* penso olhando para "baixo" 

- Você toma anticoncepcional..? _ nego com a cabeça _ Entendo... Hm... Tem camisinha? 

 Levanto uma sobrancelha. 

- Bom... é que não costumo fazer muito sexo, então as vezes nem me preocupo em levar, ja que tenho certeza quase que não irei foder alguém... E.. Eer... Nem imaginava que ía acontecer isso hoje _ me olha nos olhos e fico vermelha rapidamente. 

- Sim, eu tenho... Por precaução. Está naquela gaveta. _ aponto e ele pega. 

- Continuando... _ diz ja me pegando de jeito de novo. 

 Me beija, com aquela língua habilidosa e me masturba com a mão, me deixando louca de tesão, novamente. Ele introduz um dedo em mim e massageia meu clitóris com outro. Sem perceber, meu quadril rebola junto de seu dedo e ele suspira, excitado. 

 - Thaty, queria fazer você gozar novamente só com minha boca e mãos... Mas não estou me aguentando mais...

 Fala rouco, aproximando a embalagem da camisinha perto da minha boca, que com meus dentes, a rasgo. Passo minhas pernas por ele de novo. 

 Logo me penetra, e fica de um jeito que era como se me saboreasse com seu pau.

- Sensei... Mais rápido, poxa. _ falo quase gemendo. 

 Obedecendo, sinto-o mais forte e rápido a cada investida. Gemo e arranho suas costas com minhas unhas. 

Ele geme rouco e como punição, me penetra ainda mais forte que antes. 

 *Céus... Esse homem quer me matar, é?* 

Depois de várias investidas e mãos bobas, solto um grito de prazer, me sentindo explodir, gozando. Ele não fica para trás, e goza em seguida, caindo por um momento em cima de mim. 

*Que pesadinho em...* Penso estabilizando minha respiração. 

 *Acho que quero mais...* Sorrio maliciosa e mordo meu lábio. 

 Levo minha mão até sua bunda e dou uma apertadinha. 

 Sinto ele rir um pouco. 

 - Segundo round, é...? 

 - Yep. _ passo minhas unhas de leve, de baixo pra cima em suas costas. Pego em sua nuca e lhe dou um beijo molhado. 

 - Vire de bruços. _ ordena e obedeço, relutante. Escutando outra embalagem de camisinha sendo rasgada...                                         =============================

~Bia on~ 

-Ai amor... mete logo, pô. _ digo querendo sentir seu pau em mim de novo. 

- Acalme-se. Hoje serei seu dominador de novo, esqueceu? 

 Estou na cama do meu namorado, Jungkook, algemada,nua de pernas abertas e vendada. 

- Como deve me chamar, gatinha? _ pergunta, controlador. 

- Tigre. Meu tigrão... _ respondo submissa e possessiva. 

- Isso mesmo... 

Sinto ele me virar de bruços.   

- Empine a bunda, Bia. _ empino, adorando aquilo _ Hoje você será punida por sua petulância em tentar me mandar fazer algo e desobediência. 

Ele pega e aperta uma nádega minha, e a beija. 

 *Ah... Ser punida... Antes eu nunca imaginava que seria tão masoquista assim... Mas hoje em dia, amo fazer essas coisas com meu Biscoito.

Sinto um tapa em minha nádega direita. *Huum...

- Vou bater 13 vezes, conte comigo. Começando do 0 agora. 

 Sinto um tapa atrás do outro. Contamos em uníssono. 

 - 1..! 

*Aah...

-2! 

-3..!

-4! 

-5...! 

 Sinto-o massagear minha bunda um pouco, antes de continuar. 

 -6! 

-7! 

-8...! 

Gemo. *droga, vai acabar a contagem daqui a pouco... Queria mais...

-9! 

-10..! 

-11! 

*Fazer o que né...

-12....! 

 -13! 

 Ele beija de novo minhas nádegas, com carinho. 

Me assusto com o dedo que ele me penetra por trás. Fica entrando e saindo com o dedo, por um tempinho. 

De repente sinto seu pau duro forçando entrada, e empino ainda mais a bunda, com meus braços algemados, presos à cabeceira da cama. 

Entrando e saindo, ele massageia meu clitóris com uma mão, penetrando dois dedos. 

Me fodendo de todos os lados, Kook depois de um tempinho goza dentro de mim. Nada boba, gozo junto,chamando seu nome. 

Ele sai de mim e deita do meu lado, me puxando pra si, com a respiração alterada.

Ainda com a venda nos olhos, beijo-o, puxando de leve seu lábio. 

 - Calma amor, ainda temos muito tempo de vida para transarmos. _ ele tira minha venda e me da um beijo molhado. 


- Um dia, eu ainda te domino, seu filho da mãe... 

Ele ri. 

- Espero muito ansioso por isso, pode ter certeza absoluta. _ pega a chave em cima da mesinha e abre minhas algemas _ Mas agora, é melhor você ir para casa. Sua irmã pode estar bem preocupada. 

===========================

Biscoito me trouxe de volta pra casa de carro. 

Lhe dou um último beijo dentro do carro e logo entro em casa. Porém, paraliso na hora que entro na sala.

*Calcinha... Shorts... Camiseta... Sutiã... Um camisa masculina...*

- Nee-chan, sua safada. _ solto uma gargalhada. 

 *Huum.. Vamos ver o que está acontecendo lá...

Subo de ponta de pé as escadas e logo escuto gemidos meio altos vindo do quarto dela. 

- Fale, anda. _ escuto um homem.

- Aah... Me fode, me fode. _ geme minha nee-chan. 

Rio silenciosamente, cobrindo a boca. *Quem diria... Nee-chan ta dando mesmo... Huehuehue.

Vou para meu quarto e mando mensagem para meu Biscoitinho. *Bom, mas quem sou eu, para dizer algo sobre "dar"...* rio


 (Bia)~Ah, acabei de lembrar mozão... Quer ainda aqueles nudes que tinha me pedido semana passada?~ [23:47] 

 

Ele responde quase na mesma hora.


(Kook)~Claro, né. Eae, sua irmã ficou preocupada, amor?~ [23:48] 


(Bia)~Bom... Não posso dizer muita coisa, mas digamos que ela está se "divertindo" bastante nesse exato momento com um cara la no quarto dela ;3~[23:58] 


(Kook)~Aff... se fosse assim, eu estaria fodendo você também, nesse EXATO MOMENTO. Aaafff porra~ [00:00] 


Rio de seu jeito. *Ainda temos chance, meu Biscoitinho*


(Bia)~Ô seu chato, vem logo pra cá. Estou te esperando ;3~ [00:00] 


(Bia)~#imagem#~[00:01] 


(kook)~Caralho Bia, assim não vale sua filha da mãe. Mandar foto de lingerie vermelha... E ainda por cima, escrito "Fuck Me" na bunda. Tá, ja estou chegando aí. Abre lá a porta pra mim.~[00:03]  


Sorrio, vitoriosa. *Vem quente, que eu to fervendo, Jungkook... *

 

~Bia Off~


Notas Finais


Huehuehue, madruguei escrevendo esse capítulo:-:
Mas enfim... Agradeço de coração por lerem essa fic *u*
Até o próximo cap ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...