História Meu querido cumplice - Capítulo 85


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Heróisdoolimpo, Percabeth, Percyjackson
Exibições 234
Palavras 2.560
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Saga
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi povo....chegamos ao último capítulo! não tenho palavras para agradecer vocês por terem comentado,favoritado,indicado para os amigos,por terem se empolgado tanto durante a história! (Eu adoro ler vocês me dizendo que ficavam tristes ou felizes após um cap) eu enrolei muito para escrever esse final,pensei até em prolongar mais um pouco a história mas eu tenho toda certeza que ela perderia um pouco o sentido e o ritmo se eu fizer isso....além disso,, acho que todos os personagens (Annie,Percy,Luke,Thalia e etc....) cresceram tanto que é melhor deixar como esta.....só quero dizer que eu não poderia fazer um final melhor para esta fic, e nem poderia ter leitores melhores do que vocês! Vou sentir muita saudade de escrever!
UM BEIJO...amo vocês.

Capítulo 85 - Para sempre.


Fanfic / Fanfiction Meu querido cumplice - Capítulo 85 - Para sempre.

Para sempre
           Pov Percy
         Admito que sempre gostei do sobrenome de Annabeth,"Chase",dava um ar tão inteligente e maduro (apesar de constantemente eu ficar fazendo trocadilhos com "Annabeth Cheese") porém, eu preferia mil vezes pegar as correspondências e ler no envelope "Annabeth Chase Jackson",era uma sensação de orgulho e satisfação e as vezes me dava vontade de gritar "HAHA EU CONSEGUI!" mas normalmente eu só ficava encarando o envelope sorrindo e o entregava para a minha ESPOSA.
                       Também era muito bom escutar os vizinhos nos chamarem de "senhor e senhora Jackson"( o  que me lembra MUITO aquele filme do Brad Pitti com a Angelina Jolie...para falar a verdade,nosso casamento parece até meio parado se a gente for comparar com o desses dois no filme!), apesar de a gente ficar junto o tempo todo desde os 16 anos muita coisa havia mudado desde que realmente compramos uma casa só para nós...e uma dessas coisas era a chegada do nosso filho,Charlie.
               Tinha 5 anos que Charlie tinha nascido mas eu ainda me lembrava de tudo que aconteceu no dia em que ele resolveu chegar a este mundo. Era Sexta-Feira do mês de Setembro e eu,Annabeth,Thalia,Luke e Emma(Claro) estávamos em um restaurante e nossa comida estava atrasada ia fazer 40 minutos.
            _Eu não quero nem saber...eu estou indo lá reclamar!
           Annabeth falou já começando a levantar,Luke e Thalia me olharam com os olhos arregalados e na mesma hora eu segurei o braço dela.
          _Amor,espera mais um pouco...eles devem estar com problemas.
                Eu falei bem calmamente,Annabeth me olhou como se estivesse me fuzilando e disse:
_Meus Deuses...eu estou tão CANSADA de você ficar se metendo em tudo que eu faço,FICA NA SUA PELA RESTO DA NOITE!será que eu posso levantar a droga da minha bunda e ir até ali reclamar da demora?! 
                    Eu nem me surpreendi com o que ela falou,Annabeth estava com 9 meses de gravidez e durante esses 9 meses ela tinha passado por diversas fases. a primeira fase era aquela que ela ficava com tesão por causa de qualquer coisa..e quando eu digo qualquer coisa...era qualquer coisa MESMO, eu passava desodorante e um segundo depois ela estava atrás de mim com as mãos na minha bunda, a segunda foi aquela em que ela começou a ficar extremamente desligada,colocava as roupas na geladeira,deixava a porta de casa aberta e confundia a pasta de dente com meu creme de barbear... a 3 fase foi aquela em que ela parou de se arrumar, usava roupas rasgadas e as vezes esquecia de se perfumar....e agora era a 4 fase....em que ela era agressiva comigo e praticamente me culpava por ainda estar gravida.
               Vou explicar,é que a médica tinha nos dito que o bebe nasceria semana passada mas isso não aconteceu e Annabeth ficou extremamente irritada. Eu até tentei falar alguma coisa legal mas ela só me olhou com os olhos semicerrados e falou em tom de acusação "Você..." ,então,não fiquei nem um pouco chateado quando ela me deu um fora na frente de Thalia e Luke.
              _Estamos entendidos?!
                Ela falou irritada,eu confirmei com a cabeça e deixei ela ir reclamar. Quando ela se afastou Luke gargalhou e me deu um tapinha no braço.
