História Meu Professor? (Jikook) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Aluno, Bts, Jikook, Professor, Romance
Visualizações 209
Palavras 1.038
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá gentes

Capítulo 15 - Temos um acordo


Jc: Só isso?

Jm: É. Só isso.

Jc: Ah, por que não disse logo? Faço isso com prazer delicinha_ sua mão se movia em direção da minha cintura, percebendo a aproximação me afasto de si, mantendo uma distância segura

Jm: Não desse jeito, quero que conheça meus amigos, finja para eles que estamos juntos a alguns meses, e depois termine comigo, simples fácil e indolor, nada ilegal, nada suspeito, só isso.

Jc: E eu ganho uns beijos, algo a mais e ficamos os dois felizes certo?

Jm: Errado! Você não vai encostar um dedo em mim, posso te dar dinheiro, qual o seu preço?

Jc: Eu não sou um garoto de programa Park, não vou me vender

Jm: Agora essa... era só o que me faltava... o que você quer então?

Jc: Vamos deixar em aberto que tal? Você fica ne devendo uma

Jm: Não gosto de dever nada a ninguém

Jc: Vai ser algo razoável, não se preocupe não vou pedir nada de mais não, relaxa

Jm: Bom que não seja mesmo, então estamos de acordo?

Jc: De acordo_ seu sorriso ousado é levemente preocupante, mas não é como se eu tivesse outra opção não é mesmo_ vou adorar ser seu namorado benzinho

Jm: Menos, bem menos, quase nada, ou melhor nada mesmo_ ouço meu telefone tocar me interrompendo de explicar ao Jackson tudo o que ele precisa saber para que isso dê certo

Ligação on

Jk: Você esqueceu de mim?

Jm: O quê? Não. Por quê?

Jk: Ué você disse que viria, achei que seria no horário de sempre, está ocupado?

Jm: Sim e não, te explico quando chegar aí ta bem?

Jk: Tá, mas não demora, ou vai ter que ficar para dormir

Jm: Que sacrifício hein_ dou uma leve risada_ até mais tarde, beijo

Ligação off

Jc: Você tem namorado?_ ele pareceu desconfiado novamente

Jm: Tenho, e é por isso que preciso de você, e acho que o importante a te dizer é só isso, os detalhes da minha vida pessoal eu guardo para mim mesmo, obrigado. Agora o mais importante, preciso de um encontro com você, ainda não sei o dia, mas nós iremos romper, mais especificamente você irá romper comigo, se quiser podemos ter algumas discussões no decorrer do encontro, pra dar mais realismo a cena, mas preciso que você brigue comigo, que você inicie as crises, e que você feche tudo com chave de ouro me dizendo para sumir da sua vida, acha que consegue fazer isso?

Jc: Eu faço administração, não teatro. Nunca tentei algo desse tipo, mas para sua sorte, sou perfeito em tudo o que faço, eu diria até autodidata.

Jm: Ok, eu realmente não ligo para suas qualidade ou coisa assim, me dá seu número

Jc: Sem nem uma bebida antes? Uma cerveja um petisco...

Jm: Jackson, estou com pressa, se você não vai colaborar avise antes que eu perca mais ainda o meu tempo_ ele joga suas mãos para o alto em sinal de defesa, sem nunca abandonar o sorriso maroto que já estava começando a me irritar, retirando por fim o aparelho celular do bolso de trás da sua jeans.

Jm: Desculpa a demora eu tava resolvendo um pepino menino... o que foi? Por que está com essa carinha?

Jk: Bem, você sabe que eu não sou de Seul não é?

Jm: Sim, você se mudou pelo emprego e essas coisas

Jk: Pois é, minha mãe me ligou esta tarde, ao que parece meu pai estava tendo um caso, e ela descobriu, e eu não posso nem ao menos dar um abraço nela e dizer que vai ficar tudo bem, que eu vou estar ao lado dela nesse momento difícil, pois eu não estou ao lado dela, eu sei que parece infantil o que eu vou dizer mas é verdade, Jimin, eu quero a minha mãe_ ele estava visivelmente arrasado, através de seus olhos ficava claro o quanto seu coração estava destruído, a única coisa que pude fazer foi abraçá-lo o mais forte que pude e ficar ali, passando para ele aquilo o que ele queria passar para a mãe, conforto.

Comemos brigadeiro, vimos um filme, ficamos abraçados enquanto eu acariciava seus cabelos, horas se passaram apenas com os mimos que eu lhe dava, tentando a todo custo levantar seu astral

Jk: Você disse que tava resolvendo algo? O que era? Nem te dei oportunidade de falar, fiquei aqui te enchendo com meus problemas

Jm: Não estava enchendo não, eu fico feliz em poder te ajudar, agora não quero que pense em mais coisas para resolver, seu dia ja foi difícil o bastante.

Jk: Desculpa

Jm: Não peça desculpas ou eu ficarei bravo com você_ seu sorriso estampa seu lindo rosto pela primeira vez desde que nos encontramos, e ele deita novamente a cabeça em meu colo, permitindo que eu retome os carinhos que fazia antes.

Ligação on

Hb: Chamou ele?

Jm: São 2 horas da manhã, tem gente tentando dormir a essa hora _ eu estava na sacada do apartamento de Jungkook, o frio da madrugada castigava a pele de meus braços abrigados apenas pela fina camisa de mangas compridas que eu havia pegado no armário de Jeon

Hb: Você não respondeu

Jm: Chamei tá legal? Agora me deixa dormir.

Hb: Quando?

Jm: Quando o que peste?

Hb: Quando você combinou com ele ué

Jm: Ah... eu não falei uma data, deixei isso em aberto

Hb: Então não chamou tão bem assim... sábado?

Jm: Não, sábado não_ o que eu diria para Jeon? Ele ainda estaria mal pelo acontecido de seus pais? Eu teria que estar ao seu lado, e não com um cara qualquer que arrumei para fingir ser meu namorado

Hb: Então quando ?

Jm: Aish, amanhã_ quando Jeon estaria em reunião do colegiado até tarde, eu poderia apressar um pouco as coisas e finalizar essa merda de encontro antes que sua reunião acabasse, e ainda teria tempo de ser mimado por todo o sacrifício pelo qual tive que passar

Hb: Perfeito! Vou contar aos meus amores, depois da aula como sempre né?

Jm: Yeap

Hb: Ok, bye!

Ligação off

Só mais um dia e toda essa merda de Jackson estaria acabada, não que Jackson fosse uma merda, ele talvez fosse, mas a merda é a situação em que me meti, fica a dica crianças, não mintam, a mentira é como o crime, não importam suas razões para fazê-lo nunca compensa.


Notas Finais


Então é isso pessoal, amo vocês, beijos 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...