História Meu querido chefe. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Hentai, Naruto, Romance, Sasusaku, Uchiha
Exibições 442
Palavras 1.015
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Booa tarde, minha primeira One-Shot aqui no Spirit. Casal SasuSaku.

Espero que gostem. <3

Capítulo 1 - Meu querido chefe.


— Argh! Droga de despertador! – Resmungo jogando o celular pro lado, escutando a música Courtesy Call do Thousand Foot Krutch parar. – Vamos Sakura, se você chegar atrasada, o Sasuke-Emo-Patrão-Mal-Comido te arranca as tripas mulher. -Murmuro levantando, passando a mão no ninho de rato em cima da minha cabeça.
 
   Após ter feito minha higiene matinal, arrumando meu cabelo, deixando-o “bonito”, ponho uma saia até o meio das coxas preta, uma blusa social branca e um casaco pequeno, pra completar coloco um pequeno  salto, faço uma maquiagem leve. Desço as escadas indo até a cozinha e pegando apenas uma maçã por estar atrasada de mais.

— Ah droga! 7:15, o Sasuke vai me matar. – Corro pro meu carro, um simples Corola prateado vou o mais rápido que o trânsito de São Paulo permite, pra empresa.

~.~

— Bom dia Sakura! – Escuto uma voz feminina, mais especificamente da Tenten, uma amiga que conheci na faculdade de administração ano passado.

— Bom dia Pucca.  – Passo correndo por ela, indo pro elevador apressada.

   Passo pela porta que leva a minha mesa, na frente da sala do presidente, no caso, meu chefe. Sento-me em minha cadeira, e o suspiro de alívio foi inevitável. “Estou salva” penso.

— Sakura? - Escuto a voz do chefe na secretaria eletrônica do telefone na minha mesa.

—  Sim, senhor? -Digo, já passando a lista mentalmente de coisas que ele ainda tem de fazer hoje, tentando me lembrar de algo que eu tenha deixado passar.

— Venha a minha sala, agora - Escuto seu “pedido” já me preparando pra uma possível bronca.
 
   Levanto da minha cadeira, e no mesmo momento sinto um frio se estalar no ambiente. Respiro fundo três vezes e ando lentamente até a porta preta, a minha frente. “ Seja o que deus quiser”  Penso mais uma vez.

— Algumas pessoas andam dizendo-me, que a senhorita anda chegando atrasada no trabalho, e com sono - Sua voz rouca e calma, chega em meus ouvidos, fazendo eu automaticamente olhar em seu rosto, vejo o mesmo se levantar e encostar na mesa, bem em frente a mim, cruzando os braços, dando-me a visão de seus músculos dentro da camisa social branca.

— É que meu namorado está doente senhor, então acabo ficando as noites cuidando dele - Digo, espantando os pensamentos nada puros que passam em minha mente. “Você tem namorado, ele é seu patrão, você precisa do emprego para bancar a faculdade Sakura! Se concentra. ”, Repito a mim mesma varias vezes, e inconscientemente desvio o olhar para o chão.

— Está? Doente... Isso não é motivo senhorita Haruno. Isso aqui é uma empresa multinacional, precisamos de todos os nossos funcionários trabalhando. Acho que a senhorita precisa de alguém que lhe ensine como as coisas funcionam por aqui - Ele diz, vindo até mim, parando na minha frente.

— E eu vou ensina-la de um jeito que nunca vais esquecer. - Ele sorri de canto.

- C-como? – Me amaldiçoou por ter gaguejado e inconscientemente dou um passo pra trás, vendo-o dar um pra frente, com o maldito sorriso de canto.

— Não se preocupe Haruno. Será sua melhor aula. – Diz ele e sem me dar o direito de respostas me puxa pela cintura, fazendo-me bater contra seu peito, sinto seu perfume que é uma mistura de menta e hortelã. Inebriante.
 
   Sasuke aproveita essa minha distração e me conduz ate até o sofá, suas mãos em minha cintura apertando de mordo possessivo, sinto seus lábio em minha orelha.

— Venho querendo-te faz tempo senhorita Haruno, hoje irá pagar por ter me feito esperar tanto. – Ele murmura baixo e rouco, fazendo-me arrepiar.

— V-você é meu patrão – Arfo quando deposita um chupão em meu pescoço. — Tenho namorado Sasuke! -Tento afasta-lo.

— Não me importo com isso, olhe como me deixou Haruno. – Sinto ele levar uma das minhas mãos até um volume  por cima da calça, um grande volume. – Dentro dessa empresa você tem que me obedecer. E agora, quero que resolva isso pra mim. – Ele diz, sentando-se no sofa e me pondo de joelhos em frente a si.
 
    Sinto minha boca salivar em ansiedade, naquele momento, com meu chefe super gostoso na minha frente, com os olhos carregados de luxúria e tesão direcionados a mim, não me lembrei de namoro ou que estávamos em ambiente de trabalho.
 
    Minhas mãos foram diretamente para o fecho de sua calça o abrindo, depois de puxar a calça até os seus joelhos, subo minhas mãos devagar para suas coxas, arranhando levemente. Passo a mão sobre o membro já desperto em baixo da cueca e ouço um grunhido baixo, o que me dá coragem pra continuar.
 
    Seguro a barra da sua cueca branca box a puxando pra baixo, e arregalo os olhos ao ver o tamanho.

— Ponha o que conseguir na boca. - Ele diz baixo, me observando atentamente.
 
   Não respondo, apenas levanto minha cabeça, passo a língua por toda a sua extensão, ouvindo-o suspirar alto e levar sua mão a minha cabeça.

— Não me torture senhorita ... - Ele não consegue terminar. Eu tinha acabado de por todo seu membro na boca.
 
    Começo a movimentar minha boca lentamente, levando minhas mãos as suas glandes, as apertando levemente. Cansada de pegar leve, começo a mover a boca rapidamente, pressionando com os lábios algumas vezes, tirando da boca e passando a língua, como um pirulito.

— Droga Sakura. - Ele diz arrastado - Vou gozar..
 
   Continuo, agora fazendo mais pressão com os lábios, até sentir jatos quentes descendo pela minha garganta.

~.~

— Vamos Sakura, ou vamos nos atrasar pro jantar com sua mãe. - Dizia Sasuke, no sofá, aparentemente dois anos mais velho, com um semblante de tédio.

— Okay, okay. Estou aqui Sasuke. - Dizia Sakura, agora mais velha também.

— Até que fim, vamos logo irritante. - Ele diz se levantando e passando a mão pela cintura dela.

— Vamos Amor. - Diz ela sorrindo calma.

 


Notas Finais


Nyah, foi isso. Não me matem por ter parado no Hentai.

Vai que tem uma continuação com a versão do Sasuke-emo-gotico-trevoso?

Bem, espero que tenham gostado e comentem. <3

Perdão os erros de português.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...