_Caramba,Percy! deve estar sendo duro!
           Eu olhei para minha esposa discutindo com a atendente e suspirei.
_Nem fala!
              Thalia sorriu e disse enquanto colocava a Emma no colo:
_Ainda bem que não fiquei assim!
                 Na mesma hora eu e Luke trocamos olhares e sorrimos. Justamente a Thalia dizer aquilo era totalmente estranho,porque quando ela estava grávida tinha dias que ela chegava a  bater no Luke, meu amigo até comprou um daqueles bonecos infláveis (que ela estragou já no primeiro dia), Thalia percebeu que estávamos fazendo força para não rir e perguntou franzindo a testa:
_Estou errada?
           Luke segurou a mão dela e respondeu:
_É que....você também ficou um pouquinho agressiva durante esse processo de gravidez.
        Thalia abriu os olhos de um jeito indignado e falou:
_Não como a Annabeth, meus deuses ela está parecendo....
             Ela parou,olhou para mim e falou:
_Desculpe Percy.
             E continuou:
_Ela esta parecendo uma ogra das cavernas,gritando,espalhando comida pela mesa e batendo em pessoas indefesas,eu não fiquei assim de jeito nenhum!
             "Ficou pior!" foi o que eu pensei e acho que Luke pensou o mesmo pois sorriu de lado e me olhou como quem diz "POR FAVOR NÃO CONTRARIA ELA!",então eu só ri e falei:
_Mas isso tudo vai valer a pena,não é ?daqui a pouco o meu Charlie vai estar aqui!
              Luke olhou para Emma e falou:
_Sim,ai em vez de você escutar somente sua esposa gritar...você vai escutar também o bebe gritar!
             Thalia deu um tapinha fraco nele e ele riu.
_Mentira,cara! quero dizer,a Annabeth vai gritar e o Charlie também mas...tudo isso vai ser compensado com muito amor e carinho.
               Thalia sorriu e os dois começaram a se beijar,eu bati na mesa e falei:
_Own, que lindo! tem um motel aqui do lado...por que vocês não vão para ele?
               Thalia fingiu tampar os ouvidos de Emma e falou:
_Percy,você esta sendo impróprio na frente do bebe!
               Luke também riu e falou antes de beijar mais uma vez a esposa dele:
_Além do mais,isso aqui é que é um beijo digno de motel!
                 Eu revirei os olhos e disse enquanto tentava fazer os dois se desgrudarem:
_Quem esta sendo impróprio na frente do bebe,agora?
                Bem nesse momento Annabeth chegou,segurando os pratos da comida,ela ficou parada do meu lado me encarando, eu nem olhei para o rosto dela de volta,estava com medo de fazer qualquer coisa errada.
           _Dá para você ser um cavalheiro e me ajudar a pegar os pratos ou eu vou ter que me ajoelhar e pedir por favor? EU TO CARREGANDO O NOSSO FILHO,PERSEU!
              _Mas você pediu para eu ficar na minha pela noite inteira! 
                     Eu falei pegando os pratos e colocando na mesa,Annabeth me encarou com indignação no olhar e respondeu:
_Eu pedi para ficar na sua,não para deixar de ter educação!
                    Eu respirei fundo e respondi dando um beijinho no ombro dela:
_OK,Ok...você esta certa,desculpe.
              Eu havia pedido fritas com hamburguer,enquanto Annabeth tinha pedido uma salada estranha com um nome bem estranho. Eu pensei que ela estava satisfeita com a escolha dela porém ela olhou para o meu prato,depois para o dela e disse:
_Será que da para você comer isso longe de mim?
              Luke tossiu,Thalia parecia bastante interessada na televisão do restaurante e Emma dormia de forma extremamente relaxada....que inveja da Emma!
          _Por que? isso aqui parece ótimo,quer um pedaço?
             Annabeth ficou com os olhos marejados e respondeu:
_Você sabe que eu não posso,você fez isso só para me irritar!
               Eu olhei para meus amigos como quem diz "Me salva,gente", porém eles só ficaram encarando o teto e comendo lentamente.
_Claro que não,amor! se você quiser eu até como com você a salada!
         Ela bufou e falou:
_Você precisa ser sempre tão guloso? vai querer a minha também? coma o seu!
        _Mas você acabou de....
              Ela revirou os olhos e falou:
_Alguém mais esta achando o Percy muito chato esta noite?
           Luke e Thalia  confirmaram com a cabeça,provavelmente com medo de virarem o próximo alvo do ogro da caverna.
                  Resmunguei bem baixinho para que ela não me ouvisse o comi o hamburguer bem rapidamente,quanto mais rápido voltassemos para casa,mais rápido eu poderia ficar trancado no banheiro e evitar levar foras.
               _Hum...isto aqui esta realmente delicioso!
          Eu falei enquanto mastigava aquele hamburguer,  Annabeth sorriu e falou:
_Percebe-se....você esta se sujando todo!
           Eu contei até 3 mentalmente e continuei a mastigar, depois Luke e Thalia começaram a nos contar sobre a nova escolinha que tinham matriculado a Emma,parecia ótima,por isso eu falei:
_Ei,Annie...a gente poderia colocar o Charlie nessa escola também,não acha?
           Annabeth sorriu  e falou passando a mão na barriga:
_Se esse danadinho resolver sair a gente pode botar ele em qualquer lugar que não seja meu útero!
          Eu ri ,pensei que Annabeth me daria outro fora mas ela fez diferente....ela também riu, uma risada sincera, e o som da risada dela fez todos os foras que ela tinha me dado desaparecerem,o ogro da caverna tinha voltado a ser a mulher que carregava nosso bebe na barriga...e eu a amava muito.
           Quando todos acabaram nos levantamos e Luke disse:
_Acho que já esta meio tarde, a gente já vai indo,ok?
         _A gente também já vai!
           Annabeth respondeu enquanto se despedia de Thalia,eu apertei a mão de Luke e ele falou:
_Mais uma vez...boa sorte,cara!
          _Vou precisar de mais do que sorte,meu amigo...
               Annabeth chegou com Emma no colo e ficou beijando a bochecha dela enquanto dizia:
_A titia Annie e o titio Percy já vão,beijinhos minha lindinha!
             Eu franzi a testa e falei:
_Ei,com a Emma você não é grossa!
              Annabeth revirou os olhos e falou:
_Quem colocou um ser humano dentro do meu útero? Emma ou você?
              Luke e Thalia riram e se despediram. No caminho para casa Annabeth dormiu dentro do carro,o que foi ótimo pois assim ela não implicaria com o ar-condicionado,com a estação de rádio e nem com a velocidade do carro. Assim que chegamos em nossa casa eu pedi que ela fosse entrando que eu iria arrumar o banco do motorista....era uma desculpa bem óbvia para ficar um pouco sozinho,pensei que ela gritaria comigo mas ela só respondeu:
_Tá. te vejo lá dentro.
               Entrei no carro e fechei o vidro,fiquei lá por alguns minutos,totalmente sozinho, com os olhos fechados e escutando uma música aleatória na rádio. Quando eu me senti mais calmo eu sai do carro e contei até 10 antes de entrar em casa,olhei na sala e não vi Annabeth dormindo no sofá....Ufa.
              Subi a escada bem devagar para que ela não gritasse que o rangido da madeira estava a deixando irritada e entrei no quarto. Annabeth estava com o cabelo penteado e com uma blusa minha que a servia de camisola,embora a blusa ficasse bem curta por causa da barriga de grávida, ela estava lendo um livro de gestação e estava usando aquele óculos que eu adorava.
           Eu sorri e falei:
_Vou me trocar,tá?
           _Aham.
             Ela respondeu enquanto mantinha os olhos no livro, me troquei e quando voltei ela já estava dormindo. Me deitei bem lentamente na cama  para não a acordar mas sem querer meu pé tocou no pé dela e ela abriu os olhos no mesmo instante,como se fosse uma lâmpada,eu já estava até conseguindo ouvir os gritos mas Annabeth disse:
_Eu quero transar.
                    Eu não ouvia aquela frase ia fazer uns 5 meses, e quase todo dia eu tinha a sensação de que minhas partes iam explodir de tanto material acumulado...então,eu fiquei meio desesperado quando ela disse aquilo.
_O QUE?
       Ela tirou os óculos e me olhou maliciosa.
_Isso mesmo....eu quero você todinho!
           E começou a subir a mão para o meu short,eu comecei a balançar a cabeça rapidamente e fiquei em cima dela.
_OK OK!
       Começamos a nos beijar,era como se eu estivesse com medo de morrer,como se o mundo fosse acabar no minuto seguinte! quando de repente senti algo molhado na minha perna e pensei "UÉ...SERÁ QUE EU JÁ...?", e então Annabeth me olhou com os olhos arregalados.
_Desculpa,Annie! mas é que eu estou a tanto tempo sem o negócio lá dentro que eu acho que ele se empolgou....
         Annabeth me deu um tapinha no braço e falou ainda com os olhos arregalados:
_PERCY,a bolsa estourou.
                    Aquela frase me deixou bem mais elétrico do que os minutos atrás,quase cai da cama tentando colocar a calça e pegar os documentos.
_Vem,coloca essa camiseta por cima!
          Eu disse ajudando a Annabeth,ela sorriu e ficou sem falar nada...só sorrindo.
_AI meu Deus....
           Falei enquanto ligava o carro,eu podia sentir minhas mãos tremendo,claro que podia....virei a cabeça e vi Annabeth,ela parecia muito nervosa,estava parada olhando para frente.
     _Está tudo bem com você?
          Ela balançou a cabeça confirmando e me deu um beijo,liguei o carro e dei a partida.
                  Demorou uma hora para ela ter o Charlie,porém,foi só ver aquela coisinha bem pequena saindo da Annabeth que eu pensei "UOU" ,antes eu costumava achar que as coisas estavam passando bem devagar mas agora...parecia que a noite tinha se passado em apenas um segundo. Aquele bebe que agora estava no colo do médico ia mudar tudo.....mas foi o segundo seguinte que iniciou a mudança, o medico perguntou "Quer segura-lo?" eu não respondi,estava parado encarando meu filho, ele encarou aquele silêncio como um sim e colocou o Charlie no meu colo, e foi uma sensação desconhecida para mim, o bebe estava chorando bem alto mas quando eu o coloquei no colo foi como se tudo em minha volta ficasse no mudo, eu sorri e percebi que eu era realmente um Pai.
            Fui andando na direção de Annabeth,ela estava chorando e quando eu me aproximei com o Charlie no colo ela sorriu e me beijou enquanto dizia "Eu te amo" e depois deu um beijinho na cabeça do Charlie dizendo "E eu também te amo,Charlie", eu sorri e fiquei olhando ela segurar o Charlie.
               Naquela mesma noite Luke e Thalia chegaram no hospital,acompanhados dos meus pais e dos pais da Annie(Sim,os dois vieram), tiramos diversas fotos e Annabeth disse que mostraria para Charlie quando ele fosse mais velho...
                  E agora,5 anos depois do Charlie nascer eu ainda ficava o encarando e pensando "Caramba,esse garoto é meu filho", Charlie tinha o cabelo loirinho e meio cacheado,os olhos dele eram um esverdeado bem clarinho e ele tinha um rostinho travesso...bem parecido com o meu,enquanto tinha os olhos misteriosos da mãe....,era aniversário do Charlie e eu tinha prometido dar a ele um daqueles carrinhos de controle remoto.
       _Você não vai começar a mimar ele,vai?
                     Annabeth disse quando me viu segurando o pacote do presente,estava quase na hora do parabéns e eu pretendia entregar bem no final...
_Amor,você deu um TABLET para ele...e olha que ele só tem 5 anos.
             Annabeth sorriu e disse:
_São outros tempos...
                Nossa casa estava cheia de crianças,por isso comecei a desviar de todas elas com muito cuidado,eu não queria tropeçar em nenhuma...
              _ESTA NA HORA DO PARABÉNS!!
         O tio Luke disse e depois apagou a luz,Charlie pulou no meu colo e as crianças começaram a se reunir em volta da mesa com o bolo,Annabeth me abraçou por trás e a música começou. Foi no meio daquilo tudo que eu percebi, o tempo tinha passado,as coisas tinham mudado....algum tempinho atrás eu era um garoto de 16 anos confuso e com medo de chamar a melhor amiga para sair...e agora essa mesma melhor amiga era minha esposa....e eu tinha um filho com ela! Luke e Thalia estavam se abraçando enquanto Emma,agora com quase 7 anos estava bebendo refrigerante.....realmente,eram outros tempos....

      Meus amigos também estavam lá,Leo e Bianca tinham ficado noivos no fim do ano passado e já estavam planejando um casamento,Hazel e Frank já estavam casados ia fazer 2 anos,Piper e Jason tinham voltado a namorar no inicio desse ano quando se reencontraram depois do término, minha mãe estava namorando Paul,um cara muito legal que ela tinha conhecido no trabalho e que a respeitava muito(Ai dele se não respeitasse,humpf!),meu pai continua bem fechado....porém era  um ótimo avô para o Charlie, o Frederick e a Atena ainda continuavam meio afastados mas também eram ótimos avós.
               Olhei para Annabeth,ela estava meio suja de bolo no nariz, mas para mim...ela nunca pareceu tão linda...., ela também estava me olhando,ela sorriu e disse:
_Eu te amo....
             E logo depois completou:
_Meu querido cúmplice.

 


Notas Finais


Bem, isso é tudo pessoal.
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...